Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 8 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt
Bem-vindo(a) à página do Diário Digital dos Oficiais de Justiça de Portugal. Aqui encontra todos os dias informação com interesse geral para o mundo da Justiça e em particular para os Oficiais de Justiça. Desfrute!
...............................................................................................................................
FERIADOS MUNICIPAIS NESTA SEMANA:
- 23NOV-Ter - Gavião.
- 24NOV-Qua - Entroncamento e Sines.
- 27NOV-Sab - Guarda.
& pode ver + nos Calendários do Oficial de Justiça para 2021 e também para 2022
...............................................................................................................................


Terça-feira, 26.10.21

Afastados da carreira 12 Oficiais de Justiça em 2 meses

      No Diário da República de ontem (25OUT) foram publicados vários avisos relativos a Oficiais de Justiça.

      Dois Escrivães Auxiliares da Comarca de Lisboa são exonerados por falta de aptidão, nos termos do artº. 45º, nº. 2, do EFJ.

      O artigo 45º do Estatuto refere-se ao período probatório após o ingresso na carreira. No primeiro número fixa-se para o período probatório a duração de um ano, prorrogável por seis meses. Normalmente todos os ingressantes são considerados aptos ao fim de um ano.

      Já o segundo número, determina o seguinte: “Os funcionários que durante o período probatório não revelem aptidão para o desempenho de funções podem ser exonerados a todo o tempo”.

      As consequências da exoneração é a saída da carreira mas, ainda, de acordo com o número 4 do mesmo artigo, “Os funcionários que tenham sido exonerados por inaptidão só poderão reingressar nas carreiras de Oficial de Justiça em novo procedimento de admissão e nunca antes de dois anos após a exoneração”.

      Quer isto dizer que os exonerados, caso mantenham o interesse na carreira, têm que esperar por novo procedimento de admissão mas, ao mesmo tempo, só daqui a dois anos.

      Outro dos avisos relaciona-se com a demissão, por pena disciplinar aplicada a Oficial de Justiça da categoria de Escrivão Adjunto, que exercia funções na Comarca do Porto.

      Consta do Aviso que «foi extinto o vínculo de emprego público estabelecido, por motivos disciplinares, com efeitos a 21 de julho de 2021.»

      No passado mês de agosto também aqui reproduzíamos avisos de penas de demissão aplicadas a uma Escrivã Auxiliar de Matosinhos, um Escrivão Adjunto e uma Técnica de Justiça Adjunta, ambos de Santarém, uma Escrivã de Direito de Almada e um Secretário de Justiça de Cascais.

      Ou seja, 5 demissões publicadas em agosto e mais uma agora; este ano está a ser excecionalmente farto neste tipo de sanção.

      No artigo 180º da LGTFP fixam-se as 4 sanções disciplinares principais na seguinte escala: Repreensão escrita, Multa, Suspensão de funções e Despedimento disciplinar ou demissão.

      "Considera-se infração disciplinar o comportamento do trabalhador, por ação ou omissão, ainda que meramente culposo, que viole deveres gerais ou especiais inerentes à função que exerce."

      Se as sanções mais leves permitem a continuidade do emprego público, a sanção mais gravosa aplica-se nos casos em que a "infração inviabiliza a manutenção do vínculo de emprego público nos termos previstos na lei", isto é, têm que existir factos bastante graves que impossibilitem a continuidade do exercício de funções públicas.

      Não serão, com certeza, as meras desatenções, os descuidos, os erros processuais, a negligência... Mas algo realizado propositadamente e conscientemente pelo próprio, bem sabendo que tal ato ou omissão é contrário aos seus deveres.

      No artigo 297º da LGTFP descrevem-se as diversas situações consideradas infrações que inviabilizam a manutenção do vínculo com o emprego público e são as seguintes:

