Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 7 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................

Segunda-feira, 01.06.20

Lei volta a confirmar: “Máscara ou Viseira”

      Na passada sexta-feira, foi publicado em Diário da República o Decreto-Lei nº. 24-A/2020 de 29MAI que altera, pela décima vez, em dois meses e meio, o Decreto-lei nº. 10-A/2020 de 13MAR.

      Entre outras alterações, destacamos a do artigo 13º-B do mesmo DL. 10-A/2020 de 13MAR, artigo que foi aditado pelo DL. 20/2020 de 01MAI, e que passa a ter a seguinte redação, relativa ao uso de máscaras ou viseiras:

      «1 - É obrigatório o uso de máscaras ou viseiras para o acesso ou permanência nos seguintes locais:

          a) Nos espaços e estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços;

          b) Nos edifícios públicos ou de uso público onde se prestem serviços ou ocorram atos que envolvam público;

          c) Nos estabelecimentos de ensino e creches pelos funcionários docentes e não docentes e pelos alunos;

          d) No interior das salas de espetáculos, de exibição de filmes cinematográficos ou similares.

      2 - A obrigatoriedade referida no número anterior é dispensada quando, em função da natureza das atividades, o seu uso seja impraticável.

      3 - É obrigatório o uso de máscaras ou viseiras na utilização de transportes coletivos de passageiros.

      4 - Para efeitos do disposto no número anterior, a utilização de transportes coletivos de passageiros inicia-se nos termos do n.º 2 do artigo 2.º da Lei n.º 28/2006, de 4 de julho, na sua redação atual.

      5 - A obrigação de uso de máscara ou viseira nos termos do presente artigo apenas é aplicável às pessoas com idade superior a 10 anos.

      6 - A obrigatoriedade referida nos nºs. 1 e 3 é dispensada mediante a apresentação de:

          a) Atestado Médico de Incapacidade Multiusos ou declaração médica, no caso de se tratar de pessoas com deficiência cognitiva, do desenvolvimento e perturbações psíquicas;

          b) Declaração médica que ateste que a condição clínica da pessoa não se coaduna com o uso de máscaras ou viseiras.

      7 - Incumbe às pessoas ou entidades, públicas ou privadas, que sejam responsáveis pelos respetivos espaços ou estabelecimentos, serviços e edifícios públicos ou meios de transporte, a promoção do cumprimento do disposto no presente artigo.

      8 - Sem prejuízo do número seguinte, em caso de incumprimento, as pessoas ou entidades referidas no número anterior devem informar os utilizadores não portadores de máscara que não podem aceder, permanecer ou utilizar os espaços, estabelecimentos ou transportes coletivos de passageiros e informar as autoridades e forças de segurança desse facto caso os utilizadores insistam em não cumprir aquela obrigatoriedade.

      9 - O incumprimento do disposto no n.º 3 constitui contraordenação, punida com coima de valor mínimo correspondente a (euro) 120 e valor máximo de (euro) 350.»

      Depois da publicação do referido Decreto-Lei a 01MAI, muitas vozes se ouviram afirmando que a utilização de viseira como alternativa se tratava de um erro grosseiro e claro do legislador e que seria retificado. Ora, tal retificação do alegado erro nunca sucedeu e, nesta última alteração que ora chega, cerca de um mês depois, a 29MAI, o legislador volta a prever explicitamente a opção do uso de viseira em todos os locais de utilização obrigatória de um dos dois meios de proteção: “máscara ou viseira” e não com o fundamentalismo exacerbado que pretende restringir a utilização a apenas máscaras, pretendendo tornar a viseira como um mero complemento da utilização da máscara.

      Tal como já aqui defendemos, em diversos artigos e especialmente no artigo de 04MAI2020 intitulado: “Proteção Individual: Máscara ou Viseira?”, e cada vez mais comprovamos, a utilização das máscaras por parte dos cidadãos vem sendo completamente errada e esse erro é mais perigoso do que o não uso de máscara. Ou seja, a atual utilização de máscara está a tornar-se algo mais perigoso do que não usar nada.

      Para além da óbvia e badalada falsa sensação de segurança que aporta aos utilizadores e o seu consequente relaxamento para com as demais condições de proteção, vemos como o seu manuseamento e constante toque na sua parte frontal, a par da reutilização, do guardar nos bolsos e bolsas, o pôr e tirar sem cuidados e sem as necessárias higienizações das mãos e das próprias máscaras, está a tornar os utilizadores das máscaras potenciais propagadores de vírus, agora de uma forma mais intensa.

      É certo que tanto as máscaras como as viseiras proporcionam proteção, embora haja diferenças. A máscara cobre o nariz e a boca, quando bem colocada e ajustada, o que é algo raro de se ver, pois as entradas, e saídas, de ar, laterais e superiores, são o mais comum, e mexem-se constantemente, com toda a gente a ajustá-las, para cima e para baixo, e a retirá-las para o queixo ou para a orelha ou para o bolso, voltando a colocá-las e recolocá-las; sempre sem higienizar as mãos a cada toque, como é devido. Ora, nada disto sucede com a viseira que cobre totalmente a face, protegendo toda a face e também os olhos (os dois olhos que são também porta de entrada para os vírus) e permite respirar e falar sem necessidade de colocar e retirar o equipamento, isto é, sem necessidade de tocar e voltar a tocar para ajustar ou usar, pelo que se torna um equipamento muito mais seguro na sua utilização diária, criando uma efetiva barreira em toda a face.

