Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 7 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................

Sábado, 24.08.19

Incompreensível

      Esta semana vimos como a DGAJ produziu um ofício-circular anunciando que o trabalho suplementar previsto na lei eleitoral seria remunerado.

      Para além deste trabalho suplementar previsto em diploma legal, não existe qualquer previsão para a remuneração ou sequer compensação por qualquer outro tipo de trabalho suplementar realizado no dia-a-dia; todos os dias.

      Os Oficiais de Justiça veem o seu trabalho ser remunerado ocasionalmente e até ser recordada essa remuneração em situações como a do presente, relativa aos atos eleitorais, especialmente depois de anunciada uma greve a tais atos e dias.

      No entanto, os Oficiais de Justiça, não se deixam enganar por estes rebuçados ocasionais que apenas adoçam a boca, quando estão famintos de justiça.

      Que haja uma comunicação que recorde que num determinado momento ou dia há lugar a pagamento das horas extraordinárias que ocorram não significa que haja o mesmo direito ao longo dos restantes 364 dias do ano. Acresce que este direito compensatório publicitário ocorre a cada 4 anos, por altura das eleições, motivo pelo qual nenhum Oficial de Justiça se sente devidamente compensado, por esta ocorrência pontual, quando tanto dá todos os dias, ao longo dos anos.

      Tal como ontem aqui apelamos ao Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ), é hora de tomar uma decisão corajosa e inovadora por parte deste Sindicato.

      Não basta com ir pedir ao outro sindicato (ao SOJ) para que desista da sua greve, por se considerar que tal seria uma boa estratégia para a defesa dos interesses dos Oficiais de Justiça; agora, compete ao SFJ também desistir da sua greve quando verificar que a mesma não conduz a nenhum efeito prático, bem pelo contrário, prejudica a ação sindical.

      Incompreensivelmente o SFJ mantém a sua greve carregada de serviços mínimos e, portanto, ineficaz, sem desistir da mesma para que possa aplicar com à-vontade nos quatro dias (e em todos os demais dias) a antiga greve de 1999 ao trabalho após as 17H00, tanto mais que até pediu ao SOJ que desconvocasse a sua greve porque os serviços mínimos decretados perturbavam esse acesso à greve após as 17H00.

      O SOJ anuiu e desconvocou a sua greve mas o SFJ não segue a mesma estratégia e mantém uma greve para quatro dias que vai manter os Oficiais de Justiça a trabalhar para além das 17H00 porque assim está determinado pelos serviços mínimos.

      É uma pena que o SFJ não aproveite esta oportunidade de causar perturbação no processo eleitoral, o que aportaria relevo à sua greve, fazendo com que os Oficiais de Justiça parassem todas as operações eleitorais às 17H00.

      Mas, por que razão o SFJ não desconvoca a sua greve armadilhada de serviços mínimos, apesar de ter pedido ao SOJ que desconvocasse a sua igualmente armadilhada de serviços mínimos?

      Está a fazer de conta? Está distraído? Está a fazer de conta que está distraído? Estas são questões que, com naturalidade, surgem na mente dos Oficiais de Justiça.

      Neste complexo momento, o SFJ só pode desistir da sua greve aos quatro dias dos atos eleitorais, por terem sido marcados serviços mínimos que asseguram todos os atos, dentro da normalidade, para que os Oficias de Justiça possam invocar a greve do trabalho fora de horas após as 17H00, esta sem serviços mínimos.

      No entanto, sendo o primeiro dia relevante na próxima segunda-feira e estando já convocados Oficiais de justiça para assegurarem os serviços mínimos desse e dos demais dias, até à véspera desse dia útil nada comunicou o SFJ.

      É uma pena que a efetividade e a perturbação que se anunciam nas comunicações sindicais não tenham correspondência real com a realidade e não saiam dessas comunicações.

      É uma pena que as comunicações sindicais, por mais inflamadas que sejam, sejam apenas isso e não tenham nenhuma correspondência com a realidade.

