Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 8 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................

Sábado, 12.09.15

Mais Um Movimento Extraordinário

     E pronto, a Direção-Geral da Administração da Justiça (DGAJ) acaba de anunciar aquilo que já vinha insinuando, isto é, a realização de uma segunda volta de colocações na forma de um novo movimento extraordinário.

     Assim, após a incompleta colocação do movimento extraordinário de julho, aqui vem um novo movimento extraordinário de setembro.

     Neste segundo movimento extraordinário anunciam-se algumas vagas, sem especificar o número concreto em cada núcleo, não se fazendo desta vez qualquer referência a colocações oficiosas para o caso de estas vagas anunciadas não serem preenchidas. Assim, caso tal aconteça e restem candidatos por colocar até às 600 entradas possíveis e tendo em conta a nova conceção da DGAJ manifestada no anterior movimento, certamente terá que fazer um terceiro movimento extraordinário ou mais, até conseguir colocar, por esta via, todos os 600 candidatos, sem recorrer às colocações oficiosas que recentemente foram consideradas inapropriadas. Ou será que agora deixarão de ser inapropriadas? O despacho nada diz, pelo que o mais provável é não ser utilizada esta forma de colocação, pois se no outro movimento o diretor-geral disse que procederia às colocações oficiosas e não o fez, agora que nada disse, certamente que também não o fará.

     Ora, esta ausência de indicação sobre as colocações oficiosas vai obrigar os candidatos que queiram ingressar seja lá onde for, sem quaisquer limitações de distância, a ter que realizar requerimentos onde constem todos os núcleos e demais possíveis colocações, como os tribunais administrativos e fiscais, do país inteiro.

     No caso da existência de colocações oficiosas, os candidatos teriam apenas que colocar as suas verdadeiras preferências, deixando as demais possíveis colocações para a forma oficiosa e beneficiando de antecipação de poder concorrer a movimentos, ao invés das colocações a pedido que os obrigarão a permanecer pelo menos dois anos no lugar que nunca quiseram.

     Assim, o mais provável é que estes restantes cerca de centena e meia de candidatos elaborem requerimentos nos quais constem todos os locais do país, pois não sabem onde surgirão vagas e caso não sejam colocados nas opções colocadas, não havendo colocações oficiosas, nunca serão colocados. Também não podem acreditar que venha a existir um terceiro movimento extraordinário dentro de um ou dois meses, para ir colocando os que restem, pois desta vez haverá candidatos a colocar todo o país, assim sem mais nem menos, porque pretendem mesmo ser colocados.

     Esta nova conceção da DGAJ de não utilização das colocações oficiosas só vem complicar a vida aos candidatos, pois serão colocados onde não querem e aí deverão permanecer durante muito mais tempo, como se de facto essa fosse a sua vontade.

     Atenção que este movimento extraordinário está aberto a todos os Oficiais de Justiça já em funções que estejam em condições de a ele se candidatar e aos candidatos que não foram colocados no movimento extraordinário de julho.

     Todos os interessados devem efetuar um novo requerimento para ser considerado a este movimento de setembro, detendo o prazo de 10 dias úteis para o fazer, após a publicação do aviso no Diário da República, o que está previsto venha a acontecer no próximo dia 17SET, pelo que, a assim acontecer, os requerimentos deverão ser efetuados até ao dia 01OUT.

     Este movimento está limitado a primeiras colocações, transferências e transições das categorias de Escrivão Auxiliar e de Técnico de Justiça Auxiliar.

     Mais uma vez se alerta que os requerimentos deverão ser efetuados de acordo com os interesses dos candidatos e dos Oficiais e Justiça, independentemente das anunciadas vagas, pois para além destas, serão consideradas todas as vagas que venham a surgir durante a realização do movimento, vagas estas que são imprevisíveis. Por este motivo, as vagas indicadas são meramente indicativas e nem sequer há a garantia que estejam corretas, pois no anterior anúncio foram anunciadas vagas que depois a DGAJ veio a dizer aos reclamantes que eram lapsos e que não existiam, pelo que esta indicação das vagas não serve para nada.

