Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 7 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................

Quinta-feira, 08.10.15

Finalmente a Sessão de Abertura do Ano Judicial

     Hoje realiza-se, no Supremo Tribunal de Justiça (STJ), a cerimónia solene de abertura do ano judicial que teve início no passado primeiro dia de setembro.

     O ano judicial do ano passado não teve a abertura legal que a LOSJ impunha mas, por fim, este ano já se cumprirá a previsão legal.

     Ao contrário do dia 5 de outubro, data que não foi agendada pela Presidência da República mas sim há mais de cem anos, a data de hoje foi mesmo agendada pela Presidência da República, pelo que a esta o Presidente da República irá não só comparecer como até discursará, pois esta data foi mesmo agendada pelo próprio e tem relevo na sua agenda, ao contrário do 5 de outubro que, como deixou de ser feriado nem esse relevo tinha na agenda.

     Fonte oficial de Belém assegurou à comunicação social que o Presidente da República comparecerá hoje no Supremo Tribunal de Justiça, embora a situação da governabilidade do Governo permaneça na mesma ambiguidade.

     A abertura do ano judicial em curso chegou a estar prevista para o dia 16 de setembro mas o Presidente da República julgou mais adequado que a cerimónia se realizasse depois das eleições tendo escolhido este dia de hoje.

     Além de Cavaco Silva estarão presentes na cerimónia, a bastonária da Ordem dos Advogados, Elina Fraga, a Procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal e o presidente do Supremo Tribunal de Justiça, António Henriques Gaspar.

     Não estará presente o Primeiro-ministro mas estará presente a ainda ministra da Justiça Paula Teixeira da Cruz, naquela que se desenha como sendo a sua última intervenção pública, enquanto governante, perante as magistraturas. Assunção Esteves, presidente da Assembleia da República, marcará presença, como obriga a lei, mas a comunicação social refere que não vai discursar, o que, a suceder, será uma atitude que contraria a lei.

     Recorde-se que a cerimónia que assinala a abertura do ano judicial encontra-se prevista no artigo 27º da LOSJ (Lei nº. 62/2013 de 26AGO). No nº. 1 do citado artigo está previsto que o ano judicial tenha início no primeiro dia de setembro e no nº. 2 consta que «A abertura do ano judicial é assinalada pela realização de uma sessão solene no Supremo Tribunal de Justiça, na qual usam da palavra, de pleno direito, o Presidente da República, o Presidente da Assembleia da República, o Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, o Primeiro-Ministro ou o membro do Governo responsável pela área da justiça, o Procurador-Geral da República e o Bastonário da Ordem dos Advogados.»

     Nas sessões de abertura de anos judiciais anteriores, tem-se verificado que as intervenções versam, em regra, não só sobre o estado da justiça como se mostram carregadas de críticas à atuação dos governantes, claro está que estas críticas não costumam ter origem nas intervenções dos membros do Governo.

STJ-Presidentes.jpg

     No passado dia 02OUT houve uma cerimónia que igualmente assinalou o início do novo ano judicial. Essa cerimónia ocorreu na Igreja da Misericórdia de Viseu. Nesta cerimónia estiveram presentes frei Bento Rodrigues e Elina Fraga, bastonária da Ordem dos Advogados (OA).

     A iniciativa foi da delegação de Viseu da Ordem dos Advogados que pretendeu assinalar a abertura do novo ano judicial.

     A Justiça foi um ponto comum nas intervenções de ambos. E se a conferência do frade dominicano e reputado pensador versou a ética aristotélica e a sua relação com a Justiça, já o discurso apresentado pela bastonária da OA renovou as críticas ao Governo – nomeadamente ao Ministério da Justiça – quanto ao novo mapa judiciário.

     Naquele que foi o último dia de campanha eleitoral, Elina Fraga lembrou que "de Justiça não se falou quase nada", pelo que ficaram por responder questões como "que tipo de correções é que se vão fazer no mapa judiciário?" e nesse contexto "que papel devem ter os juízes, procuradores e sobretudo advogados?".

     A bastonária reiterou a vontade da Ordem dos Advogados em levar "essas questões ao novo Governo e ao/à novo/a ministro/a da Justiça". Nesse sentido, Elina Fraga lembrou os "constrangimentos", a "concentração de processos" e os "atrasos significativos" que, segundo ela, foram motivados pelo novo mapa judiciário que entrou em funcionamento no segundo semestre de 2014.

     O dia de hoje, 8 de outubro, foi também referido naquela cerimónia, por ser a data em que decorrerá a abertura do ano judicial, de forma solene no STJ.

     “É preciso que se diga claramente se vamos percorrer o caminho que neste momento está a ser percorrido por Espanha, por exemplo, de uma justiça tendencialmente gratuita, ou se se continua a onerar o cidadão como tem vindo a acontecer”, afirmou Elina Fraga.

     A bastonária da OA lembrou que Viseu foi “o distrito mais fustigado com esta reorganização judiciária”, tendo sido “dificultado o acesso aos tribunais a um conjunto alargado de cidadãos que se encontram isolados, abandonados”.

     “Fui recentemente a Cinfães (norte do distrito) e tive oportunidade de percorrer aquela estrada e perceber como 30 quilómetros podem ser uma distância intransponível, sobretudo se for feita no inverno”, frisou.