      Tal como ontem explicávamos, durante os quatro dias de greve ao atos eleitorais, os Oficiais de Justiça realizarão todos os atos necessários ao cumprimentos dos ditos serviços mínimos, sejam antes ou depois das 17H00 e não será possível invocar a greve do serviço após as 17H00 para esses quatro dias por existir a tal fixação, para esses quatro dias, de serviços mínimos que abarcam todas as operações processuais necessárias.

      Isto não é difícil de compreender, pelo que nos espanta que o SFJ não tenha tido esta ação estratégica em defesa dos interesses dos Oficiai de Justiça, mantendo a declaração de uma greve que, neste momento, perante as circunstâncias atuais, apenas prejudica os interesses dos Oficiais de Justiça, mantendo-se, no entanto, alinhado com os interesses do Governo.

      E isto é, simplesmente, incompreensível; ou talvez não seja, se de facto houver outros interesses.

FragmentacaoDesfragmentacao.jpg

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas/"Tags":

às 08:04


3 comentários

De oficialdejustica a 24.08.2019 às 13:22

O SFJ não quer realmente fazer greve aos atos eleitorais, quer apenas fazer constar que apresentou uma greve aos atos eleitorais.

A greve é impraticável, por causa dos serviços mínimos, e é isto mesmo que se quer: gabar-se que se fez greve e queixar-se de que não foi possível fazer greve.

O SFJ não tratou de anular a greve e, consequentemente, os serviços mínimos, para assim libertar completamente a outra velha greve após as 17H00 e, desta forma, sim, fazer realmente greve, a única possível, aos atos eleitorais, provocando problemas nunca antes ocorridos e obtendo um destaque mediático conveniente.

O SFJ parece estar preocupado com a perturbação dos atos eleitorais e, por isso, desta forma, os mantém protegidos (os atos eleitorais) mantendo, em simultâneo, desprotegidos e também iludidos grande parte dos Oficiais de Justiça.

De Anónimo a 25.08.2019 às 11:04

Não se compreende.

De Anónimo a 26.08.2019 às 13:53

Os sindicatos são a "correia de transmissão" dos partidos.
Quando o governo "é" dos partidos que controlam esses sindicatos o que se poderia esperar??

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Já imaginaram se, o que se passa com os oficiais d...

  • Anónimo

    A Senhora Ministra da Justiça na cerimónia da aber...

  • Anónimo

    Já existe alguma resposta da OIT à queixa apresent...

  • Anónimo

    Ora nem mais.

  • Anónimo

    Estou totalmente de Acordo Colega - UNIÃO DE SIND...

  • Anónimo

    Conseguiu oito cêntimos por UC. Grande vitória. Ma...

  • Anónimo

    De facto existiram muitos assistentes técnicos que...

  • Anónimo

    SFJ, SOJ, onde estão? Espero que ainda não na prai...

  • Anónimo

    E a falta de tonner nas impressoras Canon? É só p...

  • Anónimo

    Se as direções dos sindicatos, ao invés de andarem...

  • Anónimo

    Quem já é funcionário público, no serviço de orige...

  • Anónimo

    Colega, o recrutamento vai voltar a fazer se com r...

  • Anónimo

    A explicação das colocações oficiosas resulta do d...

  • Anónimo

    E isso é razão numa altura em que está a decorrer ...

  • Anónimo

    É o resultado do trabalho de quem representa verda...

  • Anónimo

    https://dre.pt/application/file/a/136675459

  • Anónimo

    Não encontrei, pode identificá-la sff?

  • Anónimo

    Li mas foi a primeira série de ontem:Portaria n.º ...

  • Anónimo

    Ler todos sabem ler, mas cumprir a Lei é só para a...

  • Anónimo

    É ler o DR de hoje na 2.a série e talvez já se ent...

  • Anónimo

    SURREAL!Vale tudo!

  • Anónimo

    e em 2019.

  • Anónimo

    E o ofício-circular que anunciou destacamentos par...

  • Anónimo

    Mas que procedimento é este?!E estando a decorrer ...

  • Anónimo

    “1996-1999: Secretário de Estado da Justiça do XII...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"


    subscrever feeds





    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................