Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 11 ANOS de publicações DIÁRIAS especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt
Bem-vindo(a) à página do Diário Digital dos Oficiais de Justiça de Portugal. Aqui encontra todos os dias informação com interesse geral para o mundo da Justiça e em particular para os Oficiais de Justiça. Desfrute!
...............................................................................................................................
GREVES ATIVAS DISPONÍVEIS DIARIAMENTE PARA TODOS OS OFICIAIS DE JUSTIÇA:
-
1-- Desde 10-01-2023 - SOJ: Greve de todas as tardes após as 13H30 até às 24H00, por tempo indeterminado e SEM serviços mínimos (desde 22-03-2023, mais de 2 meses depois, teve serviços mínimos, até à decisão da Relação de Lisboa que, 6 meses depois, os anulou).
Pode consultar o Aviso Prévio desta Greve do SOJ por aqui
Pode consultar o Acórdão do Colégio Arbitral que fixa os serviços mínimos por aqui e
Também pode consultar o ofício da DGAJ que divulga os mesmos serviços mínimos por aqui
E por aqui acede à informação do SOJ de 14SET2023 sobre a anulação dos serviços mínimos.
-
2-- Desde 20-12-2023 - SFJ: Greve das 2 manhãs: quartas e sextas-feiras, desde as 09H00 até às 12H30 - SEM serviços mínimos (dura até 26-04-2024).
Pode consultar o Aviso Prévio desta Greve do SFJ por aqui
Pode consultar o acórdão do colégio arbitral sobre esta Greve do SFJ por aqui
-
3-- Desde 08-01-2024 - SFJ: Greve ao trabalho fora das horas de expediente das secretarias (almoço e após as 17h), por tempo indeterminado e SEM serviços mínimos..Apesar de não ter sido divulgado o Aviso Prévio de Greve, o que nele constará poderá corresponder à reprodução da informação sindical que encontra abaixo. Os serviços mínimos foram aplicados inicialmente apenas ao período das 17h às 24h, mas, por acórdão do TRL de 24-04-2024, foram anulados.
Pode consultar o Acórdão do Colégio Arbitral por aqui.
Pode consultar a informação sindical de 05-01-2024, com resenha histórica, por aqui.
Pode consultar a informação sindical de 08-01-2024 sobre serviços mínimos por aqui.
Pode consultar o acórdão do TRL de 24-04-2024 que anula os serviços mínimos por aqui.
E por aqui pode consultar a informação sindical de 24-04-2024 sobre a a decisão do TRL.
-
4-- Desde 07-05-2024 - SFJ: Greve para o período das manhãs, por tempo indeterminado, a anunciar em breve. Pode consultar a informação sindical do SFJ que lhe faz referência por aqui
...............................................................................................................................

FOLHA DE CÁLCULO DIFERENÇAS RECONSTITUIÇÃO TEMPO PROVISÓRIO
Pode aceder por AQUI à folha de cálculo que criamos (Excel) como um exemplo do cálculo da diferença do período de provisoriedade (exemplo para um Escrivão ou Técnico de Justiça Auxiliar, de 1999 a 2023) para cumprimento da sentença do TACL. Pode (deve) saber mais por AQUI
...............................................................................................................................

Domingo, 25.02.24

A Oficial de Justiça Alice na Finitude dos Dias Imperfeitos

      «Horas sem fim a planear, preparar e executar atividades nos processos. Meses, anos a fio, a aplicar procedimentos, automatismos, ferramentas sempre a serem revistos, fazer ofícios, abrir processos, agendar e acompanhar diligências, reproduzir atas, organizar documentos que se acumulavam de forma obstinada, matando a esperança da tarefa concluída.

      Ao fim de tantos anos, continuava desinquieta com a urgência dos prazos, de despachos, de diligências, dos caprichos enfatuados de muitos magistrados e advogados, e sobretudo com os fragmentos de vidas e de dramas que atravessavam os seus dias. Havia dias que aquele tribunal parecia destilar séries monocórdias de um presente insustentável sem opções e sem esperança.»

