Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 8 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................

Sábado, 21.05.16

A Polémica Dança de Carnaval

      Há vídeos que, de repente, todos querem ver na Internet e, quando isso acontece, todos lhe chamam vídeos virais. Ora, por estes dias, tornou-se também viral um vídeo relacionado com Oficiais de Justiça. Este vídeo não só foi visto na Internet como foi noticiado em todos os meios de comunicação social, nos escritos só com imagens, embora com vídeo nos seus sítios da internet e nas televisões com a passagem do vídeo.

      No vídeo podem ver-se algumas Oficiais de Justiça do Campus de Justiça de Lisboa, a dançar com um cabide, como se de um varão se tratasse. As imagens mostram as colegas de profissão a divertirem-se ao som de “You Can Leave Your Hat On”, de Joe Cocker, enquanto outros filmam o momento.

      Segundo escreve a “Nova Gente”, embora essa parte do vídeo, a existir, não seja visível, uma das funcionárias ainda tenta beijar um colega que continuou a trabalhar durante a dança e quando este se recusa, é chamado de "gay" pelos outros.

DancaVaraoDiapLx.jpg

      Em declarações ao Diário de Notícias, Fernando Jorge, presidente do Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ), explicou que "as imagens foram captadas na Terça-feira de Carnaval em 2013." Fernando Jorge referiu ainda que nesse ano o Governo retirou a tolerância de ponto e nesse dia os funcionários "decidiram almoçar" no trabalho e "no fim fizeram aquela brincadeira."

      Fernando Jorge afirma ainda que "a brincadeira não tem mal nenhum" mas que "a publicação nas redes sociais foi um erro. Isso é que é grave".

      “Eu conheço as funcionárias. São funcionárias de alta qualidade que trabalham muito e que até vão contra as indicações do sindicato, trabalhando além do horário, de borla", acrescenta Fernando Jorge.

      Ainda recentemente o Conselho dos Oficiais de Justiça (COJ) divulgou um alerta – muito pertinente, como se comprova – sobre este tipo de atitude. É certo que esta brincadeira; este momento de descompressão, foi realizado fora das horas de expediente e à porta fechada, em horário não acessível ao público e é também certo que este momento não prejudicou o serviço que havia que fazer, pois tal serviço acaba sempre por se fazer, ainda que tal implique sair mais tarde do serviço.

      A brincadeira é de facto irrelevante, mas a publicação/divulgação é que já não o é. A divulgação pública deste vídeo privado constituiu um erro, porquanto foi mal entendido e motivou reações de incompreensão de dimensão exagerada e desnecessária.

      E uma das reações exageradas é, surpreendentemente, a do Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ) que divulgou a seguinte nota: «Após um primeiro momento de completa surpresa, o SOJ esclarece que, a confirmarem-se as situações hoje publicadas na “imprensa sensacionalista”, o SOJ e os seus representados não se revêm nas mesma.»

      É certo que o vídeo foi inicialmente divulgado na imprensa sensacionalista e, posteriormente, por toda a imprensa. Independentemente da imprensa ser ou não ser sensacionalista, pois tal facto é irrelevante, interessava ao SOJ apurar em que circunstâncias ocorreram aqueles factos e explicá-los, em vez de se pôr automaticamente de fora do assunto, o que não devia fazer, pois sendo um sindicato dos Oficiais de Justiça e sendo estes os visados, não deveria reagir publicamente dessa forma.

      Sempre que haja algum Oficial de Justiça que proceda de forma errada ou de forma menos correta, cumpre aos sindicatos verificar as circunstâncias de tal ocorrência e caso se apure que há uma atuação dolosa, cumpre ainda ao sindicato apontá-la mas salvaguardando a sua excecionalidade e a imagem global dos Oficiais de Justiça.

      Com a irrefletida comunicação do SOJ, os Oficiais de Justiça filiados naquele sindicato ficam com receio se serão alguma vez defendidos, quando cometam algum erro, erro no qual “o SOJ e os seus representados não se revejam”.

      Neste caso, tivemos duas reações diferentes, por parte dos dois sindicatos: O SOJ disse estar surpreendido e não se rever naquilo, enquanto o SFJ explicou o sucedido e minimizou a atuação das protagonistas, não deixando de assinalar o erro da publicação. Aliás, o presidente do SFJ ainda foi mais longe alegando que conhecia as protagonistas e que eram excelentes profissionais.

      Ao SOJ competia ter uma atitude semelhante. Mesmo sem conhecer as protagonistas do vídeo e mais pormenores sobre o mesmo, facilmente poderia ter afirmado que se tratava de uma brincadeira, de um caso isolado, e que ocorrera à porta fechada, portanto, fora do horário de atendimento ao público, pois quem conhece a realidade dos tribunais, bem sabe quando se relaxa, como se descomprime e que tal não afeta, bem pelo contrário, a produtividade do serviço.

