Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 8 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt
Bem-vindo(a) à página do Diário Digital dos Oficiais de Justiça de Portugal. Aqui encontra todos os dias informação com interesse geral para o mundo da Justiça e em particular para os Oficiais de Justiça. Desfrute!
...............................................................................................................................
FERIADOS MUNICIPAIS NESTA SEMANA:
- 23NOV-Ter - Gavião.
- 24NOV-Qua - Entroncamento e Sines.
- 27NOV-Sab - Guarda.
& pode ver + nos Calendários do Oficial de Justiça para 2021 e também para 2022
...............................................................................................................................


Segunda-feira, 25.10.21

Estudo aponta focos de “burnout” e assédio moral nos tribunais

      No XV Encontro Anual do Conselho Superior da Magistratura, que ocorreu no final da semana passada, em Beja, foram apresentados, por uma equipa de investigação, coordenada por Paula Casaleiro, do Observatório Permanente da Justiça, os seguintes dados:

      A maioria dos juízes (84%) e dos magistrados do Ministério Público (67,4%) exerceu as suas funções maioritária ou exclusivamente em regime de teletrabalho no primeiro confinamento da pandemia da Covid-19, enquanto que a percentagem de Oficiais de Justiça, que exerceu funções maioritária ou exclusivamente em teletrabalho, naquela fase da pandemia, foi significativamente mais baixa: 16,2%.

      Estes dados baseiam-se nos resultados preliminares das entrevistas e questionário aplicado às profissões judiciais, identificando as suas perceções sobre as condições de trabalho nos tribunais, incluindo os impactos sofridos no contexto da pandemia.

      O estudo menciona que a maioria daqueles profissionais considerou que "a adequação das plataformas e equipamentos é positiva (63,4%). Houve uma perceção igualmente positiva – ainda que ligeiramente mais baixa – em relação aos equipamentos informáticos e ligação à internet (55%).

      Simultaneamente, a maioria dos respondentes avaliou de forma positiva a disponibilização de informação e material de prevenção do contágio por Covid-19. A perceção mais negativa foi em relação à organização dos espaços e do trabalho (por exemplo, ventilação dos espaços, distanciamento). No entanto, os Oficiais de Justiça foram, segundo o inquérito, os que avaliaram de forma mais positiva as medidas prevenção do contágio por Covid-19 nos tribunais.

      O estudo incidiu também sobre a "Avaliação do Local de Trabalho", tendo o nível médio de satisfação global sido positivo, sendo ligeiramente superior no MP e inferior nos juízes e Oficiais de Justiça.

      Quanto à "Evolução das condições de trabalho", a maioria das respostas, com mais de 50%, referiu que "houve um aumento no volume, horas, tarefas e ritmo de trabalho nos últimos 5 anos".

      A complexificação do exercício funcional (tarefas e deveres) foi a que mais aumentou (56,3%), destacando-se ligeiramente das demais que tiveram valores praticamente iguais (53,3%), adianta a comunicação.

      O estudo analisou também a questão da "Discriminação Profissional" e do "Assédio Laboral e Sexual (vivenciadas), tendo concluído que se registaram baixos valores para assédio sexual.

      Em contrapartida, o assédio moral – aponta o estudo – mostra "um contexto laboral preocupante, em especial para Oficiais de Justiça, tendo-se apurado um valor elevado de discriminação profissional, que "no caso dos/as Juízes/as pode questionar a independência judicial".

      "A principal diferença relacionada com o assédio sexual está na variável do género, com uma incidência maior de mulheres como vítimas. O sexo do/a respondente não difere no que se refere à discriminação profissional ou assédio moral", diz a mesma análise.

      Em matéria de condições de trabalho nos tribunais, os investigadores concluíram que os diferentes indicadores, quantitativos e qualitativos, indicam que, globalmente, não existe uma situação de "alerta vermelho" no sistema judicial.

      Alertam, contudo, para a existência de várias diferenças relevantes resultantes da diversidade existente dentro do sistema judicial, nomeadamente diferenças geográficas entre tribunais/serviços dispersos ao longo do país, revelando contextos de trabalho com um volume muito elevado e outros mais reduzido, bem como "diferenças internas de cada tribunal, com uma clivagem entre condições de trabalho de Oficiais de Justiça e das magistraturas".