      «3 - Constituem infração disciplinar que inviabiliza a manutenção do vínculo, nomeadamente, os comportamentos do trabalhador que:

            a) Agrida, injurie ou desrespeite gravemente superior hierárquico, colega, subordinado ou terceiro, em serviço ou nos locais de serviço;
            b) Pratique atos de grave insubordinação ou indisciplina ou incite à sua prática;
            c) No exercício das suas funções, pratique atos manifestamente ofensivos das instituições e princípios consagrados na Constituição;
            d) Pratique ou tente praticar qualquer ato que lese ou contrarie os superiores interesses do Estado em matéria de relações internacionais;
            e) Volte a praticar os factos referidos nas alíneas c), h) e i) do artigo 186.º;
            f) Dolosamente participe infração disciplinar supostamente cometida por outro trabalhador;
            g) Dentro do mesmo ano civil, dê cinco faltas seguidas ou 10 interpoladas sem justificação;
            h) Cometa reiterada violação do dever de zelo, indiciada em processo de averiguações instaurado após a obtenção de duas avaliações de desempenho negativas consecutivas;
            i) Divulgue informação que, nos termos legais, não deva ser divulgada;
            j) Em resultado da função que exerce, solicite ou aceite, direta ou indiretamente, dádivas, gratificações, participação em lucro ou outras vantagens patrimoniais, ainda que sem o fim de acelerar ou retardar qualquer serviço ou procedimento;
            k) Comparticipe em oferta ou negociação de emprego público;
            l) Seja encontrado em alcance ou desvio de dinheiros públicos;
            m) Tome parte ou tenha interesse, diretamente ou por interposta pessoa, em qualquer contrato celebrado ou a celebrar por qualquer órgão ou serviço;
            n) Com intenção de obter, para si ou para terceiro, benefício económico ilícito, falte aos deveres funcionais, não promovendo atempadamente os procedimentos adequados, ou lese, em negócio jurídico ou por mero ato material, designadamente por destruição, adulteração ou extravio de documentos ou por viciação de dados para tratamento informático, os interesses patrimoniais que, no todo ou em parte, lhe cumpre, em razão das suas funções, administrar, fiscalizar, defender ou realizar;
            o) Autorize o exercício de qualquer atividade remunerada nas modalidades que estão vedadas aos trabalhadores que, colocados em situação de requalificação, se encontrem no gozo de licença extraordinária.»

      Quanto aos deveres gerais estabelecidos na LGTFP, estes estão elencados e explicados no artigo 73º. A seguir colocamos apenas a lista dos deveres gerais.

          «2 - São deveres gerais dos trabalhadores:

            a) O dever de prossecução do interesse público;
            b) O dever de isenção;
            c) O dever de imparcialidade;
            d) O dever de informação;
            e) O dever de zelo;
            f) O dever de obediência;
            g) O dever de lealdade;
            h) O dever de correção;
            i) O dever de assiduidade;
            j) O dever de pontualidade.»

      Por fim, num outro Aviso contam-se 4 Oficiais de Justiça Escrivães Auxiliares excluídos do procedimento concursal por falta de início de funções. Um não compareceu em Beja e 3 não compareceram em Lisboa Oeste.

      Estas faltas de comparência vêm acontecendo com maior frequência nos últimos tempos, uma vez que as colocações oficiosas, portanto, em lugares para os quais os candidatos não concorreram ou até nem sequer concorreram ao movimento, por não pretenderem fazê-lo nesse momento ou por não quererem esses lugares mais distantes dos seus domicílios.

      Esta exclusão por falta de comparência implica a exclusão do procedimento concursal e “a impossibilidade de candidatura a novo procedimento de admissão durante o período de dois anos a contar do termo do prazo para a aceitação ou posse”.

      Assim, só no dia de ontem, contam-se publicados em Diário a República, 4 exclusões, 1 demissão e 2 inaptidões que, somadas às 5 demissões anunciadas em agosto passado, perfazem já uma dúzia de pessoas afastadas da carreira de Oficial de Justiça no espaço de dois meses. Nunca se viu nada assim.

Substituto-2(Redimensionado).jpg

      Fontes: Diário da República: “Aviso 20084/2021”, “Aviso 20085/2021”, “Aviso 20088/2021”, “Aviso 2086/2021” e artigo OJ de 17AGO: “Oficiais de Justiça Sancionados com Demissão”.

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:06


8 comentários

De Anónimo a 26.10.2021 às 12:15

E então os colegas que pediram exoneração do cargo, mobilidade entre carreiras, que já foram as dezenas este ano!! Para não falar das longas baixas médicas que neste momento atinge diversas centenas de oficiais de justiça!!

De Anónimo a 26.10.2021 às 12:26

eentão mas dizem que a DGAJ não autoriza mobilidade? como é isso?

