Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 9 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt
Bem-vindo(a) à página do Diário Digital dos Oficiais de Justiça de Portugal. Aqui encontra todos os dias informação com interesse geral para o mundo da Justiça e em particular para os Oficiais de Justiça. Desfrute!
...............................................................................................................................
FERIADOS MUNICIPAIS NESTA SEMANA:
- 29SET-Qui - Cabeceiras de Basto, Fornos de Algodres, Penela, Resende e Tarouca.
- 01OUT-Sab - Vila Nova de Cerveira.
& pode ver + nos Calendários do Oficial de Justiça para 2022 e também para 2023
...............................................................................................................................
GREVES PENDENTES – SEM SERVIÇOS MÍNIMOS:
- 04.OUT-Terça-feira – MANHÃ (09H00-12H30) - Núcleos: Porto, Lisboa e Ponta Delgada.
- 06.OUT-Quinta-feira – TARDE (13H30-17H00) - Núcleos: Funchal, Coimbra e Almada.
- Todos os dias – Nacional - das 12H30 às 13H30 e das 17H00 às 09H00 do dia seguinte.

...............................................................................................................................


Sexta-feira, 12.08.22

Amplamente divulgada a Resolução do Plenário

      O Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ) publicou ontem uma informação sobre a Resolução aprovada no Plenário de trabalhadores realizado no passado dia 15JUL.

      Se bem se recordam, a Resolução impõe 3 aspetos essenciais ao Governo e uma data limite concreta.

      O SOJ vem comunicar o que é que fez com essa Resolução e diz assim:

      «O Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ), concluído o Plenário, realizado no dia 15 de julho, apresentou a Resolução, aprovada por expressiva maioria dos presentes – sem votos contra –, a Sua Excelência o Senhor Presidente da República, ao Senhor Primeiro-Ministro e à Senhora Ministra da Justiça. A Resolução foi, igualmente, apresentada a todos os grupos parlamentares com assento na Assembleia da República.

      A resolução expressa a vontade dos Oficiais de Justiça, conta com o apoio do movimento sindical e será cumprida.»

      A Resolução foi, portanto, amplamente difundida e, dessa forma, todos ficam a saber muito bem que os Oficiais de Justiça exigem que até ao dia 01SET e até 15SET sejam dadas respostas às reivindicações ali expressas.

      Realçamos a afirmação do SOJ no último parágrafo da sua informação, aqui transcrita, onde se lê que a Resolução expressa a vontade dos Oficiais de Justiça e que “será cumprida”. E é isto mesmo que os Oficiais de Justiça querem; querem ver realmente cumpridas as resoluções dos plenários nacionais e, acontecer desta vez, será a primeira vez, pelo que todos os olhos estão agora postos neste Sindicato.

      As férias perturbaram-lhe a memória e já não se recorda muito bem do teor da Resolução? Não há problema, aqui vai ela a seguir, integralmente reproduzida.

      «Os Oficiais de Justiça são trabalhadores a quem a lei atribui, formalmente, um regime especial, mas a quem o Governo impõe, materialmente, um regime de trabalho forçado.

      Oficiais de Justiça que, tal como a maioria dos trabalhadores, no público ou privado, têm 22 dias de férias, mas são obrigados a gozar esses 22 dias, num período limitado (entre 16 de julho e 30 de agosto) e de forma fracionada, por turnos, para manter os tribunais sempre a funcionar, sem nunca poderem desligar do trabalho, em detrimento do descanso e da família.

      Como é possível conciliar férias e família com um período tão limitado e com tantas obrigações que se sobrepõem às pessoas, para manter os tribunais sempre abertos?

      Um regime dito especial, que exige conhecimentos e competências próprias de quadros superiores, mas que o remunera pouco acima do salário mínimo. Esta injustiça é vivenciada dentro dos tribunais onde duas carreiras, a nível diferenciados é certo, asseguram e garantem a realização da justiça, mas uma ultrapassa o salário de Sua Excelência o Senhor Presidente da República e a outra é remunerada ao nível do salário mínimo nacional;

      Um regime que mantém trabalhadores há mais de 20 anos, em início de carreira. Um regime que exige a disponibilidade permanente dos trabalhadores e os obriga a permanecer no local de trabalho a qualquer hora e dia da semana, mas que não os compensa, por via de um regime de aposentação diferenciado. Um regime que exige trabalho suplementar, mas que não o remunera.