     Veja na seguinte hiperligação as vagas constantes do despacho do diretor-geral DGAJ e demais informações: "Despacho".

     Pode também aceder à divulgação geral na seguinte hiperligação: "Ofício-Circular".

     Por fim, avisar os candidatos que podem aproveitar os requerimentos anteriormente apresentados, importando para o novo que irão fazer as opções listadas no anterior, acrescentando agora as novas opções ou eliminando as anteriores.

     Avisar ainda aqueles que depois das opções ordenadas estejam dispostos a inserir todas as demais possibilidades do país inteiro, salvaguardando assim que não será por falta de colocação da opção que não serão colocados, que não necessitam de conhecer todas as possibilidades, basta, por exemplo, colocá-las por ordem alfabética. Em vez de escrever o nome da localidade, coloque só uma letra e pesquise, a aplicação mostrará todas as possibilidades que se iniciem por essa letra, escolherá uma das opções exibidas e repetirá a letra, mostrando a aplicação as possibilidades restantes já sem aquela que escolheu e assim sucessivamente até esgotar as possibilidades dessa letra, passando depois de outra e outra até inserir o país inteiro se essa for a vossa intenção.

     Notem que a falta de colocações oficiosas implica que só serão colocados nas vagas quem de facto as indicar. Para além disso, da cerca de centena e meia de candidatos que agora aguardam a colocação e que irão apresentar requerimento, haverá sempre quase meia centena de candidatos que não terão hipótese alguma de serem colocados e estes serão os que estiverem na lista de graduação em lugar mais baixo, só podendo estes alterar este desígnio pela certeza da colocação de mais opções e esperar que haja desistências, outros candidatos com requerimentos mais curtos e limitados nas opções.

ViasCaminhosMovimentacao.jpg

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas/"Tags":

às 08:02


25 comentários

De TF a 12.09.2015 às 10:52

alguma maneira de termos acesso ao mapa com os núcleos atualizados?
quando fui fazer o 1 requerimento os colegas tinham lá, gostava de já levar a lista preparada...

De oficialdejustica a 12.09.2015 às 15:23

Quem quiser consultar os núcleos/comarcas do país veja na coluna da direita sob a designação de "Ligações a Documentos", o documento designado "Index 1ªInst 01SET2014".

Nesse documento (que é preciso baixar para aceder às várias páginas) estão, para além dos núcleos que compõem as comarcas, todos os contactos e moradas dos mesmos.

De Anónimo a 12.09.2015 às 11:16

Quem ingressou no movimento extraordinário de julho não pode concorrer a este novo movimento?

De TF a 12.09.2015 às 11:49

Segundo o que entendi não. Só os que ficaram de fora e os que podem pedir transferência, ou seja,os mais "antigos".

De oficialdejustica a 12.09.2015 às 15:26

Tal como "TF" refere, este movimento extraordinário de setembro destina-se apenas aos candidatos em reserva, ou seja, que não foram colocados e aos Oficiais de Justiça em serviço que igualmente não foram colocados no anterior ou que a ele nem sequer concorreram, desde que estejam em condições de concorrer a este, designadamente, detendo, pelo menos, os dois anos sem terem sido movimentados.

De Anonimo a 12.09.2015 às 16:57

Daqui só se extrai uma coisa: este concurso é uma vergonha! É ridículo! Mas que falta de transparência. Desde o momento em que não houve colocações oficiosas e agora abertura de vagas mesteriosas? Onde andavam estas vagas no movimento anterior!? Então eu entrei no movimento de Julho 1 colocação, tive 16 e fui parar a Lisboa e agora vejo que existem vagas que tinha colocado no meu requerimento perto da minha residência e antes de Lisboa? Como é que eu posso reclamar? Isto é completamente injusto! Quer dizer que agora um candidato em reserva com nota inferior a minha vai para uma vaga que eu tanto queria e pus como opção? Não entendo este país nem a justiça que temos! Enfim só me apetece desistir disto tudo!

