Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 8 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................

Sábado, 22.12.18

E Agora a Greve da Desunião

      O Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ) acaba de formalizar os avisos prévios para a realização das greves para a semana de 07 a 11 de janeiro próximos.

      Essa semana janeiro de 2019 com greve já antes anunciada, era considerada como o culminar desta ação de greves de novembro e dezembro e esperava-se que fosse esse mesmo culminar de greves com toda uma forte semana de greve para todos os Oficiais de Justiça; no entanto, não é nada disso, aliás, está bem longe de ser isso; ou melhor: é o contrário disso.

      Pior ainda: esta próxima greve (ou greves), dessa já bem próxima semana de janeiro, marcada pelo mesmo e único sindicato, vem já no mesmo caminho proposto pelo Governo, isto é, o Governo pretende separar os Oficiais de Justiça introduzindo outra classe profissional: os Assistentes de Justiça, passando a haver uns e outros. Ora, com esta próxima greve de janeiro, o SFJ segue o mesmo caminho e estabelece que há Oficiais de Justiça que podem fazer greve nessa semana e outros que não.

      Tanto apelo à união, união, união e agora estabelece-se uma estratégia de desunião entre os mesmos trabalhadores, estabelecendo essa diferença que impede que grande parte dos Oficiais de Justiça possam fazer greve.

      Venham de lá dizer mais uma vez que isto é mais ruído, mais desinformação, divisão ou que é mera futurologia mas, a realidade, aquela que vem depois, é assim: após tanto apelo à união e do apelo a que todos os Oficiais de Justiça aderissem às greves, agora há uma parte substancial que durante aquela semana de janeiro não poderá aderir porque o mesmo sindicato não permite que tal suceda.

      Vejamos:

      A tal semana de greve, afinal nem é uma semana de greve mas são 5 dias de greves e são greves diferentes umas das outras e também cópias parecidas com aquela greve inócua que uma associação sindical decretou só para marcar bolinhas no calendário.

      Estes 5 dias de greves do SFJ servirão para propaganda, para se poder dizer que se fez mais uma semana de greve mas não servem para mais nada a não ser para desiludir os Oficiais de Justiça.

      Por outro lado, esta greve será tão inócua que até os serviços mínimos serão dispensados e não haverá fixação de serviços mínimos, por serem desnecessários.

      Trata-se, pois, de uma infeliz ideia que só poderá ser superada com a marcação de uma nova greve pois esta, ou estas, não servem os interesses nem os anseios dos Oficiais de Justiça.

      Sabe-se que o mesmo sindicato prepara uma ação para o dia da cerimónia de abertura do ano judicial, a ocorrer no início de janeiro, com uma nova concentração na Praça do Comércio, em Lisboa, em frente ao Supremo Tribunal de Justiça local onde decorrerá a dita cerimónia, e essa é, claro está, uma boa ideia mas esta ideia destas greves sectoriais por dias é apenas uma desilusão.

Espanto-CaraEle3.jpg

      Os cinco dias de greves são assim:

      - Dia 07 (segunda-feira) – Juízos Cíveis (Locais e Centrais) e Juízos de Proximidade;

      - Dia 08 (terça-feira) – Balcão Nacional de Arrendamento e Balcão Nacional de Injunções;

      - Dia 09 (quarta-feira) – Tribunal da Propriedade Intelectual e Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão;

      - Dia 10 (quinta-feira) – Tribunal Marítimo, Tribunal Constitucional e Tribunal de Contas

      - Dia: 11 (sexta-feira) – Juízos de Comércio.

      Ora, como bem se vê, há aqui algumas, mas bastantes, omissões; desde logo os Juízos Locais Criminais, os Juízos Centrais Criminais, os Juízos de Instrução Criminal, os Juízos do Trabalho, os Juízos de Família e Menores, os Juízos de Execução, todas as secções do Ministério Público que se relacionam com todos aqueles juízos e todos os Departamentos de Investigação e Ação Penal, bem como os Oficiais de Justiça noutras funções, como nas Unidades de Apoio aos Órgãos de Gestão das Comarcas, nos Tribunais da Relação, no Supremo Tribunal de Justiça, nos Tribunais Administrativos e Fiscais, nos tribunais superiores desta jurisdição administrativa e fiscal, bem como nas muitas e mais diversas comissões de serviço e sem nos esquecermos dos muitos Juízos de Competência Genérica que existem por todo o país.

      Assim, estamos perante dois grupos: o grupo dos que não detêm especial visibilidade nas greves e o grupo dos que sempre surgem nas notícias e que são aqueles da área criminal (ou com esta valência) que agora ficam impedidos de fazerem greve apesar de serem estes o verdadeiro motor de todas as greves e são estes, seja nos juízos especializados seja nos juízos de competência genérica, aqueles que fazem das greves algo verdadeiramente visível e efetivo.