      Este extrato que acabamos de reproduzir pertence à personagem Alice, que é Oficial de Justiça num Tribunal, e encontra-se nas páginas do romance intitulado “A finitude dos dias imperfeitos”.

      Nesta obra, da autoria de Ângela Maria Lopez, pretende-se mergulhar os leitores no complexo mundo da justiça, onde a autora trabalha há mais de 30 anos, essencialmente na área da família e menores.

      Nas funções que a autora exerce, reconhece como primeiros interlocutores com o sistema judicial os Oficiais de Justiça e, por isso, a sua personagem da Alice surge natural e necessariamente.

      A autora avisa-nos que apesar de Alice ser uma personagem fictícia, no entanto ela existe mesmo. Diz assim a autora: «A Alice existe, cruzei-me com muitas Alice. Ainda esta semana estive com ela, eficiente, atenta, solícita, angustiada com as inúmeras tarefas a cumprir, pressionada por telefonemas, injunções, diligências, interpelações, chamadas…»

      Neste romance que pretende divulgar as dificuldades do sistema judicial, mas também a sua dimensão mais humana, Alice é uma das personagens principais, uma Oficial de Justiça que interroga a complexidade do mundo em que trabalha.

      Tal como a outra Alice do romance de Lewis Carroll, a sua própria identidade é posta em causa pelas estranhas lógicas de uma teia relacional que a ligam a outras personagens através da função que exerce, numa procura de sentido às tarefas repetitivas, sempre inacabadas, pouco reconhecidas em que, tal como na sua vida pessoal, acaba por se tornar o que não quer ser.

      Num dia imperfeito, a lógica absurda dos procedimentos que tem de cumprir confronta-a com a violência do sistema na sua normalidade para quem nele trabalha e para a quem ele recorre. 

      Tal como a pequena Alice do País das Maravilhas, esta personagem adulta para além dos questionamentos sobre o “O que é o normal e anómalo”, “o juto e o injusto” também se interroga sobre o que pode continuar a fazer sentido no lugar basilar e pouco visível que lhe é atribuído neste universo opaco, pouco eficiente pela sua complexidade e pelos seus formalismos. Um sistema em que o tempo nas suas lógicas funcionais, instrumentais se perde, escapa, esmaga as pessoas que a ele recorrem, mas também a quem nele trabalha.

      Face às lógicas e limites daquele espaço-tempo do judiciário face a um mundo em constantes transformações, Alice, em busca de sentido aos dilemas pessoais e profissionais, constrói um espaço próprio para além das injunções formais, dos desentendimentos, dos desencontros, da violência, das dimensões trágicas da existência humana.

      Segue mais um extrato:

      «Desgastava-se mesmo assim na procura de sentido do decurso dos dias, nas tarefas desgastantes, quase todas sem sentido para melhorar a vida das pessoas. Não aspirava a um mundo perfeito, apenas queria manter a ilusão de não acreditar que isto tudo era um embuste. Ouvia, muitas vezes, nos desabafos, nas lamúrias, nas tagarelices constantes dos colegas que não estava sozinha nessa procura.»

      Pode folhear o livro, lendo algumas páginas do mesmo, acedendo pela seguinte hiperligação:

https://biblioteca.bertrand.pt/reader/index.html

      «Havia dias assim. Dias imperfeitos como este fim de tarde de domingo de março ensombrado desde a manhã por uma chuva miudinha e persistente. Tinha chegado aos cinquenta anos. Já começavam a ser muitos e cada ano parecia mais acelerado na sua vertiginosa irreversibilidade.

      Seria o tempo a passar ou a Alice que não se tinha apercebido da passagem do tempo?»