      SFJ: 1 – SOJ: 0.

NovaGenteCapa.jpg

      Por fim, importa aqui realçar que a atitude de descontração no local de trabalho não significa que se trabalha pior, bem pelo contrário, é precisamente esta atitude que permite continuar a efetuar um trabalho complexo e intenso, em que as vidas das pessoas, que acorrem ou são obrigadas a acorrer a estes serviços, estão nos seus piores momentos e estão em causa.

      Recorde-se que são aquelas mesmas Oficiais de Justiça que durante todo o dia lidam com os mais diversos problemas sociais e de falta de sociabilidade. São queixosos e criminosos, são menores e maiores; são vidas e vidas complexas e uma grande falta de tempo para lhes prestar a devida e maior atenção, obrigando a um trabalho que deve ser atento, em grande quantidade mas também rápido.

      O desgaste que esta atuação provoca é notório e tanto mais notório é quanto maior é a exuberância e a extensão da descompressão. Aquilo que se vê no vídeo é uma brincadeira mas não é apenas uma brincadeira, é uma forma de manter a periclitante sanidade mental após tanta insanidade e alienação social com que se veem obrigadas a lidar.

      Como já se disse, esse momento de descontração não tem qualquer inconveniente, é até saudável e devia mesmo ser obrigatório haver momentos assim que permitissem atirar para trás das costas os problemas diários, dos quais nem todos se conseguem desligar ou distanciar. Aqui o problema não está no ato filmado mas na divulgação da filmagem, não que haja inconveniente nessa divulgação em si, mas porque vivemos em Portugal, país onde todos apontarão o dedo dizendo: “vejam lá, é para isto que lhes pagamos ao fim do mês?”, sem terem o discernimento suficiente de querer perceber que não é nada disso o que se passa na realidade, aliás, longe disso, mas poluídos pelos “mass media” e a sua vontade de obter mais “Likes” e cliques de qualquer género, isto é, visualizações e vendas, ou seja, dinheiro; sacrificarão toda e qualquer racionalidade e inteligência pela popularidade comercial, isto é, o sensacionalismo.

      Os Oficiais de Justiça, como elementos integradores do sistema de justiça, devem evitar a todo o custo serem vítimas deste sensacionalismo, enquanto continuam, e bem, a arranjar formas saudáveis de descompressão que, afinal, consistem apenas em formas de sobrevivência.

      Pode ver o polémico vídeo aqui em baixo.

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:01


BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Conversa da treta, própria de membro do governo. ...

  • Anónimo

    Não sou contrainteressado nem ao curso de secretar...

  • Anónimo

    Colega o convite a contratação pública foi endereç...

  • Anónimo

    O seu 3º parágrafo desde logo o denuncia! Um dos g...

  • Anónimo

    Este é o melhor discurso para nada ser feito...

  • Anónimo

    O lamentável é ver colegas contra colegas.Mais exp...

  • Anónimo

    Mas o sfj tambem reuniu ou não? Todos temos o dire...

  • Anónimo

    Infelizmente, nada surpreende do que aqui é referi...

  • Anónimo

    É difícil beber do próprio veneno. Mas não foram o...

  • Anónimo

    ops...lembro-me deste tipo de "argumentário" há re...

  • Anónimo

    Pergunto-me que experiência teriam no cargo os pri...

  • Anónimo

    Só me ocorre uma palavra para qualificar o argumen...

  • Anónimo

    até o governo do ultimo pós bancarrota contratou m...

  • Anónimo

    era só seguir a jurisprudência governativa mais re...

  • Anónimo

    Não sabia que agora podia haver reinados na admini...

  • Anónimo

    Ou seja perpetuavam-se ad eternum.Dura Lex Sed Lex

  • Anónimo

    Nao sou contrainteressado no concurso mas o releva...

  • Anónimo

    Num futuro muito próximo, um grande número de Ofic...

  • Anónimo

    Eu duvido que alguma coisa de interesse para a cla...

  • Anónimo

    Vamos esperar que a Senhora Ministra da Justiça es...

  • Anónimo

    VAMOS LÁ A VER SE NOS ENTENDEMOS.SE QUEREMOS ALGO,...

  • Anónimo

    Começa bem..."chumbo de novas vagas para oficial d...

  • Anónimo

    EHEHEH NUNCA ENCONTRAM NADA

  • Anónimo

    NEM MAIS! LUTA!

  • Anónimo

    Dignidade! é isso mesmo dignificar! será pedir mui...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"


    subscrever feeds





    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................