     A bastonária referiu que “há um conjunto de custos que foram imputados aos cidadãos que decorrem também das suas próprias deslocações e que não foram compensados com uma diminuição das custas judiciais”.

     Estes e outros “constrangimentos que foram objetos de diagnóstico” têm, na sua opinião, que ser ultrapassados “logo que tome posse o próximo Governo”.

     Ao invés de “promessas de felicidade eterna ao cidadão”, os advogados, procuradores e juízes queriam saber “que tipo de correções é que se pretende fazer no mapa judiciário, que tipo de estatuto, de independência, autonomia, se pretende dar às magistraturas, que tipo de regime se quer em termos de custos associados à justiça”, frisou.

     Na sua opinião, é preciso saber “se é um custo da democracia que deve ser suportado pelo Estado ou se, pelo contrário, deve prevalecer o princípio do utilizador pagador: quem vai paga, se tiver dinheiro para pagar, se não que dirima os seus litígios à moda antiga”.

     A bastonária da Ordem dos Advogados lembrou também que “a concentração de processos não planificada fez com que houvesse atrasos significativos” nas diligências em muitas comarcas do país.

     “É preciso que tenhamos consciência de que esta justiça especializada que foi oferecida como uma garantia de qualidade na justiça não é especializada”, isto porque, segundo Elina Fraga, há “um conjunto de tribunais especializados onde estão juízes que não são especializados naquela matéria em concreto”, como juízes nos Tribunais de Família e Menores que eram da Instrução Criminal, juízes na Instrução Criminal que eram do cível, juízes a tramitar comércio que eram dos Tribunais de Trabalho.

     “Ainda que não exista uma inversão total nesta reorganização, é preciso dar formação aos magistrados para que exista não uma justiça, em termos de infraestrutura, especializada, mas para que quem administra a justiça tenha esse conhecimento especializado que pode ser uma mais-valia para que se imprima uma maior celeridade nos processos”, realçou.

     Àquela sessão protocolar, entre outros, estiveram também presentes Maria José Guerra, juíza presidente da Comarca de Viseu, Amaro Jorge, presidente do conselho distrital de Coimbra da Ordem dos Advogados, e Júlia Alves, presidente da delegação de Viseu da Ordem dos Advogados.

     Após o encerramento da sessão na Igreja da Misericórdia, os muitos presentes, onde estavam representadas diversas instituições da cidade e da região de Viseu, seguiram para as instalações do Museu Nacional Grão Vasco (MNGV). Aí foram realizadas duas visitas guiadas: uma à exposição temporária entre Deus e os Homens, a arte na Igreja de Viseu, promovida pela sua comissária, Fátima Eusébio, e uma outra visita à coleção permanente, conduzida por Paula Cardoso, do MNGV. No final, já nos claustros, houve um momento musical, aos sons da flauta transversal e do violino, antes do tradicional Dão de Honra.

     Para além da produção própria este artigo contém extratos de várias fontes, como: Jornal da Beira, Observador e Jornal de Negócios.

OA-ElinaFraga+MJ-PaulaTCruz=2.jpg

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas/"Tags":

às 08:08


BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Nem mais, estou com as mesmas ideias.

  • Anónimo

    Venha lá a requalificação para assistente técnico....

  • Anónimo

    Lamento esta súbita e inesperada atitude do SOJ. A...

  • Anónimo

    Não vejo a hora!

  • Anónimo

    Colega, essa foi a postura que permitiu permanênci...

  • Anónimo

    Concordo!!! É um serviço pago!! Se uma empresa dep...

  • Anónimo

    Às 12:15 a fazer comentários, chega aqui o cheir...

  • Anónimo

    Espero sinceramente que o estatuto fique como está...

  • Anónimo

    Não tenho roupa preta.

  • Anónimo

    Esta malta dos sindicatos deveria dar lugar a outr...

  • Anónimo

    A verdade é que se O SFJ tivesse ido atrás do SOJ ...

  • Anónimo

    Uma simples opinião: (entre uma digitalização)Que ...

  • Anónimo

    Completamente de acordo.

  • Jota Man

    Mais conversa a discutir quem disse o quê, quem fa...

  • Anónimo

    Este comentário do SOJ e a seguir o do SFJ são mai...

  • Anónimo

    Venha lá a requalificação para assistente técnico....

  • Anónimo

    E ele a bater no ceguinho! Tumba tumba ....

  • Anónimo

    JUSTIÇASindicato dos Oficiais de Justiça apresenta...

  • Anónimo

    O SOj continua a emitir comunicados, a DGAJ não es...

  • Anónimo

    Conforme refere o SOJ:"maioria quererá manter o st...

  • Anónimo

    O que o soj diz no Facebook, tem até um esclareci...

  • Anónimo

    Está lançada a confusão! Então, há ou não há promo...

  • Anónimo

    A insatisfação e o protesto da classe é mais do qu...

  • oficialdejustica

    Obrigado pela confirmação e alerta relativo às seg...

  • oficialdejustica

    Obrigado pelo alerta. De facto, havendo já quem te...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"


    subscrever feeds





    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................