Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 8 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................

Domingo, 29.11.20

Os 230: a ideia que se tornou num projeto para um ano

      O projeto “Os 230” tem como objetivo entrevistar os 23 deputados da Assembleia da República de forma a informar e aproximar os deputados dos cidadãos.

      “A ideia foi-me surgindo. Já há muito tempo que me sentia algo desconfortável ao ver que a nossa sociedade estava a ficar mais polarizada e entrincheirada”, conta Francisco Cordeiro de Araújo, em conversa com o Notícias ao Minuto.

      «Francisco Cordeiro de Araújo tem 23 anos, é aluno de Direito Internacional na Faculdade de Direito de Lisboa e tem esta missão em mãos: entrevistar todos os 230 deputados na Assembleia da República (AR).

      Paralelamente, Francisco foi-se apercebendo que “obter informação isenta da parte das pessoas que se interessam por política” se tornou cada vez mais difícil. “O que gerava demasiada discussão e desconfiança por parte das pessoas”, contextualiza.

      Com o surgimento da pandemia, Francisco pôs em marcha a ideia que já germinava na sua cabeça há muito tempo e criou o projeto que dá pelo nome de “Os 230”.

      “No momento em que há restrições de direitos, liberdades e garantias, em que as decisões que são tomadas na Assembleia da República, têm mais peso nas nossas vidas, senti que era a oportunidade ideal para avançar com um projeto de responsabilidade cívica”. Se não o fizesse, estaria “simplesmente a ser conformista e a ver a sociedade a extremar-se ainda mais” em plena crise.

      A ideia começou a ganhar corpo em agosto. “Pensei que a melhor maneira para combater também a distância que existe entre nós, cidadãos, e quem nos representa, era agarrar na AR e começar por aí: entrevistar os 230 deputados para os dar a conhecer às pessoas”, afirma. Porque, se “já são raras as pessoas que conhecem o que defendem os partidos e o que é que têm nos programas eleitorais, ainda menos são os que conhecem quem é que são as pessoas por detrás de uma sigla”.

      O objetivo máximo é dar a conhecer os deputados de modo a que, na hora do voto, os cidadãos tomem "decisões mais informadas". Mas não só. Que no dia-a-dia "se sintam mais próximas dessas pessoas que as representam", porque a democracia não acontece apenas de quatro em quatro anos.

      Francisco (e toda a equipa – cerca de 20 pessoas – que está com "afinco" no projeto) ambiciona que suscitar nos cidadãos a participação cívica, estimulando uma relação que tem sempre de ser bilateral. "Um dos trabalhos dos 230 deputados que estão na AR é ouvir e ter uma permanente ligação com a sociedade".

      A ideia não é apontar culpas a nenhum dos lados, porque, diz Francisco, "estamos todos do mesmo lado e se isto funcionar bem, é bom é para o nosso país".

Os230.jpg

      Com o projeto, Francisco quer, de certa forma, derrubar "o preconceito" de que os deputados não fazem nada. Mas, aponta: "Se criticamos, estamos a criticar-nos a nós próprios". Porque se os deputados estão no Parlamento foi porque os escolhemos. Das duas uma, ou não sabemos a nossa escolha, ou sabíamos e escolhemos mal". Esta responsabilidade, acrescenta, é da sociedade, não é só dos 230 eleitos pela população. "Ou seja, nós temos a responsabilidade de eleger os nossos melhores e de saber quem eles são".

      Francisco sabe bem que o fosso entre eleitos e cidadãos é consequência de várias situações. Uma delas é o afastamento dos partidos políticos. Outra das razões são "as conotações feitas com o mundo político, muito associadas a casos de corrupção e a algum compadrio, que é também transversal à sociedade, mas que é mais visível no mundo político que tem um escrutínio maior".

      A "informação desinformada" veiculada nas redes sociais tem sido também um problema. Informação "sem filtro" acaba, inevitavelmente, por resultar em desinformação. Nas redes sociais, sublinha Francisco, "as opiniões passaram a ser factos".

      Para o estudante de Direito Internacional, o que vemos neste momento é "uma maioria silenciosa de pessoas que têm interesse no país, mas que já não dão credibilidade à política e que sentem que é uma causa perdida".