De Anónimo a 12.09.2015 às 17:02

Este concurso não é uma vergonha, é uma merda.

De Anonimo a 12.09.2015 às 17:34

E dizer que é uma merda é um elogio! Pais de cunhas e interesses é só isto que vos digo. Os lugares estavam guardadinhos! Senhor oficial de justiça como podemos reclamar?

De Anónimo a 12.09.2015 às 17:57

Não desista. Vai ser um@ bom@ colega !

De anonimo a 12.09.2015 às 23:37

Podemos reclamar para a DGAJ, ainda está em curso o prazo para recurso administrativo das colocações em DR, são 10 dias após publicação, quem se sente lesado deve de reclamar e também reclamar junto dos sindicatos!!!

De Anónimo a 12.09.2015 às 17:41

░░░░░▄▄▀▀▀▀▀▀▀▀▀▀▀▄▄░░░░░░░░░ ░░░▄▀░░░░░░░░░░░░░░░▀▀▄▄░░░░░ ░░▄▀░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░▀▄░░░ ░▄▀░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░█░░ ░█░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░█░ ▐░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░█ █░░░░▀▀▄▄▄▄░░░▄▌░░░░░░░░░░░░▐ ▌░░░░░▌░░▀▀█▀▀░░░▄▄░░░░░░░▌░▐ ▌░░░░░░▀▀▀▀░░░░░░▌░▀██▄▄▄▀░░▐ ▌░░░░░░░░░░░░░░░░░▀▄▄▄▄▀░░░▄▌ ▐░░░░▐░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░▄▀░ ░█░░░▌░░▌▀▀▀▄▄▄▄░░░░░░░░░▄▀░░ ░░█░░▀░░░░░░░░░░▀▌░░▌░░░█░░░░ ░░░▀▄░░░░░░░░░░░░░▄▀░░▄▀░░░░░ ░░░░░▀▄▄▄░░░░░░░░░▄▄▀▀░░░░░░░ ░░░░░░░░▐▌▀▀▀▀▀▀▀▀░░░░░░░░░░░ ░░░░░░░░█░░░░░░░░░░░░░░░░░░░░ ░░╔═╗╔═╗╔═╗░░░░░║░║╔═╗║░║░░░░ ░░╠═╣╠╦╝╠╣░░░░░░╚╦╝║░║║░║░░░░ ░░║░║║╚═╚═╝░░░░░░║░╚═╝╚═╝░░░░ ║╔═░╦░╦═╗╦═╗╦╔╗║╔═╗░░╔╦╗╔═╗╔╗ ╠╩╗░║░║░║║░║║║║║║═╗░░║║║╠╣░╔╝ ║░╚░╩░╩═╝╩═╝╩║╚╝╚═╝░░║║║╚═╝▄░

De anonimo a 12.09.2015 às 23:38

Pode reclamar para a DGAJ, ainda está em curso o prazo para recurso administrativo das colocações em DR, são 10 dias após publicação, quem se sente lesado deve de reclamar e também reclamar junto dos sindicatos!!!

De Anónima a 12.09.2015 às 17:47

Burocracia à portuguesa. Era tão mais simples terem feito colocações oficiosas, por ordem de classificação de cima, vagas e local de residência dos candidatos. A não ser que a ideia inicial fosse atrasar a entrada de alguns candidatos, como meio de poupança.