      Foram também assinaladas diferenças ao nível da satisfação profissional e capacidade de desempenho com qualidade entre Oficiais de Justiça e magistraturas e registou-se "um aumento transversal no volume e ritmo de trabalho, com necessidade de efetuar mais horas extraordinárias".

      "Emergem, assim, sinais inquietantes, em particular em alguns tribunais e com maior incidência nas mulheres, de exaustão e distanciamento (burnout)", diz o estudo, notando que a Covid-19 veio trazer "grandes desafios, gerando nos Oficiais de Justiça volumes de trabalho mais elevados, contribuindo para um maior desgaste".

      O estudo conclui que, no geral, não existe uma situação de “burnout” nos tribunais, mas "focos localizados". Apurou-se ainda que «as mulheres estão expostas a níveis mais altos de exaustão" e em maior risco de atingir a fase de “burnout”».

Burnout.jpg

      Fonte: “Expresso”.

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:05


13 comentários

De Anónimo a 25.10.2021 às 12:09

e magistraturas por norma ficam no gabinete sem barulho, OJ´s nas secretarias é barulho por todo o lado, mais telefones mais publico, etc e têm que fazer esforço enorme para estar concentrados para cumprir os atos, pois é! esse esforço não falam ao que conduz?

De Anónimo a 25.10.2021 às 19:44

Promoções?...
E vão mais 40 para Juizes Desembargadores!....

https://dre.pt/web/guest/home/-/dre/173286509/details/maximized?serie=II&parte_filter=32&day=2021-10-22&date=2021-10-01&dreId=173280803

Oficiais de Justiça ZERO!...

De Anónimo a 25.10.2021 às 21:37

Sempre a compararem-se com a magistratura. É por isso nunca levamos nada. Sempre em biquinhos de pés. Que triste carreira...

De Anónimo a 26.10.2021 às 09:22

então compara-te com o varredor de rua! nivela-te por baixo, assim consegues

De Anónimo a 26.10.2021 às 09:55

Resume-te à tua insignificância de um simples administrativo. Triste.

De Anónimo a 26.10.2021 às 10:31

Triste é o teu pensar resumidinho

De Anónimo a 26.10.2021 às 19:18

Parace-me que é necessário fazer um desenho para que o autor do comentário perceba.
Não se podem comparar carreiras com titulares de Órgãos de Soberania, mas é legítimo comparar a aplicação dos pricipios da legalidade e da proporcionalidade.
Em matéria de movimentos e promoções os estatutos das Magistraturas são cumpridos de acordo com os mesmos.
Ao invés, nessas matérias, os estatutos dos Oficiais de Justiça nunca são cumpridos, com a justificação de limitações orçamentais.
Se os recursos são escassos, os sacrifícios têm que ser repartidos de forma proporcional.
Não se podem alocar todos os recursos da rubrica orçamental para vencimentos de um Ministério a uma só classe em detrimento das demais.

De Anónimo a 27.10.2021 às 10:43

Há quantos anos?? só agora dás conta? faz lá o desenho de anos, pá!

De Anónimo a 25.10.2021 às 22:00

Com a queda do governo e a inércia sindical, lá se vão mais dois anos, e nada de nada para os OJ.