     Com “Os 230”, Francisco não pretende dar "ênfase" a nenhum partido e ideologia, colocando antes o foco na informação, algo crucial para atingir o conhecimento e, por consequência, espírito crítico.

      “Sinto que deixamos de lado a moderação e partimos para os extremos quando deixamos de acreditar no conhecimento e de acreditar na democracia. Criticarmos a democracia e não sermos conformistas, e querermos mais do nosso país, é razoável. E é isso que se exige às pessoas”.

      Se é certo que as “pessoas estão descontentes com o estado em que o país está”, “procurar soluções passa sempre por sermos pragmáticos, aliados ao conhecimento e literacia”.

      “A melhor arma para nos defendermos contra qualquer tipo de extremismos é termos informação isenta para podermos voltar a confiar em quem nos representa”, defende.

      De acordo com as previsões de Francisco, daqui por um ano a maratona de entrevistas já terá chegado ao fim. Até agora ainda não levou nenhuma “nega” aos pedidos de entrevista, mas reconhece que há "certos pontos", "certas entidades", "talvez por serem mais conservadores e mais burocratas", que não encaram o projeto "com grande abertura".

      "Queremos que isto seja transversal à sociedade, que não seja só jovens, que não seja só pessoas com certo tipo de interesse. O desafio maior que tive foi planear uma coisa na qual as pessoas tivessem confiança. E isso traz-me a responsabilidade adicional e leva-me a ter ainda mais o dever de transparência e mostrar que não estou aqui para defender qualquer tipo de ideologia", garante.

      O projeto, confessa, tem-lhe roubado tempo aos estudos, mas há "um sentimento que estamos a dar um contributo". "Há pessoas que não conhecemos e que mandam mensagens mostrando que para elas está a fazer a diferença. Já houve quem dissesse que nunca tinha votado mas que, neste momento, vê as entrevistas. Isso é algo fantástico e ainda nos incentiva mais", conta, desejando "deixar uma marca na nossa democracia e que os outros países possam seguir o exemplo".»

      Veja abaixo o vídeo do Francisco apresentando o projeto.

      Fonte: “Notícias ao Minuto” e “Facebook de Os 230”.

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas/"Tags":

às 08:09


1 comentário

De Anónimo a 01.12.2020 às 16:04

pode ser que sim!

Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2020

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Recordo-me do facto de a luta sindical ter tido a ...

  • Anónimo

    Um sindicalismo a reboque!...A reboque da última g...

  • Anónimo

    DEPUTADO ÚNICOAssembleia da República - Palácio de...

  • Anónimo

    Parabéns ao SOJ por mais esta iniciativa.O sindica...

  • Anónimo

    Informação Sindical do SFJ de 27.01.2021(...) E o ...

  • Anónimo

    Uns "outdoors" seriam apreciados.Curtos e grossos.

  • Jota Man

    Não leste bem, falei em compensação de horas de de...

  • Anónimo

    Completamente de acordo. Quanto ao outro Sindicato...

  • Anónimo

    Jota Man, e por que não manter com uma compensação...

  • Jota Man

    APENAS UMA QUESTÃO DE FUNDO.Queremos a compensação...

  • Anónimo

    Grande SOJ.Se pelo diálogo nada conseguimos, então...

  • Anónimo

    Discriminacao/vicissitudes! 20-01-2020 - País ao M...

  • Anónimo

    Os servos foram desconsiderado e relegados para úl...

  • Anónimo

    https://rr.sapo.pt/2021/01/25/pais/justica-pre-anu...

  • Anónimo

    Imparcialidade é o que se quer!

  • Anónimo

    Colega, com os meus cumprimentos,no seu serviço ex...

  • Anónimo

    Está na altura dos representantes sindicais formul...

  • Anónimo

    Pior mesmo só os gladiadores de futebol que são ob...

  • Anónimo

    Nos termos da alínea d) do n.º 1 do artigo 197.º d...

  • Anónimo

    Os Oficiais de Justiça vivem desde sempre em pleno...

  • Anónimo

    mesmo 3º mundo! triste sina

  • Anónimo

    Força na denuncia de qualquer ato de corrupção sem...

  • Anónimo

    Para se fazer greve é preciso convoca-la, devendo ...

  • Anónimo

    Mas não há uma greve?

  • Anónimo

    Mas não há uma greve? Vamos ser sérios. Perante a ...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"






    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................