      De salientar que o Governo anunciou, publicamente, o normal desenvolvimento das carreiras, mas o Ministério da Justiça, de forma indigna, pois nem coragem tem de o assumir, mantém a carreira dos Oficiais de Justiça suspensa, aguardando uma decisão do Ministério das Finanças que bem sabe não ser necessária, como a própria Ministra da Justiça já o reconheceu.

      As Leis do Orçamento de Estado, para 2020 e 2021, no que se apresenta como direito aos Oficiais de Justiça, encontram-se por cumprir. Todavia, quando se trata de deveres a lei é cumprida de imediato.

      Pelo exposto, os Oficiais de Justiça decidiram em Plenário Nacional, realizado a 15 de julho, exigir ao Ministério da Justiça, o seguinte:

      .1. A abertura de um movimento extraordinário, que garanta também promoções, como é de lei, a publicar antes do dia 1 de setembro e tendo como prazo de candidaturas até à segunda semana de setembro, nos termos da alínea b) do nº. 4 do artigo 19º do EFJ;

      .2. Integração do suplemento, nos termos determinados no nº. 2 do artigo 38º da Lei 2/2020, de 31 de março, até 15 de setembro;

      .3. Apresentação, até 15 de setembro, de um regime de aposentação diferenciado, para os Oficiais de Justiça, como compensação pelo dever de disponibilidade permanente da carreira.

      Os Oficiais de Justiça deliberaram ainda, mandatar o SOJ para desencadear todas as ações de luta necessárias para que se alcance a dignificação e valorização da carreira e, bem assim, promover a realização da justiça, enquanto pilar fundamental do Estado de Direito Democrático.»

BracosAbertos.jpg

      Fontes: “SOJ-Info” e “SOJ-Resolução”.

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:02


10 comentários

De Anónimo a 12.08.2022 às 08:37

Primeira medida:
Que todas as medidas sejam logo, de início, apresentadas e subscritas por ambos os sindicatos.
Está será a medida mais importante.

De Anónimo a 12.08.2022 às 09:59

Excelente iniciativa tomada pelo SOJ, cuja responsabilidade de ver cumpridas as exigências acresce agora com uma luta forte na rua e nos tribunais.
A geração que aqui anda há mais de vinte anos, a da vida adiada sine die, já não aguenta mais a burla que lhe foi imposta ao longo dos anos. A palavra é forte mas é mesmo a adequada. Fomos burlados.
Não criámos expetativas irreais. Víamos como eram as progressões de carreiras, víamos os salários e sistema de saúde, víamos o respeito pela profissão. Foi isso que nos trouxe para aqui.
E, entretanto, tudo se esfumou e junto com isso, foram-se esfumando sonhos e realizações pessoais. Foi-se a vontade e o orgulho pela profissão.

De Anónimo a 12.08.2022 às 12:04

Burlados, enganados, vilipendiados, gozados, desconsiderados, subestimados.

De Anónimo a 12.08.2022 às 12:38

A geração que espera há mais de 2o anos pela progressão na carreira, foi tratada sem o minimo respeito pelos diversos governos...
Fizemos sacrifícios, estivemos anos e anos longe da família.
Nem ajudamos a criar os nossos filhos, porque trabalhávamos em Lisboa e eramos do norte..
Usaram e abusaram dos nossos sacrifícios e hoje continuamos ainda llonge da nossa area de residência, com uma mão à frente e atrás a servir de trampolim para magistrados, administradores etc etc..
Eles sobem nas carreiras,progridem,recebem salarios justos e nós só recebemos obrigações,deveres e mas disposições de muita gente que acorda mal disposta para a vida e temos de sinda os aturar...
É caso, para dizer...
Que porcaria de emprego onde nos metemos...
Eu estou farto de tribunais, farto de aturar a prepotência de juizes presidentes e outros magistrados que estão sempre com cara de quem lhes deve tudo...
Cansado de aturar isto tudo...
Tudo doido...
E nós vamos acabar também doidoa da cabeça com esta gente.
Mas o pior , dos piores são certos colegas que que em vez de estar com a sua classe, passa a vida a lamber o CU à magistratura e administração e secretarios..
Esses até metem nojo...



