Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 7 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................

Quinta-feira, 27.12.18

Janeiro e as Greves

      Depois da marcação dos cinco dias de greve (de 07 a 11 de janeiro) nos quais se excluem grande parte dos Oficiais de Justiça, conforme aqui divulgamos no passado sábado, o Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ), apesar de continuar a não referir esses dias e quem neles participa, veio ontem anunciar que irá marcar mais dias de greve para o resto do mês, para nesses abarcar os demais juízos e serviços do Ministério Público que até agora estão excluídos.

      Estes novos dias ainda não se mostram publicamente comunicados, com os respetivos avisos prévios na página da Direção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP) mas estarão em breve, possivelmente de forma faseada, acompanhando a intenção de serem divulgados dessa mesma forma, semana a semana, estratégia que evita a previsão das greves e os adiamentos de diligências por tal motivo previsível.

      De todos modos, na informação sindical de ontem, o SFJ nada refere quanto aos dias já marcados para a semana de 07 a 11 de janeiro, semana essa que ficou marcada no Plenário do Terreiro do Paço em Lisboa e que, em vez de semana passou a cinco diferentes dias de greve e ontem passou a quase um mês. Já não se trata da semana fixada no Plenário mas de quase um mês com greves limitadas a certos juízos e secções, muito específicos, e não de forma mais abrangente, como a áreas jurisdicionais, por exemplo.

      Os dias já marcados e que o SFJ ainda não divulgou são os seguintes:

- dia 07 - Juízos Cíveis (Locais e Centrais) e Juízos de Proximidade;
- dia 08 - Balcão Nacional de Arrendamento e Balcão Nacional de Injunções;
- dia 09 - Tribunal da Propriedade Intelectual e Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão;
- dia 10 - Tribunal Marítimo, Tribunal Constitucional e Tribunal de Contas;
- dia 11 - Juízos de Comércio.

      Ora, como bem se vê, há aqui bastantes omissões; desde logo chama a atenção a ausência dos Juízos Locais Criminais, os Juízos Centrais Criminais, os Juízos de Instrução Criminal, os Juízos do Trabalho, os Juízos de Família e Menores, os Juízos de Execução, todas as secções do Ministério Público que se relacionam com todos aqueles juízos e todos os Departamentos de Investigação e Ação Penal do país, bem como os Oficiais de Justiça noutras funções, como nas Unidades de Apoio aos Órgãos de Gestão das Comarcas, nos Tribunais da Relação, no Supremo Tribunal de Justiça, nos Tribunais Administrativos e Fiscais, nos tribunais superiores desta jurisdição administrativa e fiscal, bem como nas muitas e mais diversas comissões de serviço e sem esquecer a grande ausência dos muitos Juízos de Competência Genérica que existem por todo o país. Tudo isto não consta desta semana de greves, tudo isto corresponde à maior parte dos Oficiais de Justiça do país mas, toda esta maioria ausente será incorporada durante o resto do mês de janeiro, aos bocadinhos, fração a fração; greve fracionada com muito duvidoso efeito prático e impacto de relevo.

      Na mesma informação de ontem do SFJ, anuncia-se a realização de um novo Plenário para o dia 15JAN com nova concentração em Lisboa em frente ao Supremo Tribunal de Justiça, local onde, nesse mesmo dia, decorrerá a cerimónia de abertura do novo ano judicial 2019.

      Para esta ação, o SFJ disponibilizará novamente transporte a nível nacional de forma a permitir a deslocação de Oficiais de Justiça de todo o país para esse momento em que as suas vozes se devem ouvir a ecoar no Terreiro do Paço, para que se misturem com os discursos oficiais e formais que no STJ se realizarão, os quais terão, este ano, necessariamente, que ter em conta os Oficiais de Justiça mais que não seja para prometer, uma vez mais, uma "reanálise" de "alguns" aspetos reivindicados.