De Etan Cohen a 26.10.2021 às 10:53

Em primeiro lugar não comparemos as funções; de juiz (titular de um órgão de soberania, segundo a nossa CRP, e que é comparável a um deputado, algo que os magistrados do MºPº não o são, embora, por vezes, agem como se o fossem, pelo menos na pose com que se apresentam, mas antes são, especial é certo pelas suas responsabilidades na ação penal ou em certas áreas do direito tribunício, uma parte nos processos); os OJ são a "longa manus" do juiz, isto é os executores das ordens emanadas do juiz ou do Magistrado do MºPº com quem exercem funções. Por isso, não adianta fazer comparações espúrias porque ficamos verdadeiramente a perder, até porque a comunidade sabe bem o valor e a importância do juiz, essencial para fazer a justiça em nome do povo, e sabe também o esforço e a abnegação com que os OJ fazem no seu dia-a-dia, embora alguns OJ gostem de se posicionar nas entradas dos edifícios a fumar intermináveis cigarros ou em longas conversas para passar o tempo, e olhem as pessoas são não parvas!
Agora, triste, triste mesmo, é a vaca sagrada dos OJ, o Citius que ninguém questiona e há sempre colegas que o defendem até à morte e sempre que surge alguém que suscite alguma questão ou dúvida sobre os eu funcionamento caem-lhe logo em cima, querem um exemplo? Como mé possível que em plena do horário laboral, neste momento, praticamente não se consegue trabalhar no Citius! As organizações modernas e bem dirigidas sabem bem como fazer intervenções nas aplicações informáticas, estavam bem arranjados os bancos e outros que fizessem coisas destas em plena hora do trabalho. E o mais estranho é que fazem as intervenções e não há ninguém que dá a cara, que informe do que se vai passar para estarmos avisados e assim ir cumprir uma penitência ao café mais próximo da esquina, fumar um cigarro ou simplesmente ir discutir a bola ou a conjuntura atual política!
Não há pachorra para os citiados!

De Anónimo a 26.10.2021 às 13:51

Bem dito! mas experimenta o SISTEMA INFORMÁTICO dos TAFS e diz alguma coisa

De Anónimo a 26.10.2021 às 15:56

Caríssimo(a)
Eu conheço-o, conheço-o bem e, se é certo que esse foi feito exogenamente, mas desde que o contrato cessou presumo que andará pelo Instituto a sua verificação e conformidade, mas subscrevo o seu veemente protesto!
Continuação de uma boa jornada de trabalho onde quer que se encontre: no norte, centro, sul ou ilhas e aproveito para lhe manifestar a minha admiração pelo que, com pouco, consegue fazer tanto!

De Anónimo a 26.10.2021 às 16:31

Obrigado! aceite também os meus votos de boa jornada também, onde quer que se encontre!

Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Subscrição por e-mail
Receba todos os dias o artigo do dia no seu e-mail. Peça para:
oficialdejustica.oj.portugal@gmail.com

saiba+aqui

..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos.
Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2021

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    https://observador.pt/2021/11/26/juizes-classifica...

  • Jota Man

    Está mal os gastos com remunerações dos oficiais d...

  • Anónimo

    É só fazer as contas! Um aumento da despesa em 202...

  • Anónimo

    PARABÉNS AOS AUTORES DESTA PÁGINA

  • Anónimo

    E ainda recebem cerca de 4 euros de subsidio de al...

  • Anónimo

    Quando começarem a contratar paquistaneses e india...

  • Anónimo

    saida as 17.00 h p......q......p........

  • Anónimo

    vivemos na escravatura encapotada e alimentada pel...

  • Anónimo

    ehheeh, triste comentário este!!! pois só não faz ...

  • Anónimo

    Desde quando é que envelhecimento é assim tão mau ...

  • Anónimo

    Ingressos na carreira?!.. Concursos publicos sem c...

  • Anónimo

    A Inês Sousa Irreal, do PAN, já veio dizer que con...

  • Anónimo

    Uma luta dura e longa se necessario com recurso à ...

  • Anónimo

    O primo de amigo meu que tem um tio que é amigo de...

  • Anónimo

    Pela forma jovial e risonha em que a Sra MInistra ...

  • Anónimo

    É só blá...blá...blá...blá.Despachar processos e q...

  • Anónimo

    Juízes e Procuradores deviam ter vergonha, que com...

  • Anónimo

    Tu dá-lhes !!Lol

  • Anónimo

    EHEHEH tem tudo a ver com a criação do universo

  • Anónimo

    O que é que este post tem a ver com o artigo?

  • Anónimo

    “O último degrau da sabedoria é a humildade”, infe...

  • Anónimo

    Tente lembrar o colega quantos entraram com Costa,...

  • Anónimo

    CHEGA mesmo!

  • Anónimo

    " tática terrorista" dos governantes que temos tid...

  • Anónimo

    oj´s não existem eheheh só para trabalhar quase de...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"





    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................