Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 7 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................

Quarta-feira, 09.01.19

As cativações em tudo o que diz respeito à carreira dos Oficiais de Justiça

      O Sindicato dos Trabalhadores dos Registos e do Notariado (STRN) apelou esta semana aos seus associados para que estes "cumpram rigorosamente e apenas o seu horário de trabalho", por forma "a desmascarar a dramática falta de trabalhadores" do setor.

      O apelo consta de um comunicado enviado pelo STRN aos seus associados, em que refere que o Governo "não dá solução" ao problema de falta de trabalhadores do setor, prejudicando assim gravemente os cidadãos que recorrem aos serviços.

      O STRN salienta que o setor dos Registos e Notariado – a "principal fonte de receita do Ministério da Justiça" – está a trabalhar com um défice de mais de 1500 trabalhadores, ou seja, uma carência superior a 30% relativamente aos cerca de 5000 trabalhadores do setor, o que, em termos práticos, significa estado de falência técnica.

Vendados.jpg

      Este mesmo apelo do STRN pode ser redirecionado para os Oficiais de Justiça. Atualmente, de acordo com os números constantes das últimas listas de antiguidade divulgadas, com referência ao dia 31-12-2017, o pessoal Oficial de Justiça totaliza 7819 elementos. De acordo com o quadro legal seriam necessários 8974 Oficiais de Justiça para cabalmente cobrir todas as necessidades. Assim, o défice de Oficiais de Justiça é; ou era à data das últimas listas de antiguidade divulgadas no ano passado, de 1155 e este número é a diferença para o quadro legal, isto é, para o quadro fixado como necessário pelo Governo, tanto pelo anterior como pelo atual Governo.

      Esta carência de Oficiais de Justiça arrasta-se há imensos anos mas, mais grave ainda, é a carência de Oficiais de Justiça colocados nas respetivas categorias, especialmente nas categorias de Escrivães Adjuntos e de Técnicos de Justiça Adjuntos; categorias estas que estão a ser ocupadas e desempenhadas por Oficiais de Justiça de categoria inferior não sendo remunerados em conformidade; mais uma cativação aplicada à carreira.

OJ-TotaisAnuais-Grafico2017+LinhaVerde.jpg

      O prejuízo infligido na carreira e nos vencimentos dos Oficiais de Justiça surge por todos os lados: desde o congelamento da carreira e das progressões durante quase uma década; descongelamento que o Governo teima em não conceder de forma negociada como se requer e se impõe, causando prejuízos na casa das centenas de euros a cada mês nos vencimentos dos Oficiais de Justiça e a conformação da carreira às respetivas categorias configura um segundo apunhalamento que estrangula a carreira e o dia-a-dia dos Oficiais de Justiça. O prejuízo é enorme para cada Oficial de Justiça.

      Depois de um ano com tantas greves e de um inédito plenário nacional, 2018 continuou a ser mais um ano em que não aconteceu nada a não ser a apresentação de propostas indignas para a carreira dos Oficiais de Justiça.

      Este ano 2019 já se encontram marcadas e previstas muitas outras greves e mais um plenário nacional.

      Recorde-se que depois da reorganização judiciária levada a cabo em setembro de 2014, tanto o anterior Governo como o atual, prometeram lançar um novo estatuto para os Oficiais de Justiça mas nenhum destes dois governos – e o atual já está no quarto ano, isto é, em fim de mandato – ousou concluir uma negociação séria e não apenas um fazer de conta e um empurrar com a barriga até para depois das legislativas de outubro deste ano, para o novo Governo que dessas eleições se constituir.

      Está em curso uma greve sectorial até ao fim deste mês de janeiro, em que cada dia os Oficiais de Justiça ao serviço em tribunais, juízos, secções ou serviços diversos, fazem greve. Ao mesmo tempo há duas outras greves, praticamente iguais, a todo o serviço fora das horas laboráveis, isto é, ao trabalho suplementar que possa ocorrer na hora de almoço (das 12H30 às 13H30) e depois das 17H00 até às 09H00 do dia seguinte.

      Este pacote de três greves em curso é acompanhado ainda por um plenário nacional com concentração e manifestação em frente ao Supremo Tribunal de Justiça por altura da realização da sessão solene que marca a abertura do ano judicial, já para a semana, no próximo dia 15JAN.

      Assim, o mesmo apelo que esta semana o Sindicato dos Trabalhadores dos Registos e do Notariado (STRN) realizou para que os trabalhadores que representa "cumpram rigorosamente e apenas o seu horário de trabalho", por forma "a desmascarar a dramática falta de trabalhadores" do setor, é um apelo que pode ser duplicado para os Oficiais de Justiça, tanto mais que, também de forma inédita, os Oficiais de Justiça têm decretada uma greve para fora do período horário normal de funcionamento dos tribunais e dos serviços do Ministério Público. Ou seja, os Oficiais de Justiça, nas horas que deveriam estar em casa podem estar de greve e, pasme-se, mesmo para essas horas não laboráveis, foram fixados serviços mínimos para todas as horas; para as 24 horas de cada dia. E isto é escandaloso e inadmissível.