      Pode saber mais sobre a autora e sobre este romance – que hoje aconselhamos – e mesmo adquiri-lo, através das seguintes hiperligações:

https://angelalopez185907333.wordpress.com/
https://entreagente-comunicoergosum.blogspot.com/
https://www.bertrand.pt/livro/a-finitude-dos-dias-imperfeitos-angela-lopez/29156145
https://www.wook.pt/livro/a-finitude-dos-dias-imperfeitos-angela-lopez/29156145

Capa=AFinitudeDosDiasImperfeitos.jpg

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas/"Tags":

às 08:05


15 comentários

De Anónimo a 25.02.2024 às 09:37


Livro é casa um oficial de justiça com anos de trabalho. Livro vivido e nada de novo.

A unica novidade é o enterro da profissão e da vida com o passar dos anos.

Desgaste que todos teimam em não querer ver.

Já fomos.

De Anónimo a 25.02.2024 às 11:01

com uma ponta de inveja: é típico.

faz igual ou melhor.

mas já estás reformado e dás conta que nada fizeste.

faz alguma coisa enquanto é tempo

De Anónimo a 25.02.2024 às 16:37

Sim, tu nada fizeste.
Ou se fizeste foi pendurares-te nis colegas do lado.
Esse paleio de fazer trezansa a mofo.

De Anónimo a 25.02.2024 às 17:20

Inveja de dias de merda?

Eu não quero deixar nem guardar memórias deste ambiente que se vive nos tribunais.

De Anónimo a 25.02.2024 às 18:05

Não é ponta é grossa.
Fica com as memórias que queiras pá. Nessa vidinha que levas.

De Anónimo a 25.02.2024 às 11:58

O nosso cérebro é a nossa melhor coisa e ao mesmo tempo a maior maldição porque nós limita a percepção das coisas.

O socialismo vivido no país nos últimos anos, sem outra escolha ou forma de entendimento, apenas intercalado por um resgate da troika, trouxe-nos até aqui. Quase 9 anos vividos em puro socialismo á esquerda, atrasamo-nos e estamos cada vez mais perto da cauda da Europa. As instituições começam a ruir, muitos dos seus edifícios estão decadentes, assim como é decadente o "edifício" que governa as pessoas que neles trabalha.
Na justiça, nas Conservatórias e nos tribunais, o caos começa a sentir-se com uma intensidade que já não é possível de esconder.

Há serviços que deixam de funcionar para nunca mais existirem.

O programa justiça mais (+) próxima ou balcão mais (+) é uma valente treta. Do funciona nos grandes tribunais e estes são poucos no país tão pequeno como o nosso.

Os funcionários que antes se perdiam na realização das tarefas agora perdem-se também nos edifícios vazios.

Precisamos de uma mudança urgente como um pulmão precisa de ar para funcionar.

Acreditem que é possível fazer melhor e não se deixem levar pelos enganos que formataram o nosso cérebro nos últimos anos.

Sabemos que a morte é um destino anunciado da pessoa mas não tem de ser a morte da sua obra e nós que trabalhamos no edifício da justiça queremos que este seja um valor seguro.

De pobre da cuca a 25.02.2024 às 12:25

Gosto mesmo do galo de hoje a abrir a página e o cantar de galo há tantos anos tem mérito, independente de se concordar ou nāo por vezes com o que escreve. Mas democracia é isso mesmo, todos serem livres de exprimir as suas ideias, respeitando outros direitos que todos temos. 50 anos após a revolução dos cravos é bom dar valor a esta página e reconhecer o trabalho diário.
Devia ser mais divulgada junto dos colegas por todos os que já a conhecem.
Há por aqui muitas críticas a ambos os sindicatos. As últimas ministras da Justiça menosprezaram os Of.Justiça em favor de outras classes.Vem aí o Congresso do sfj. Vamos ver quem se apresenta, novas listas, sangue novo para gerir o mesmo e tentar obter o que há tantos anos tem ficado em standbay?!

