Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 8 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................

Terça-feira, 20.10.20

Palavra Dada, Palavra Desonrada

      No primeiro dia do debate na generalidade da proposta de Orçamento do Estado para o corrente ano (09JAN2020), o primeiro-ministro António Costa prometeu um aumento salarial dos Funcionários Públicos de um mínimo de 1% no próximo ano 2021, mesmo se a inflação verificada no conjunto de 2020 fosse inferior a esse valor.

      Ou seja, embora o Governo não aumentasse os Funcionários Públicos em 2020, ficou a promessa e a garantia de que em 2021 é que era e, no mínimo, seria sempre de 1%, nunca menos.

      “O Governo acompanhará se a inflação for superior e não reduzirá [o aumento] se a inflação for inferior a 1%. A revisão anual é um princípio que veio para ficar”, garantiu António Costa.

      “Veio para ficar” dizia e seria sempre igual ou superior a 1%, garantiu.

      O primeiro-ministro respondia no Parlamento ao líder parlamentar de Os Verdes, José Luís Ferreira, que reivindicava um aumento dos salários dos Funcionários Públicos mais alinhado com o crescimento da economia portuguesa.

      “Eu chamo a atenção que a mudança que fazemos é histórica. Reintroduzimos um princípio que está esquecido há anos”, sublinhou António Costa.

      Este princípio governativo de prometer para o futuro, com garantias firmes e até embelezados com detalhes indubitáveis, é um princípio que os Oficiais de Justiça já há muito conhecem na estratégia governativa, com uma constante mudança de planos, súbitos, imprevistos, silenciosos, alternativas, grupos de trabalho, linhas gerais, etc.; tudo serve para empatar e adiar.

      Recordam-se da promessa do Movimento Extraordinário para promoções? Recordam-se da promessa da negociação do Estatuto, integração do suplemento e estabelecimento de um regime de compensação pela disponibilidade permanente, como um regime diferenciado de aposentação? Para estar pronto até ao final do ano e já não até ao final de julho passado como previa a Lei?

      Certamente se recordam de todas estas promessas que ajudaram a acalmar os ânimos e a aguardar, como habitualmente: a aguardar o cumprimento das promessas.

      Qualquer promessa de cumprimento futuro tem este efeito calmante nas pessoas. Obviamente que se a resposta fosse apenas a real negação, sem deixar uma réstia de esperança, provocaria ríspidas reações.

      A tradicional pacatez do Povo Português baseia-se nesta permanente réstia de esperança que lhe é incutida; algo advindo de tantos anos de plantação de ideias religiosas e de uma repisada fé num mundo melhor que há de vir.

      É este o fado do trabalhador de Portugal.

      Mas note-se bem que este triste destino traçado não é exclusivo dos governos mas também de outras entidades, sempre dispostas a anunciar o mundo melhor que há de vir.

      Vejamos o exemplo da seguinte afirmação:

      “Assim, e como já referimos na anterior Nota – Negociações / Greves de 20.09 –, face ao (des)tratamento que o Governo tem dado aos Oficiais de Justiça, o SFJ entende que teremos de endurecer a luta. Para que fique bem claro, daremos início a um processo de luta duro e longo (Greve), a iniciar no mês de outubro.”

      O mês de outubro termina dentro de 11 dias e o ano em de 72 dias. Tanto para uma luta endurecida como para uma negociação de um Estatuto, parece-nos que o tempo se vem tornando cada vez mais curto.

Maos.jpg

      Fontes: “Jornal de Negócios” e “SFJ”.

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas/"Tags":

às 08:10


26 comentários

De Anónimo a 20.10.2020 às 09:10

Faltam 49 dias úteis para o fim do ano.
Integração dos 10 por cento - nada,
Regime de aposentação diferenciado - nada,
Reuniões com o ministério - nada,
SFJ- nada
MISÉRIA DE VIDA

De Anónimo a 20.10.2020 às 09:12

Grande triste realidade do dito por não dito! e depois os governos e partidos tradicionais admiram-se que apareçam os radicais como o CHEGA! pois é, a culpa desse novo surgimento é precisamente dos partidos e entidades tradicionais que não honram a palavra dada e só sabem mentir| e o povo pacato vai-se saturando apesar de não parecer. Pois é o CHEGA aos poucos vai surgindo porque as pessoas se vão fartando de serem sempre os mesmos a ser enganados! pensem nisso! viav o CHEGA! contra o sistema aldrabão instalado há anos!