De Anónimo a 26.10.2021 às 13:18

Existe situações que não tem que autorizar, passado 6 meses do 1.º indeferimento.

De Anónimo a 27.10.2021 às 19:03

Verdade. Se após 6 meses do primeiro pedido negado houver um segundo pedido da mesma entidade, tal não pode ser indeferido. É obrigatória a mobilidade.
......

De Anónimo a 26.10.2021 às 20:24

Pior são os inaptos que cá andam a passear há mais de uma década…

De Anónimo a 26.10.2021 às 20:39


Não há um PS que resista com um SEAJ assim!
Apaguem-lhe a página do Facebook.

De Anónimo a 26.10.2021 às 21:08

https://sol.sapo.pt/artigo/750748/secretario-de-estado-dciap-e-sindicatos-do-mp-em-troca-de-acusacoes

De Anónimo a 26.10.2021 às 21:16

Jornal i
"Ao i, o presidente do SMMP reforçou as questões do artigo em causa, dizendo não considerar “aceitável” que “um responsável do Ministério da Justiça, perante a crítica do Diretor do DCIAP, recorra a uma rede social para atacar quem exige mais meios, quando o que deveria ter feito era convocar o mesmo e tentar perceber o que estava em causa”.

“Para além disso, apresenta uma conceção do MP manifestamente desconforme ao nosso sistema processual penal, uma vez que o MP pode e deve dirigir as investigações e fazer diligências e não limitar-se a carimbar a atuação das polícias”, continuou Adão Carvalho, que formulou ainda um desejo: “No futuro, o que desejamos é que o Ministério da Justiça repense a postura atual e tente colmatar as falhas de meios, reunindo com os responsáveis do MP e dando sinais inequívocos que o plano estratégico contra a corrupção é para tornar efetivo e não apenas uma intenção.”

Também Manuel Soares, presidente da Associação Sindical de Juízes Portugueses, usou as redes sociais, no sábado, para comentar as palavras do secretário de Estado. “Se a estrutura redundante é o DCIAP e a certa figura o seu Diretor, não acho aceitável, seja sob que prisma for, que um governante responsável na área da justiça se refira assim a instituições e pessoas”



Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Subscrição por e-mail
Receba todos os dias o artigo do dia no seu e-mail. Peça para:
oficialdejustica.oj.portugal@gmail.com

saiba+aqui

..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos.
Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2021

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    https://observador.pt/2021/11/26/juizes-classifica...

  • Jota Man

    Está mal os gastos com remunerações dos oficiais d...

  • Anónimo

    É só fazer as contas! Um aumento da despesa em 202...

  • Anónimo

    PARABÉNS AOS AUTORES DESTA PÁGINA

  • Anónimo

    E ainda recebem cerca de 4 euros de subsidio de al...

  • Anónimo

    Quando começarem a contratar paquistaneses e india...

  • Anónimo

    saida as 17.00 h p......q......p........

  • Anónimo

    vivemos na escravatura encapotada e alimentada pel...

  • Anónimo

    ehheeh, triste comentário este!!! pois só não faz ...

  • Anónimo

    Desde quando é que envelhecimento é assim tão mau ...

  • Anónimo

    Ingressos na carreira?!.. Concursos publicos sem c...

  • Anónimo

    A Inês Sousa Irreal, do PAN, já veio dizer que con...

  • Anónimo

    Uma luta dura e longa se necessario com recurso à ...

  • Anónimo

    O primo de amigo meu que tem um tio que é amigo de...

  • Anónimo

    Pela forma jovial e risonha em que a Sra MInistra ...

  • Anónimo

    É só blá...blá...blá...blá.Despachar processos e q...

  • Anónimo

    Juízes e Procuradores deviam ter vergonha, que com...

  • Anónimo

    Tu dá-lhes !!Lol

  • Anónimo

    EHEHEH tem tudo a ver com a criação do universo

  • Anónimo

    O que é que este post tem a ver com o artigo?

  • Anónimo

    “O último degrau da sabedoria é a humildade”, infe...

  • Anónimo

    Tente lembrar o colega quantos entraram com Costa,...

  • Anónimo

    CHEGA mesmo!

  • Anónimo

    " tática terrorista" dos governantes que temos tid...

  • Anónimo

    oj´s não existem eheheh só para trabalhar quase de...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"





    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................