Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL - Esta é uma página informativa independente com 6 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt


Quarta-feira, 07.01.15

Mais Magistrados Menos Funcionários

      As mais recentes estatísticas da Justiça vêm confirmar, uma vez mais, um alerta há muito feito por todos os operadores judiciários: há falta de funcionários judiciais nos tribunais, sobretudo para implementar com sucesso o novo Mapa Judiciário.

      Segundo os dados estatísticos, nos últimos cinco anos, os tribunais – que já funcionavam com escassez de Oficiais de Justiça, segundo assunção da própria ministra da Justiça – perderam quase 800 funcionários. Uma queda de 10%, isto só para o período em análise: entre 2008 e 2013.

      De acordo com os dados estatísticos divulgados, os Oficiais de Justiça passaram de 7839 para 7062 [dados de 2013; pouco mais de 6000 hoje]. A ministra da Justiça vem dizendo que tentava há muito que as Finanças aprovassem financeiramente o lançamento de um concurso para Oficiais de Justiça e, de acordo com fonte oficial do Ministério da Justiça, a verba já terá sido desbloqueada. No entanto, Fernando Jorge, presidente do Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ), referiu ao Diário Económico que a contratação de novos funcionários ainda demora alguns meses e os tribunais "estão a precisar de um reforço imediato".

      De acordo com as mesmas estatísticas do Ministério da Justiça, enquanto o número de funcionários judiciais diminuía ao longo dos últimos anos (foram saindo por aposentações e não houve contratações), o número de magistrados foi aumentando, quer de juízes, quer de procuradores, embora nestes últimos a subida tenha sido mais expressiva.

      O número de juízes nos tribunais cresceu entre 2008 e 2013 de 1712 para 1816, uma variação positiva de 6,1%, e os procuradores deram um salto de 16%, passando de 1266 para 1468.

      Os números mostram ainda que a Justiça está cada vez mais feminina. Em 2013, cerca de 58% dos juízes, 62,3% dos procuradores e 63,6% dos funcionários judiciais eram mulheres. O maior aumento do universo feminino deu-se mesmo no Ministério Público, onde a quota subiu 25%.

      Também a aumentar está o número de advogados. A massificação da profissão tem sido um dos alertas e problemas referenciados nos últimos anos, mas as estatísticas mostram que os advogados no mercado não param de crescer: o número subiu 6,4% entre 2008 e 2013, fixando-se em 28765. Também aqui as mulheres estão em maioria, com um peso superior a 50% seja entre advogados estagiários, seja entre advogados já com estágio concluído.

      O maior aumento, contudo, entre os profissionais da Justiça, vai para os solicitadores e solicitadores de execução: em cinco anos aumentaram 43,6%, passando de 3249 para 4666 profissionais. As mulheres voltam a ganhar, com um peso de 62,5% no bolo total dos solicitadores.

      Os dados constam do último relatório da DGPJ (Direção-Geral da Política da Justiça), publicado em dezembro de 2014, denominado: “Os Números da Justiça 2013”, aqui acessível diretamente na antecedente hiperligação. Este relatório aprecia os principais indicadores a Justiça desde 2007 até 2013 e, para além dos aqui indicados muitos outros dados são apreciados.

EstatisticaProfissionaisJustica2013.jpg

      Fernando Jorge, presidente do Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ) referiu que “O anúncio público da Ministra da Justiça da próxima abertura de concurso para admissão de 600 novos funcionários é, sem dúvida, uma boa notícia, mas que peca por tardia.

      O presidente do SFJ espera que agora “seja de vez”, alertando, no entanto, que “este reforço fica muito aquém das reais necessidades dos tribunais. Relembramos que relativamente à Portaria de quadros aprovada em agosto há um défice de mais de mil Oficiais de Justiça e, se considerarmos as aposentações ocorridas e as que se perfilam, certamente que depois de concretizado este recrutamento torna-se imperioso abrir novo concurso para mais 600.”

      Fernando Jorge referiu ainda que “a reforma do mapa judiciário continua a revelar-se ineficiente, desastrosa. Os dados revelados pela Associação Sindical dos Juízes vêm confirmar o que desde sempre dissemos, quanto à falta de condições e planeamento. Talvez por isso o Governo tenha impedido a constituição de uma comissão, incluindo governantes e operadores judiciários, que fizesse a monitorização e avaliação, no terreno, da reforma.” E conclui com uma questão: “Medo da verdade?”

FernandoJorgeSFJ-1.jpg

       «O novo ano arrancou com mais de uma centena de baixas na Justiça. A partir deste mês de janeiro vão para a aposentação 107 Oficiais de Justiça que assim deixam as secretarias e as salas de audiência.