      Nestes conturbados tempos que vivemos, plenos de surpresas, estamos agora perante mais uma novidade: o decretamento de greves para alguns Oficiais de Justiça e isto é que é a nova hora de união e do “juntos conseguiremos” e tantas outras frases como, sem ir mais longe, as que constam na última informação sindical de 19DEZ do SFJ onde se termina assim: “A luta continua! Unidos somos mais fortes!” Ora, o “unidos somos mais fortes” terá que ser agora trocada por algo assim: “divididos fazemos de conta”.

      Estes cinco dias de greves seletivas, fracas cópias de outras greves que por aí parece que ainda andam, embora ninguém dê bem pela sua existência, parece tratar-se mais de um favor surgido na última reunião com a ministra da Justiça do que outra coisa qualquer. Note-se que as negociações e as promessas de rever algumas propostas parecem ter voltado mas, como já havia sido dada a palavra aos Oficiais de Justiça de que haveria uma greve de uma semana em janeiro, então tinha que se cumprir aquela palavra mas, ao mesmo tempo, assegurar a outra palavra, criando-se então esta solução que tenta agradar a ambos os lados, com esta inocuidade de greves que nem carecem de serviços mínimos. E é isto que se pode concluir, em simples dedução, perante a análise de toda esta inédita e estranha amálgama.

      Até ao momento em que se escreve este artigo, o SFJ ainda nada anunciou aos Oficiais de Justiça mas os avisos prévios das mencionadas greves foram já apresentados à Direção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP), constando na respetiva página das greves comunicadas desta entidade. Para aceder a tal página, siga a hiperligação incorporada e no campo da pesquisa escreva as iniciais do sindicato que procura (como SFJ) para ver as greves comunicadas com avisos prévios entregues a esta direção-geral, como é devido.

DGAEP-21DEZ2018.jpg

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:02


6 comentários

De Anónimo a 22.12.2018 às 11:57

Isto não é uma greve, isto é um favor à ministra da justiça e ao governo e pago eu todos os meses para isto

De Anónimo a 22.12.2018 às 12:06

Escandaloso!!!
Vergonhoso!!!

De Anónimo a 22.12.2018 às 18:00

A semana tem que ser para todos. Deixem de imitar os outros. Esta greve de Janeiro não vale nada.

De Anónimo a 22.12.2018 às 22:01

Inacreditável!...

De Anónimo a 22.12.2018 às 22:13

O soj ao desconvocar a greve ao trabalho suplementar libertou-nos dos serviços mínimos.
Agora está na hora de nos devolver a todos e não só a alguns o direito à greve.
Sugiro que apresente um aviso prévio de greve para os mesmos dias.

De Anónimo a 23.12.2018 às 23:31

Muito boa ideia. O SOJ pode vir mais uma vez em socorro dos oficiais de justiça; de todos mesmo.

Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Para uns TUDO. Para outros NADA.Qualquer dia há ma...

  • Anónimo

    O número deverá ser maior, uma vez que há orgãos d...

  • Anónimo

    Em compensação, autoriza a abertura de um concurs...

  • Anónimo

    Alguma proposta que nos diga respeito foi aprovada...

  • Anónimo

    Anedóticos sao treinadoresde bancada que tudo dize...

  • Anónimo

    Não quer divisões na classe? Não quer ver Oficiais...

  • Anónimo

    Conversa da treta, própria de membro do governo. ...

  • Anónimo

    Não sou contrainteressado nem ao curso de secretar...

  • Anónimo

    Colega o convite a contratação pública foi endereç...

  • Anónimo

    O seu 3º parágrafo desde logo o denuncia! Um dos g...

  • Anónimo

    Este é o melhor discurso para nada ser feito...

  • Anónimo

    O lamentável é ver colegas contra colegas.Mais exp...

  • Anónimo

    Mas o sfj tambem reuniu ou não? Todos temos o dire...

  • Anónimo

    Infelizmente, nada surpreende do que aqui é referi...

  • Anónimo

    É difícil beber do próprio veneno. Mas não foram o...

  • Anónimo

    ops...lembro-me deste tipo de "argumentário" há re...

  • Anónimo

    Pergunto-me que experiência teriam no cargo os pri...

  • Anónimo

    Só me ocorre uma palavra para qualificar o argumen...

  • Anónimo

    até o governo do ultimo pós bancarrota contratou m...

  • Anónimo

    era só seguir a jurisprudência governativa mais re...

  • Anónimo

    Não sabia que agora podia haver reinados na admini...

  • Anónimo

    Ou seja perpetuavam-se ad eternum.Dura Lex Sed Lex

  • Anónimo

    Nao sou contrainteressado no concurso mas o releva...

  • Anónimo

    Num futuro muito próximo, um grande número de Ofic...

  • Anónimo

    Eu duvido que alguma coisa de interesse para a cla...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"






    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................