      A informação sindical de ontem contém ainda algo que se mostra preocupante para os Oficiais de Justiça: quando aborda o último documento apresentado pelo Ministério da Justiça, o designado "Grandes linhas do novo estatuto dos Oficiais de Justiça", o SFJ mostra-se discordante com os quatro aspetos que elenca: A aplicação do SIADAP, a redução do COJ à função disciplinar, os cargos de chefia em comissão de serviço e a falta de referência à aposentação.

      Estes 4 aspetos poderão ser dos tais "alguns" que foi prometido "reanalisar" aquando do recente encontro ou reunião com a ministra da Justiça em que esta prometeu “reanalisar alguns aspetos”, depois de ter apresentado as “Grandes… linhas”. Ora, a preocupação surge quando se verifica que nesta lista de discordâncias não consta um dos aspetos também mais preocupantes dessas tais "Grandes Linhas" e que é a divisão da função atual em dois grupos: o dos Oficiais de Justiça, sem as atuais categorias, e o dos Assistentes de Justiça, com funções idênticas às que hoje são desempenhadas pelos Escrivães Auxiliares e até alguns Técnicos de Justiça Auxiliares. A omissão deste aspeto poderá significar que esta é uma das linhas grandes que o SFJ parece aceitar, eventualmente para cumprir a repetida promessa do grau 3, sacrificando a carreira tal como hoje a conhecemos.

      Da mesma forma, também não consta na lista de discordâncias das “Grandes Linhas”, logo parece concordância, a integração dos vencimentos em lugares virtuais da tabela remuneratória, para se obter a tal neutralidade orçamental o que, na prática, significa que o grau 3 não vai servir para nenhum incremento salarial daqueles que forem agraciados com tal grau de complexidade, isto é, os que passarão a ser Oficiais de Justiça, pois os novos Assistentes de Justiça, estes, permanecerão no atual grau 2, embora realizando muitas das atuais funções dos atuais Oficiais de Justiça, funções essas que se reclamam hoje como sendo de grau 3. Incongruente e muito preocupante.

      Por fim, outro dos aspetos a realçar da informação sindical do SFJ que temos vindo a abordar, consiste na greve decretada em 1999 ao serviço extraordinário, fora do horário normal de funcionamento das secretarias. Esta greve decretada em junho daquele ano de há 20 anos atrás, não era considerada pela Direção-Geral da Administração e Emprego Público (DGAEP) até agora, tendo só agora passado a ser considera e passando a constar já da sua página dos avisos prévios de greves comunicados, pelo que está já plenamente revalidada e, o mais importante de tudo, para a mesma não foi decretado qualquer serviço mínimo.

      Assim, mantém-se esta greve entre as 12H30 e as 13H30 e após as 17H00 sem qualquer serviço mínimo e por tempo indeterminado. Quer isto dizer que depois do final deste ano, durante o próximo ano e todos os anos que vierem a seguir, é lícito a qualquer Oficial de Justiça, esteja sindicalizado em qualquer sindicato ou em nenhum, declara-se em greve às 12H30 e às 17H00, não prosseguindo nenhuma diligência ainda que seja uma diligência com caráter urgente; seja ela qual for.

      Esta revalidação desta greve ao serviço fora de horas vem suscitar um novo (ou velho) mas caricato problema: o outro sindicato: o Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ) marcou uma greve idêntica para 2019 até às eleições legislativas de outubro. Sabe-se que a Administração pediu ao SOJ que aceitasse serviços mínimos não só para o período após as 17H00 mas também na própria hora de almoço e tendo este sindicato, obviamente, discordado de tais serviços mínimos, foi então solicitada a intervenção do colégio arbitral. Ora, como se sabe, cada vez que há intervenção do colégio arbitral, há sempre fixação de serviços mínimos nos termos solicitados pela Administração, pelo que fácil é prever um conflito entre estas duas greves exatamente iguais, uma sem serviços mínimos e outra com serviços mínimos. Também mais uma vez, tudo indica que o SOJ poderá vir a tomar de novo a decisão de desistir da sua greve, libertando os Oficiais de Justiça dos serviços mínimos que vierem a ser fixados. Aguardemos para ver.