De Anónimo a 20.10.2020 às 12:54

Por estar farto destes não quer dizer que me vire agora para vendedores da banha da cobra. Porque se uns mentem por estar no poder, outros tentar impingir falsas ilusões e realidades distorcidas para lá tentar chegar... Pense nisso!

De Anónimo a 21.10.2020 às 10:23

Os partidos do poder ao beneficiarem sempre os mesmos e criarem injustiças com base em mentiras! ao não honrarem a palavra anos e anos a fio, são os culpados por haver cada vez mais adeptos do CHEGA e outros radicais! são pessoas que se fartam de injustiças e nada têm a perder porque o sistema vigente nunca lhes deu nada, foi sempre do mesmo! mentiras! então mentira por mentira experimentam novas mentiras! ou novas banha da cobra! e quem quer a mesma banha da cobra que fique como está! afinal gostam!

De Anónimo a 20.10.2020 às 09:40

Não sei se este blog ouviu falar na pandemia covid-19 ???...se calhar é hora dar graças por não sofrer cortes ou desemprego e deixar a "luta" para daqui a uns meses...penso eu de que...

De Anónimo a 20.10.2020 às 17:36

Já acabou o dinheiro para o Novo Banco?
Não houve agora uma entrada na falida TAP de mais de 500 milhões?
O penso eu de que... não é rigor.
Sem Justiça não há Estado de direito. Desemprego na Justiça???
Enfim...

De Anónimo a 21.10.2020 às 10:59

Verdade!

De Anónimo a 20.10.2020 às 22:34

O comunicado do SFJ foi proferido em 25 de setembro de 2020 (em plena pandemia Covid-19) e terminava assim:

"Para que fique bem claro, daremos início a um processo de luta duro e longo (Greve), a iniciar no mês de outubro.

ESTAMOS JUNTOS!"

Quanto à afirmação de ser hora de dar graças de não sofrer cortes, os destinatários dessa mensagem devem ser aqueles que viram recentemente as suas reivindicações satisfeitas e que, apesar das dificuldades, não vão prescindir delas!

Não nos podemos conformar com uma politica de promoção de aumento de das desigualdades sociais e discriminatória.

SÓ nos faltava mais esta!

Negociações so após a descoberta de uma vacina contra a Covid-19!

Mais uma bomba inteligente?!...

De Anónimo a 21.10.2020 às 11:01

Se gostas de te nivelar por baixo porque não dás graças por teres um prato de arroz para comer? afinal há pessoas que nem isso têm! os empregadores agradecem esse pensamento! experimenta ir trabalhar por um prato de arroz na china e dá graças a deus!

De Anónimo a 20.10.2020 às 13:09

Com o país à beira da quarta bancarrota, hão-de ter uma sorte ...

Ahahahahahahahah...

Continuem a fazer greves ...

De Anónimo a 20.10.2020 às 17:32


Este é parvo ou faz-se!
Quem está a reivindicar dinheiro?

De Anónimo a 21.10.2020 às 13:01

Bocas dessas já me fizeram muitos alfinetes de peito ...

De Anónimo a 22.10.2020 às 11:07


Espero que já te consigas sentar...

Melhoras!

De Anónimo a 20.10.2020 às 18:51

Só gostava de tentar perceber qual a linha pensadora do SFJ Qual a sua política? Qual a estratégia?. Será que têm alguma para além do deixar andar?.
Existem grupos profissionais, veja-se os guardas prisionais, que já estão na segunda ou terceira reivindicação. Marcaram uma greve para daqui por um mês e já foram noticia nas televisões.
Se não sabem como se faz, perguntem-lhes, peçam ajuda, mas, pelo amor de Deus, façam alguma coisa.
Daqui a nada faz quase um mês que foram as eleições já não há qualquer desculpa, nem paciência para tamanha passividade..

De Anónimo a 20.10.2020 às 22:48

Ganhem juízo, e cuidem da vossa saúde

De Anónimo a 20.10.2020 às 23:11

Obrigado Jesus por pensares em nós.