De Anónimo a 12.09.2015 às 17:47

████▀░░░░░░░░░░░░░░░░░▀████ ███│░░░░░░░░░░░░░░░░░░░│███ ██▌│░░░░░░░░░░░░░░░░░░░│▐██ ██░└┐░░░░░░░░░░░░░░░░░┌┘░██ ██░░└┐░░░░░░░░░░░░░░░┌┘░░██ ██░░┌┘▄▄▄▄▄░░░░░▄▄▄▄▄└┐░░██ ██▌░│██████▌░░░▐██████│░▐██ ███░│▐███▀▀░░▄░░▀▀███▌│░███ ██▀─┘░░░░░░░▐█▌░░░░░░░└─▀██ ██▄░░░▄▄▄▓░░▀█▀░░▓▄▄▄░░░▄██ ████▄─┘██▌░░░░░░░▐██└─▄████ █████░░▐█─┬┬┬┬┬┬┬─█▌░░█████ ████▌░░░▀┬┼┼┼┼┼┼┼┬▀░░░▐████ █████▄░░░└┴┴┴┴┴┴┴┘░░░▄█████ ███████▄░░░░░░░░░░░▄█████

De Anónimo a 12.09.2015 às 19:39

Aquele grupo do facebook é do mais ridículo que existe, o ppl agora fala que vão impugnar o concurso todo??e até existiu quem tentase interpor uma providencia cautelar, com que fundamento não tem a mínima hipótese, nem com providencias cautelares lá vão, a falta de sensibilidade jurídica dessa gente é gigantesca,não percebem que estão a tentar mexer com a velha guarda do sistema que vos vai quebrar num instante...vocês quando chegarem lá dentro vão ver como a bola rola,obviamente que não concordo na qualidade de candidato com o que se está a passar...mas meus amiguinhos tenham juízo e cuidado da forma como estão a dar a cara.Por isso é que comento aqui o que penso assim ninguem me queima

De Anonimo a 12.09.2015 às 22:34

Ridícula parece a sua opinião e a sua qualidade de candidato deve ser tanta que aposto que está de fora ;)

De anonimo a 12.09.2015 às 23:43

Existiu quem tentasse intentar uma providencia cautelar? Não sei onde viu isso nesse grupo! Ninguém falou que tentou intentar nada, apenas comentavam as possibilidades de reclamarem face à atual situação, e a impugnação que falaram foi uma expressão mal utilizada e é óbvio que não era o concurso todo!! Basta ler e saber interpretar!!!
Mas nesse grupo só lá está quem quem, quem não quer ou acha ridiculo e completamente inutil a existência do tal grupo, sempre pode sair ;-)

Cumprimentos

De Anónimo a 13.09.2015 às 12:20

Mas eu gosto de estar lá inserido para depois poder vir para aqui criticar, por isso vou continuar feito um espião no meio do grupo, contudo qualquer pessoa minimamente instruída, consegue perceber que o concurso preenche os requisitos legais não existe qualquer ponta solta no mesmo, vão impugnar o que????só podem querer brincar, é ridículo a falta de noção, e até mesmo preocupante, uma coisa é a DGAJ prometer coisas e não cumprir, outra coisa é o cumprimento da Lei, ou será que meia dúzia de pirralhos descobriram uma nova lei e quem lida com isto a anos não sabe nada?Amigas e amigos pede-se menos pro-potencia, vamos nos indignar com o que efeitivamente vale a pena.

De anonimo a 13.09.2015 às 13:20

Caro anónimo
Pelo que entendi ninguém vai impugnar nada!!! Foi uma expressão mal utilizada, vão sim fazer uma reclamação/exposição à DGAJ, é certo que pode não dar em nada, mas estão no seu direito de a fazerem se se sentem lesados!!!

De 。◕‿◕。 a 12.09.2015 às 19:49

(͡๏̯͡๏)(͡๏̯͡๏)
( , ,)( , ,)
¯**´¯**´¯`•.¸¸.ღ´´¯`•.¸¸.

...

É claro que em cada movimento certas vagas são preenchidas e outras ficam assim disponíveis. Compreende-se que as colocações são feitas simultâneamente com as transferências, e daí que vagas aparecem e desaparecem.

Quem se achar mal colocado poderá tentar uma nova vaga no movimento ordinário de Outubro.

...

650

De Anónimo a 12.09.2015 às 23:52

Acha mesmo??? Agora era o festival das trocas, todos aqueles que foram colocados só passado 2 anos poderam trocar, tão simples quanto isso no máximo farão permutas se as mesmas forem concedidas.