      Depois de todos os cortes nos vencimentos, acrescenta-se ainda mais horas de trabalho e, pasme-se de novo, sem qualquer remuneração ou consideração de qualquer espécie.

      O prejuízo dos Oficiais de Justiça soma-se, acumula-se, amontoa-se e afunda cada trabalhador desta profissão numa desilusão permanente e sem qualquer luz ao fundo do túnel.

      Assim, não só se impõe o mesmo apelo ao escrupuloso cumprimento do horário de trabalho como também se impõe a adesão a todas as formas de luta que estejam em curso.

      O já mencionado Sindicato STRN refere ainda que o Instituto de Registos e do Notariado (IRN) não paga quaisquer horas extraordinárias, "acomodando-se assim ao esforço e ao brio profissional" dos trabalhadores, que já estão em "total exaustão". Soam-lhe estas afirmações? Claro que sim, os Oficiais de Justiça também trabalham para além daquilo a que são obrigados, sendo apenas compensados pelo seu brio pessoal e com a sua consciência, porque ao nível do reconhecimento desse esforço e desse brio, com a devida compensação, nada sucede e nada sucede há, pelo menos, mais de uma década.

      A situação é claramente insustentável e impõe a consciência e a ação de todos estes profissionais desta área governamental, cujos problemas surgem como espantosamente (ou até não) a todos comuns e teimosamente inultrapassáveis, perante a estratégia que é também comum a todos os membros dos dois últimos governos, apesar da diferenciação cromática dos seus símbolos.

CalendarioGrevesJAN2019.jpg

      A não esquecer:

      Hoje, 09JAN, é mais um dia (o terceiro) da greve sectorial que decorre até ao final do mês, aplicando-se a todos – sindicalizados num ou noutro sindicato ou em nenhum – os Oficiais de Justiça que desempenham funções no Tribunal da Propriedade Intelectual e do Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão.

      Amanhã, 10JAN, será o dia dos Oficiais de Justiça que desempenham funções nos Tribunais: Marítimo, Constitucional e de Contas.

      Pode ver a “calendarização” completa deste mês, seguindo a hiperligação incorporada.

      Para além desta greve, continuam ativas as outras duas às horas suplementares e para a semana (15JAN) o plenário-concentração-manifestação nacional em Lisboa.

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:09


BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    E pronto, o trabalho de "campo" está feito. Podem ...

  • Anónimo

    Cada um a puxar a brasa para a sua sardinha... tri...

  • Anónimo

    Pronto, se há vagas para Secretário, vamos lá entã...

  • Anónimo

    O mais injusto é passarem pessoas com o 12.º ano (...

  • Anónimo

    MENTIRA POR NÃO SER CONSENSUAL, NÃO TEM VIABILIDAD...

  • Anónimo

    bem visto

  • Anónimo

    Exato. E também dos Escrivães que substituem os Se...

  • Anónimo

    Não é necessariamente uma má notícia, é importante...

  • Anónimo

    Venham agora os teóricos das "gotículas", que pulu...

  • Anónimo

    Confirma-se aquilo que há muito se falava e que mu...

  • Anónimo

    Uma forma original de exterminar o movimento sindi...

  • Anónimo

    tanta insistência pelo estatuto só pode ser de alg...

  • Anónimo

    https://jornalacores9.pt - 20 janeiro de 2020 "Min...

  • Anónimo

    A tal teoria da "gripezinha" não é?

  • Anónimo

    Claro que na sua cabeca a vida da colega e de todo...

  • Anónimo

    ainda bem ... convenhamos que o novo estatuto prop...

  • Anónimo

    Quem dera que fosse apenas nesse oeste. É geral.

  • Anónimo

    Uma oficial de justiça da Amadora está infetada co...

  • Anónimo

    Quanto á a implementação de apropriados modelos de...

  • Anónimo

    Concordo com o comentário. Daqui a pouco mais de ...

  • Anónimo

    Início das negociações do novo Estatuto. 7 de maio...

  • oficialdejustica

    A opção de gravar os endereços de IP dos comentado...

  • Anónimo

    Oh colega, deixe lá os goticologistas falar. Estav...

  • Anónimo

    Tenho lido algumas resposta de Oficiais de Justiça...

  • Anónimo

    Falar mais alto produz mais gotículas, apontam ain...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"


    subscrever feeds





    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................