De Anónimo a 25.02.2024 às 12:27

Vamos fazer, vamos beber com eles....

https://www.facebook.com/100002462244478/posts/pfbid0R8QMj8EcUaYmUD3LtpVrqjdEuDu9GZ8EgmvWNJewKu3RxNZzhnKeoKDHWew9Kwprl/

Estamos entregues à bicharada.

Falta de saber estar como o cargo exige!

De Anónimo a 25.02.2024 às 17:21



Obrigado blogue

De Anónimo a 25.02.2024 às 19:05

Memorias de engano, de roubalheira e de pulhice.

Não obrigado.

De Anónimo a 25.02.2024 às 20:17

Noa ideia!

E porque o sr Fernando joge e outros líderes sindicais não fazem o mesmo?

Devem ter boas memorias para deixar a quem dá duro no dia a dia não?

Belo trabalho resumido desses senhores que deram duro

De Líder dos licenciados a 25.02.2024 às 20:43

Parabéns para a aurora do livro, temos que começar a escrever a realidade dos funcionários e divulgar de todas as formas possíveis..

De Anónimo a 25.02.2024 às 22:05

Tem toda a razão. É urgente dar a conhecer a nossa realidade.

De Anónimo a 25.02.2024 às 22:44



Somos um coitados

Justiça sem nós não funciona, mas ninguém fala de nós

Votem nos mesmos não se esqueçam

De Anónimo a 27.02.2024 às 18:23

Muito sucesso p/a autora. Obrigada ao blog pela divulgação.
Bem hajam e continuem...

Comentar Artigo



bandeira-portugal-imagem-animada-0012 bandeira-ucrania-imagem-animada-0001
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Subscrição por e-mail
Receba todos os dias o artigo do dia no seu e-mail. Peça para:
oficialdejustica.oj.portugal@gmail.com

saiba+aqui

..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos.
Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2024

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    A nossa luta até lhes dá jeito.Muita solidariedade...

  • Anónimo

    Se os magistrados estivessem ao lado dos OJ há mu...

  • Líder dos licenciados

    Venho informar todos os oficiais de justiça que o ...

  • Anónimo

    A DGAJ precisa de outro 25 de abril

  • Anónima

    1) - Mais uma estrondosa derrota da DGAJ através d...

  • Anónimo

    Após os 60 dias anunciados nos órgãos de comunicaç...

  • Anónimo

    Isto é apenas o início.Ou bem que nos aumentam de ...

  • Anónimo

    https://www.jn.pt/5453131249/guardas-prisionais-co...

  • Anónimo

    Mas conquista onde? A greve decretada pelo SOJ vai...

  • Anónimo

    Este acórdão é apresentado como uma conquista, já ...

  • Anónimo

    Então já posso trabalhar como repositor depois das...

  • Anónimo

    Os direitos da classe é em ser aumentados condigna...

  • Anónimo

    ✌️✌️✌️🥀🥀🥀🥀🥀🥀

  • Anónimo

    E as Senhoras da DGAJ não se demitem?!.....Mais um...

  • Anónimo

    Se calhar é preciso ficar tudo doente com atestado...

  • Anónimo

    É que é isso mesmo, ninguém quer ver que não v...

  • Anónimo

    Cara, isso seria muito legau

  • Anónimo

    Quando ja não houver interessados a concorrer para...

  • Anónimo

    Quando um GNR ou um PSP dos novitos, acabadinhos d...

  • Anónimo

    Nunca me senti!

  • Anónimo

    Lá vem o presidente o Marçal com os 10% para pacif...

  • Anónimo

    Eu gosto é de gajas das boas.Quais trans qual quê

  • Anónimo

    Quem nos dera a nós que houvesse requisição civil....

  • Anónimo

    Não consta nada, não invente.De qualquer forma, e ...

  • Anónimo

    Devido à incompetência da DG e da sua vice não há ...



oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________






    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................