De Anónimo a 12.09.2015 às 21:14

O que se passa é o seguinte. Cada vez que há um concurso, ele é seguido de um movimento (ordinário ou extraordinário).
Seguidamente fazem-se colocações nas vagas disponíveis. No entanto essas vagas também são disponibilizadas a funcionários em funções, e é lógico que esses têm todo o direito a concorrer a uma vaga pela qual lutaram duram-te anos de dedicação e esforço profissionais.
Com isto, é normal que no fim de cada movimento novas vagas apareçam disponíveis pois anteriormente estavam ocupadas.
Neste concurso não há cunhas nem ilegalidades. Devemos apenas compreender que quando aparece uma vaga disponível os funcionários têm o seu direito mais do que legitimo a preenche-la.
Estes movimentos estão a ser feitos com carácter de urgência e transparência e no fim respeitarão todos os critérios de justiça do ponto de vista concursal para candidatos e funcionários.

A tolerância ás formas de expressão permanecerá vigente e os rótulos verificar-se-ão apenas durante avaliações e inspecções.
Lutemos apenas pela união dos Funcionários de Justiça.

Boa sorte a todos.

De (͡๏̯͡๏)(͡๏̯͡๏) a 12.09.2015 às 22:05

Agora fiquem com a net, que eu fico com a minha vaga !

。◕‿◕。

De Anónimo a 14.09.2015 às 10:48

Isto é tudo muito giro, mas, mais importante que tanto blá blá, quanto é que um oficial ganha em inicio de carreira já livre de impostos?

De 。◕‿◕。 a 14.09.2015 às 12:34

Isso é entre mim e ela... não tens nada a ver com isso !
...
……(\_/)
……( ‘_’)
…./”"”"”"”"”"”"\======░ ▒▓▓█D
/”"”"”"”"”"”"”"”"”"”\
\_@_@_@_@_@_/

Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2015

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • oficialdejustica

    Tem sido motivo de muitas revisitações esse artigo...

  • oficialdejustica

    Neste momento, os elementos desta página não faria...

  • Anónimo

    Colega aconselho-o a ler um artigo publicado no Co...

  • Anónimo

    Bem, Sr. “Oficial de Justiça”, já conseguiu profer...

  • oficialdejustica

    Continua a vaguear nas ideias que se cruzam e curt...

  • Anónimo

    Infelizmente a carreira está assim:No topo, estão ...

  • Anónimo

    Sr. "Oficial de Justiça", ainda em tempo, o meu ag...

  • Anónimo

    Permanecer no local de trabalho sempre que for nec...

  • Anónimo

    Sou Auxiliar e, portanto, há muito tempo que chegu...

  • Anónimo

    O sfj aproveitou o ricoj para fazer prova de vida....

  • Anónimo

    Mais uma vez foi o SOJ que teve a iniciativa.Recom...

  • oficialdejustica

    A opinião desta página é clara e é manifestada qua...

  • Anónimo

    Mas afinal quando é que a proposta vai finalmente ...

  • Anónimo

    Porque será que tem que ser o SOJ a dar conhecimen...

  • Anónimo

    Posso pedir um favor? O "Oficial de Justiça" insto...

  • Anónimo

    Colega, afirmações de um responsável máximo do SFJ...

  • Anónimo

    Considera o título ingénuo? Ou melhor, indiciariam...

  • Anónimo

    Apenas quero manifestar o meu mais profundo apreço...

  • oficialdejustica

    Por favor explique o que vê de "lastimável" no art...

  • Anónimo

    Já não bastava os "comentaristas de serviço" acusa...

  • Anónimo

    A verdade (e por muito que me custe dizer isto), é...

  • Anónimo

    Já não bastava a quota, agora tenho de comprar o C...

  • Anónimo

    Porque insistem os oficiais de justiça em continua...

  • oficialdejustica

    Esclarece-se que o comentário de 02-12-2020 às 10:...

  • Anónimo

    Apreciei factos e a postura que já vêm de longe. ...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"






    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................