       O buraco no quadro dos funcionários judiciais aumenta, assim como as dificuldades para dar o andamento devido aos processos que os portugueses esperam ver resolvidos na Justiça.

       Na lista de aposentações a categoria profissional repete-se ao longo de três páginas: Escrivã Adjunta, Escrivão de Direito, Escrivã Auxiliar… Ao todo saem 94 funcionários destas categorias e ainda mais 13 Secretários de Justiça, um ou outro notário ou conservador, inspetores, guardas prisionais e apenas um procurador da república.

       Fernando Jorge, presidente do Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ), diz que as contas são fáceis de fazer. “Esta saída de funcionários vai tornar ainda mais difíceis as condições de funcionamento do próprio sistema de justiça e de funcionamento de tribunais. Temos neste momento um défice de 1200 funcionários, com menos estes 90 e tal aproxima-se dos 1300. isto é uma coisa perfeitamente inaceitável, gravíssima. Isto provoca uma sensação de revolta nas pessoas que estão a trabalhar e a fazer um esforço nas secretarias dos tribunais para que o sistema vá andando e àquilo que tem sido prometido nos últimos tempos, que é a abertura de concursos que nunca mais se concretizam”.

       Há muito que o Governo anuncia o tão desejado concurso que numa primeira fase estava pendente por falta de luz verde das Finanças, mas mesmo depois dessa resposta positiva nada mudou.

       “Haveria da parte do Ministério das Finanças uma abertura para a contratação de 600 novos funcionários. Mas, mesmo que o aviso saísse amanhã, os procedimentos burocráticos demorariam dois meses, o estágio demora seis meses, o que quer dizer que mesmo que amanhã saísse o aviso, só teríamos esses 600 funcionários disponíveis lá para o fim do ano”, acrescenta.

       A realidade é que de dia para dia, diz Fernando Jorge, se torna cada vez mais difícil fazer justiça a tempo e horas.

       “Há funcionários que têm mil, dois mil, três mil processos. Em Lisboa há mais de 200 mil processos na secção de execução com 40 ou 50 funcionários. Nós temos 6300 funcionários e temos cerca de três milhões e meio de processos”, refere.

       A consequência desta diminuição de Escrivães é clara, por mais juízes e procuradores que existam. Fernando Jorge lamenta que a justiça esteja a caminhar para uma derrota.»

SecretariaProcessos11-MontesProcessos.jpg

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:07


BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt .................................................. ||| ÚLTIMAS INICIATIVAS ||||
..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
.................................................. Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

.................................................. Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
.................................................. PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
.................................................. Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Donzília Santos

    Era este tipo de gestão que se pretendia com a "re...

  • Anónimo

    disparate é fazer perder tempo com questões de sem...

  • Anónimo

    É apenas uma questão de semântica!

  • oficialdejustica

    Sim, tem toda a razão, de facto não há, neste ano ...

  • Anónimo

    Afirmar que havia dois SMN no país é um completo d...

  • Anónimo

    É o que dá governar em cima do joelho e como reaçã...

  • Anónimo

    E é isto mesmo que define e norteia a ação polític...

  • Anónimo

    E o mediatisno bollywoodesco... também muito bom.

  • Anónimo

    O modelo Vandeskaden... Muito bom!

  • Anónimo

    Típico.Publicita-se o modelo Kaizen e implanta-se ...

  • Anónimo

    Muito bem. Gosto muito de ver como aqui não há est...

  • oficialdejustica

    Muito obrigado pela apreciação.

  • Donzília Santos

    Já vi por aqui outras análises objetivas de produ...

  • Anónimo

    2 anos não, vai ser tudo feito já no primeiro ano,...

  • Anónimo

    não me parece nadatudo o que seja para prejudicar ...

  • Anónimo

    Esta é que vai empurrar com a barriga...Não duvide...

  • oficialdejustica

  • oficialdejustica

    Obrigado Donzília por, finalmente, ver aqui uma "a...

  • Donzília Santos

    Esta sim, uma análise objetiva do blogger sobre pe...

  • Anónimo

    obrigado a ambos

  • oficialdejustica

    Sobre os Serviços Sociais do Ministério da Justiça...

  • Anónimo

    EntendidoAbraço solidário

  • oficialdejustica

    Há informações que não devem ser aqui divulgadas.

  • Anónimo

    “ao longo destes seis anos, tem angariado interess...

  • Anónimo

    Parecer nº 278 de 2019.10.15Processo n.º: 468/2019...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"


    subscrever feeds





    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................