Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 7 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................

Quinta-feira, 20.12.18

A disponibilidade para algumas reanálises

      O Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ) divulgou ontem uma informação sindical na qual informa que reuniu com a ministra da Justiça no dia anterior.

      Do conteúdo da reunião nada consta a não ser a seguinte informação:

      «A Senhora Ministra mostrou-se disponível, e comprometeu-se a reanalisar as nossas propostas, com o objetivo de ir de encontro a algumas das nossas posições.»

      Tudo o mais que consta na informação sindical não tem nada a ver com a dita reunião, que mais parece ter sido um mero encontro, constando apenas declarações de intenções e desejos do SFJ.

      Quanto ao concreto conteúdo da tal reunião, a tal manifestação de disponibilidade e compromisso de reanálise, é algo que, neste momento, está gasto, pois já no passado houve idênticas manifestações e compromissos que resultaram, sempre, num grande nada.

      Curiosamente, note-se, que o SFJ refere ainda que a tal manifestação de disponibilidade e compromisso da ministra da Justiça tem como objetivo ir ao encontro de “algumas das nossas posições”. Ou seja: “algumas”.

      Quer isto dizer que a tal disponibilidade nem sequer é para tudo mas apenas para algumas das posições defendidas pelo SFJ. Assim, temos uma disponibilidade para reanalisar que vale apenas isso mesmo: uma possibilidade e nada de concreto e, dentro dessa possibilidade, o objetivo é a da reanálise de apenas “algumas posições”.

      Ora, tudo isto é o quê? Nada! Isto não é nada e tem perspetivas para ser algo? Não! Não tem perspetivas nenhumas para vir a ser algo mas antes para continuar a ser nada.

      Perante isto, o SFJ aprecia assim a disponibilidade:

      «Esta disponibilidade em reapreciar os nossos fundamentos, revelada pela Sra. Ministra da Justiça nesta reunião, constituiu sem dúvida um fator positivo, bem diferente de reuniões anteriores, mas não mais do que isso, pelo que, obviamente, tal não altera em nada a estratégia de luta definida pelo SFJ.»

      Ou seja, embora exista o tal “fator positivo”, tal fator “não é mais do que isso” e “tal não altera em nada a estratégia de luta definida pelo SFJ.”

      Ainda bem que a postura do SFJ é agora esta de não aceitar uma mão cheia de nada como no passado aceitou, reiteradamente, impedindo que tivesse uma estratégia de luta, não só própria como também alheia, pois com compromissos e disponibilidades assim chegou a contestar a greve dos três dias de janeiro deste ano marcada pelo SOJ.

      Ainda bem que hoje estamos perante uma estrutura sindical que aprendeu, aprendeu com os erros cometidos, e, por isso mesmo, na mesma referida informação sindical afirma que «Como sempre temos assumido, só suspendemos a luta em face de propostas concretas do Ministério da Justiça, que respeitem os Oficiais de Justiça, e que permitam retomar as negociações de forma séria.»

      Muito bem, é isso mesmo que os Oficiais de Justiça pretendem e sempre pretenderam: “propostas concretas”; “que respeitem os Oficiais de Justiça” e um “retomar das negociações de forma séria”.

      A informação sindical conclui com uma manifestação de princípios na qual o SFJ afirma estar “sempre disponível para uma negociação com boa-fé, mas sem nunca abdicar da defesa intransigente de uma carreira digna”.

      Assim, pese embora não se tenha nada de palpável e da tal reunião ou encontro nada de concreto ou de especial se transmita, embora a informação sindical nada de relevo informe, serve pelo menos para o reafirmar das intenções deste Sindicato numa postura que, a manter-se assim, permite aos Oficiais de Justiça acreditar que os erros do passado não se voltarão, pelo menos para já, a repetir.

LapisAfiadoCaderno.jpg

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:10


5 comentários

De Anónimo a 20.12.2018 às 10:03

Mais do mesmo...blá, blá, blá.

De Anónimo a 20.12.2018 às 15:18

Uns afirmam que " houve resposta à situação dos actuais Oficiais de Justiça."

https://soj.pt/grandes-linhas-do-novo-estatuto-dos-oficiais-de-justica/

Outros referem que "a Senhora Ministra mostrou-se disponível, e comprometeu-se a reanalisar as nossas propostas, com o objetivo de ir de encontro a algumas das nossas posições"

https://www.sfj.pt/informação/comunicados/2892-informacao-sindical-19-de-dezembro-de-2018.html

Anda-se em greve neste setor há dois meses (só para não dizer 20 anos…) tal como se anda em greve noutros.

Por exemplo: os Enfermeiros estão em greve mas, perante o desagrado da opinião pública em especial dos doentes que ficam sem tratamento, vieram dar mostras de grande apego ao serviço público e vão trabalhar na quadra natalícia. A tutela exagerou na rétorica e teve que se desculpar publicamente. Vitória!