PR-MarceloRebeloDeSousa=MascaraNaMao.jpg

      A este propósito, veja-se o vídeo que segue (disponibilizado pelo Observador), com muito boas informações e explicações sobre a utilização no dia-a-dia das máscaras, em banda desenhada, bem como as imagens reais colhidas e apresentadas como maus exemplos, até do Presidente da República, com a tal utilização que todos consideram normal mas que é altamente perigosa e está a fazer aumentar o risco de contágio para todos.

      Esta utilização vulgar das máscaras, pelo cidadão comum, sem conhecimento e sem respeito pelas regras básicas de segurança e higiene na sua utilização acabam por tornar o uso das máscaras como um potenciador do risco de contágio, risco este que é superior a um eventual não uso das máscaras. Isto é, para usar assim, como se vem usando, mais vale não usar nada, porque assim é pior e é pior para todos.

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:01


4 comentários

De Anónimo a 01.06.2020 às 20:33

"Ora, nada disto sucede com a viseira que cobre totalmente a face, protegendo toda a face e também os olhos (os dois olhos que são também porta de entrada para os vírus) e permite respirar e falar sem necessidade de colocar e retirar o equipamento, isto é, sem necessidade de tocar e voltar a tocar para ajustar ou usar, pelo que se torna um equipamento muito mais seguro na sua utilização diária, criando uma efetiva barreira em toda a face."

Atenção que a viseira é permeável ao aerossol proveniente da respiração (Aerossol caracteriza-se pela suspensão de partículas finíssimas sólidas ou líquidas num gás. Os aerossóis tanto podem ter origem natural como artificial. As nuvens e a contaminação do ar, tais como o smog e fumaça, são exemplos de aerossóis. Wikipédia )
Caso exista aerossol contaminado, sabendo-se que o mesmo pode permanecer em suspensão no ar que respiramos durante cerca de uma hora em locais não ventilados, é melhor usar a máscara e a viseira.

E falta ainda ouvir o colégio de oftalmologia sobre a qualidade do material que não deverá ser um simples acetato.
Deveria ser anti reflexo e rígido ( não deformável)

De Anónimo a 01.06.2020 às 21:39

Falar mais alto produz mais gotículas, apontam ainda. O estudo estima que um minuto a “falar alto” gera “pelo menos mil núcleos de gotículas contento viriões que permanecem no ar” por mais de oito minutos.
“Esta visualização directa demonstra como o discurso normal gera gotículas que podem permanecer suspensas dezenas de minutos ou mais e são muito capazes de transmitir doenças em espaços restritos”, escrevem os autores.<\i>

https://www.publico.pt/2020/05/15/ciencia/noticia/estudo-mostra-falar-emite-goticulas-duradouras-1916618

De Anónimo a 01.06.2020 às 22:54

Tenho lido algumas resposta de Oficiais de Justiça, e com razão, a comentários despropositados produzidos por pessoas que desconhecem a realidade dos Tribunais. Pela mesma razão e coerência, devemos confiar nos virulugistas e na auteridade de saúde pública e não opinar em questões que desconhecemos.
O que devemos exigir, por se tratar dum direito, é que todas as condições determinadas pela autoridade de saúde, sejam cumpridas.

De Anónimo a 01.06.2020 às 23:10

Oh colega, deixe lá os goticologistas falar.
Estava a ser tao divertido.
Depois de ler isto desisti de ir ao psicólogo.
Sinto-me muuuito bem!

Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2020

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Já imaginaram se, o que se passa com os oficiais d...

  • Anónimo

    A Senhora Ministra da Justiça na cerimónia da aber...

  • Anónimo

    Já existe alguma resposta da OIT à queixa apresent...

  • Anónimo

    Ora nem mais.

  • Anónimo

    Estou totalmente de Acordo Colega - UNIÃO DE SIND...

  • Anónimo

    Conseguiu oito cêntimos por UC. Grande vitória. Ma...

  • Anónimo

    De facto existiram muitos assistentes técnicos que...

  • Anónimo

    SFJ, SOJ, onde estão? Espero que ainda não na prai...

  • Anónimo

    E a falta de tonner nas impressoras Canon? É só p...

  • Anónimo

    Se as direções dos sindicatos, ao invés de andarem...

  • Anónimo

    Quem já é funcionário público, no serviço de orige...

  • Anónimo

    Colega, o recrutamento vai voltar a fazer se com r...

  • Anónimo

    A explicação das colocações oficiosas resulta do d...

  • Anónimo

    E isso é razão numa altura em que está a decorrer ...

  • Anónimo

    É o resultado do trabalho de quem representa verda...

  • Anónimo

    https://dre.pt/application/file/a/136675459

  • Anónimo

    Não encontrei, pode identificá-la sff?

  • Anónimo

    Li mas foi a primeira série de ontem:Portaria n.º ...

  • Anónimo

    Ler todos sabem ler, mas cumprir a Lei é só para a...

  • Anónimo

    É ler o DR de hoje na 2.a série e talvez já se ent...

  • Anónimo

    SURREAL!Vale tudo!

  • Anónimo

    e em 2019.

  • Anónimo

    E o ofício-circular que anunciou destacamentos par...

  • Anónimo

    Mas que procedimento é este?!E estando a decorrer ...

  • Anónimo

    “1996-1999: Secretário de Estado da Justiça do XII...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"






    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................