De Anónimo a 12.08.2022 às 19:16

👏👏👏

De Anónimo a 12.08.2022 às 21:50

"Com cara de quem lhes deve tudo"!

O que fazem os Magistrados no período das férias judiciais, quando não estão no gozo das férias pessoais?...

São substituídos pelo Magistrado de turno, sem estarem de férias pessoais.

A questão que se coloca é que a confusão entre férias judiciais e pessoais não contrária o princípio do juiz natural ?...

De Anónimo a 12.08.2022 às 20:19

Recebi ao final da tarde uma SMS da DGAJ.

Mais alguém recebeu?

De Anónimo a 12.08.2022 às 22:29

E que diz?

De Anónimo a 12.08.2022 às 23:26

Informa o núcleo onde fui colocado neste movimento. Apenas isso.
A minha dúvida é se o movimento está realmente suspenso ou se se vai concretizar tal como está.
Já não percebo nada disto.

De Anónimo a 13.08.2022 às 10:30

É triste escrever isto, mas cá vai.

Em caso de dúvida "faça o que a sua entidade patronal manda e depois reclame".

À boa moda do nosso Portugal.

P.s.

Até lá, sugiro que aguarde decisão das providências cautelares sindicais.

Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Subscrição por e-mail
Receba todos os dias o artigo do dia no seu e-mail. Peça para:
oficialdejustica.oj.portugal@gmail.com

saiba+aqui

..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos.
Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Quando digo falta de cabimento orçamental quer-se ...

  • Anónimo

    Para o chutar para canto é preciso apenas que as d...

  • Anónimo

    Sim bem sabemos.Ultimar é concluir!Ultimado é - te...

  • Anónimo

    Ultimar quer dizer que está pronto!

  • D.Santos

    Vergonha!Considero vergonha o facto dos órgãos de ...

  • Anónimo

    Estatuto ultimado... "sem prejuízo da necessária a...

  • Anónimo

    Na página do SFJ vem hoje publicada uma informação...

  • Anónimo

    É preciso dizer também que quem tem mais de 36 ano...

  • Anónimo

    É a tal "REFORMA SILENCIOSA"

  • Anónimo

    Resolveria o problema relacionado com a ação refer...

  • Anónimo

    Pois é Colega, a imagem que transparece é que os O...

  • Anónimo

    Entre as principais reivindicações da carreira de ...

  • Anónimo

    É do interesse do governo apresentar e aprovar aqu...

  • Anónimo

    Onde queria dizer escola queria mesmo é dizer esfo...

  • Anónimo

    Queria dizer escola ..

  • Anónimo

    Sem lubrificante e com uma lixa envolta numa "pene...

  • Anónimo

    Como diz a cantiga "se é para acontecer que seja a...

  • Anónimo

    Está para cima e está para baixo. Talvez ali e aco...

  • Anónimo

    O sexo pode ser bom, mas eu, OJ, estou farto de le...

  • Anónimo

    Para que fique a constar e para que não hajam equí...

  • Anónimo

    Obrigado SOJ por materializar a vontade dos Oficia...

  • D.Santos

    Muito bem! O papel dos sindicatos continua a ser b...

  • Anónimo

    SOMOS PRISIONEIROS DOS GOVERNANTES E DOS GRUPOS EC...

  • Anónimo

    QUEM PUDER QUE FUJA DO TRABALHO NOS TRIBUNAISCASO ...

  • Anónimo

    e mais: OJ´s auxiliares com 20 anos de carreira, s...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"





    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................