Já os Guardas Prisionais, perante os motins que se verificaram nos EP já viram o MJ abrir um " procedimento concursal para a constituição de reserva de recrutamento para o preenchimento das vagas (M/F) para admissão ao Curso de Formação Inicial para a carreira de Guarda Prisional (CFICGP), que vierem a ser definidas por despacho conjunto dos membros do Governo responsáveis pelas áreas das finanças e da Administração Pública " Vitória ?

https://dgrsp.justica.gov.pt/Portals/16/Recursos%20Humanos/Concursos/207-G-2018/Avs_18640-2018.pdf?ver=2018-12-13-111557-080

Portanto, quanto aos enfermeiros, terá sido avaliado o efeito da luta e deu-se um sinal ao seu público específico e a ministra entrou à leão e saiu de sendeiro...

Quanto aos guardas prisionais terá sido feita uma avaliação do efeito da sua luta e quem deu um sinal foi a tutela com a abertura de um concurso que não se sabe para quantas vagas será mas que se sabe que essa decisão será tomada pelas finanças.

Nem os doentes gostam de correr riscos por não haver quem os trate, nem os reclusos gostam de ficar sem receber visitas nos estabelecimentos em que se encontram a expiar as suas penas.

Além disso, há o coro de responsáveis políticos e comentadores que ampliam o ruído em torno dessas lutas laborais mas que dão grande visibilidade aos protestos

De Anónimo a 20.12.2018 às 15:19

(cont.)

E nos tribunais? A sua clientela parece que até não desgosta de ver a sua diligência adiada...

Mas afinal que avaliação se fez dos efeitos da luta?

Fazem-se uns comunicados, desejam-se boas festas a todos, enaltece-se a união, marcarm-se mais greves e voltamos para o ano com mais novidades.

Será que isto chega?

Quem sabe qual é o sentir do Povo (e da Tutela!) quanto aos efeitos da luta mediaticamente quase invisível que se trava nos tribunais?

Permita-se um àparte (que não o é):

Será que, recentemente, se a PJ não tivesse avançado para as detenções relativas a Tancos a PSP teria avançado também com as detenções que permitiram à opinião pública perceber a relação entre Tancos ( e Carregueira e Alfeite tb? ) e o sucedido com as armas da DN da PSP?

Nesse caso, a opinião pública vê com preocupação que a degradação das condições de vida dos elementos das forças de segurança e militares pode estar na base do(s) sucedido(s), aliada à "impunidade" de quem tem que andar armado no exercício da sua profissão ampliada pelo desinteresse da hierarquia apenas preocupada com a promoção ao posto imediatamente acima.

Ora, nos Tribunais há quem queira precarizar ao máximo a situação laboral exatamente daqueles que apoiam os magistrados de forma mais próxima : os auxiliares.

Ou seja, tal como já se passa nas FA e de Segurança, vai-se criar na Justiça e em redor dos Magistrados um terreno propício à criação e propagação de fungos.

E isso convirá aos adeptos do quanto pior, melhor.
Mas, decerto, não convirá, nem ao Povo, nem à Democracia.

De Anónimo a 20.12.2018 às 20:53

Conhece-se a árvore pelos seus frutos.
A árvore vai envelhecendo e nada de frutos.

De Anónimo a 21.12.2018 às 13:24

Uma mão cheia de nada.
O Estatuto já devia ter redacção final.
Os 10% já deviam estar no vencimento há muito. É lá o seu lugar.
A aposentação já devia ter sido negociada à parte do Estatuto!

Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Estou chocada com este artigo. Como funcionários p...

  • Anónimo

    bom dia,este ano vai abrir concurso público?

  • Anónimo

    Será que o Senhor Secretario de Estado já convocou...

  • Manuela Rodrigues

    Não entendo o porquê de tanto alarido, sai quando ...

  • oficialdejustica

    Resposta ao Comentário Anónimo de 25-05-2020 às 13...

  • oficialdejustica

    Na quarta não foi este que aqui está em causa.

  • oficialdejustica

    Pois foi promulgado e só hoje. Ainda bem que veio ...

  • Anónimo

    Foi promulgado hoje. Siga o seu conselho - informe...

  • Anónimo

    "o Ministério da Justiça deveria fornecer máscaras...

  • Anónimo

    Ja foi promulgada na quarta feira. Informe-se melh...

  • Anónimo

    "Ley Orgánica 19/2003, de 23 de diciembre - reform...

  • Anónimo

    "El Tribunal Superior de Xustiza de Galicia acogió...

  • Anónimo

    O que foi aprovado foi uma proposta de lei, que se...

  • Anónimo

    Tenho 3 cheques das finanças perdidos referentes a...

  • Anónimo

    É um sindicato morto, o seu staff pestaneja muito,...

  • Anónimo

    Sindicalismo "do silêncio"!Um comunicado silencios...

  • Anónimo

    sfj, de mal a pior...

  • Anónimo

    Aquando da revisão dos Estatutos das Magistraturas...

  • Anónimo

    concomitantemente, chegou a comentar-se nos OCS um...

  • Anónimo

    Este prémio em bom rigor foi criado para estancar ...

  • Anónimo

    Premios Segurança Social - O prémio de desempenho...

  • Anónimo

    Que esta iniciativa/projeto, que é o blog, não se ...

  • Anónimo

    Concordo com a pergunta e o sentido da mesma. Já ...

  • Anónimo

    Uma pergunta:quem já for escrivão ou técnico de ju...

  • Anónimo

    E o facto de ser detentor desses cursos é sinónimo...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"






    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................