      Pode consultar a informação sindical aqui mencionada acedendo à mesma através da seguinte hiperligação: "SFJ-IS-26DEZ".

Dado=SimNaoTalvez.jpg

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:07


4 comentários

De Anónimo a 28.12.2018 às 09:08

...como não se compreende a ausência de negociação do tempo congelado antes de 2018.
Enfim...!!

De Anónimo a 28.12.2018 às 12:14

Exatamente. Ambos os sindicatos deram esse tempo como perdido. Outras classes não deram e bem.
Imagine-se alguém, que foi promovido em 2017 (não é o caso), começa do zero em 2018 e todo o tempo de adjunto (congelado e antes do congelamento) é como, se não tivesse existido.
Os professores conseguiram, que em casos similares, o tempo agora concedido, seja afeto na mesma ao trabalhador.

De Anónimo a 28.12.2018 às 13:51

E nós temos que fazer a mesma coisa e ir a todas as "paróquias", para garantir esses direitos, o direito ao tempo congelado reconhecido até por sermos menos até é mais fácil do alcançar se vontade política houver para isso. Os professores não podem ser cidadãos de primeiro e todos os outros funcionários nas mesmas situações cidadãos de segunda, há o principio da igualdade que deve ser aplicado e observado por todos os órgãos de soberania incluindo Governo, não pode haver violação do artigo 13.º da C.R.P., separação de poderes sim mas desigualdade não e ainda mais desigualdade entre carreiras, não é pelos professores serem mais que o principio da igualdade deve ser relativizado. se for preciso devemos recorrer para o Tribunal Justiça da União Europeia porque os princípios que cá existem de igual forma existem em vários estados da União e até podemos ganhar apoio dos nossos colegas nesses países.

Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2018

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Já imaginaram se, o que se passa com os oficiais d...

  • Anónimo

    A Senhora Ministra da Justiça na cerimónia da aber...

  • Anónimo

    Já existe alguma resposta da OIT à queixa apresent...

  • Anónimo

    Ora nem mais.

  • Anónimo

    Estou totalmente de Acordo Colega - UNIÃO DE SIND...

  • Anónimo

    Conseguiu oito cêntimos por UC. Grande vitória. Ma...

  • Anónimo

    De facto existiram muitos assistentes técnicos que...

  • Anónimo

    SFJ, SOJ, onde estão? Espero que ainda não na prai...

  • Anónimo

    E a falta de tonner nas impressoras Canon? É só p...

  • Anónimo

    Se as direções dos sindicatos, ao invés de andarem...

  • Anónimo

    Quem já é funcionário público, no serviço de orige...

  • Anónimo

    Colega, o recrutamento vai voltar a fazer se com r...

  • Anónimo

    A explicação das colocações oficiosas resulta do d...

  • Anónimo

    E isso é razão numa altura em que está a decorrer ...

  • Anónimo

    É o resultado do trabalho de quem representa verda...

  • Anónimo

    https://dre.pt/application/file/a/136675459

  • Anónimo

    Não encontrei, pode identificá-la sff?

  • Anónimo

    Li mas foi a primeira série de ontem:Portaria n.º ...

  • Anónimo

    Ler todos sabem ler, mas cumprir a Lei é só para a...

  • Anónimo

    É ler o DR de hoje na 2.a série e talvez já se ent...

  • Anónimo

    SURREAL!Vale tudo!

  • Anónimo

    e em 2019.

  • Anónimo

    E o ofício-circular que anunciou destacamentos par...

  • Anónimo

    Mas que procedimento é este?!E estando a decorrer ...

  • Anónimo

    “1996-1999: Secretário de Estado da Justiça do XII...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"






    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................