De Anónimo a 20.10.2020 às 23:19

Ganhar Juízo é não acreditar nas sucessivas promessas da Senhora Ministra da Justiça, a última proferida no parlamento, que se desculpabilizou com o virus e com o SFJ por não ter cumprido o prazo fixado na Lei do Orcamento de Estado, mas que deu a garantia do seu cumprimento até ao final do ano.
Para que não restem dúvidas, até ao final do corrente ano!...

De Anónimo a 20.10.2020 às 20:53

https://app.parlamento.pt/webutils/docs/doc.pdf?path=6148523063446f764c324679626d56304c334e706447567a4c31684a566b786c5a793944543030764d554e425130524d5279394562324e31625756756447397a5357357059326c6864476c3259554e7662576c7a633246764c7a51794e32526a4e7a59344c544933593249744e475178597930354d44497a4c544d795a6d56694f4749794d7a6c6a5a6935775a47593d&fich=427dc768-27cb-4d1c-9023-32feb8b239cf.pdf&Inline=true

De Anónimo a 21.10.2020 às 10:30

Venha o CHEGA contra as politicas de governação que ao longo de decadas criam injustiças, beneficiando sempre os mesmos e marginalizando outros mesmos

De Anónimo a 21.10.2020 às 10:46

Espero que os responsáveis por este espaço comecem a bloquear claras tentativas de aproveitamento politico por parte de partidos de extrema direita num espaço que deve ser para defender os oficiais de justiça e não fazer propaganda politica de baixissimo nivel!!! Uma coisa é comentar e criticar atuações de partidos e governos relativamente a situações que digam respeito aos oficiais de justiça, outra é claras tentativas de promoção de um partido específico, ainda por cima de ideologia extremista e radical.

De Anónimo a 21.10.2020 às 11:06

Se gostas de ser enganado toda a vida! continua e deixa-te de lamechices

De Anónimo a 21.10.2020 às 12:54

Enganados a vida toda continuaremos sempre a ser, politicos são todos iguais, seja de extrema esquerda ou extrema direita. Não é por votar em comentadores do benfica que a situação vai mudar certamente. Se um dia chegar ao poleiro fará a mesma bacorada dos que lá estiveram antes. Só mudam as moscas, o resto é tudo igual. Mas isso não é desculpa para se admitir propaganda eleitoral num espaço onde não deve existir. E isso não é lamechice, é pugnar pela isenção num espaço que deve ser dos oficiais de justiça e não deste ou daquele partido.
Mas como se calhar nem oficial de justiça é...

De Anónimo a 21.10.2020 às 20:15

Mais um saudosista do lápis azul agora com a cor rosa!

Não perfilhando de forma alguma o projeto político do partido politico Chega, este blogue é uma página que respeita a liberdade de expressão e de opinião.

O autor do comentário, defensor do lápis cor de rosa, defende a censura e a exclusão de um partido político legalizado Tribunal Constitucional!

De Anónimo a 21.10.2020 às 23:24

antes da geringonça havia um PNR claramente irrisório
depois da geringonça há um CHEGA ( aparentemente) imparável

De oficialdejustica a 21.10.2020 às 23:43

-1- O comentário de 21-10-2020 às 10:23 refere-se ao "Chega" como um fenómeno nascido por deficiências dos demais partidos. É uma reflexão.
-2- Por sua vez, o comentário de 21-10-2020 às 10:30 já não constitui uma reflexão mas uma apologia de um partido político.
-3- O comentário de 21-10-2020 às 10:46 refere-se ao anterior comentário e solicita o bloqueio daquilo que classifica como aproveitamento político.
-4- O comentário de 21-10-2020 às 20:15 refere-se ao solicitado bloqueio como um ato de censura de um partido político perfeitamente legal, salvaguardado pela Constituição e até com representação parlamentar.

Não há problema algum em referir este ou aquele partido, seja lá qual for o lado em que se encontre no espectro político. Outra coisa é fazer campanha política a favor de este ou daquele partido, isto é, qualquer tipo de apologia de um determinado partido, seja lá ele qual for. Isso já não parece ser tão adequado nesta página. No entanto, por que haveriam os temas do dia-a-dia e as opiniões de cada um serem coartadas só porque se aproximam deste ou daquele partido?
A questão tem várias respostas e os autores desta página não logram obter uma posição unânime sobre o assunto.
De todos modos, o tal comentário em que se faz apologia do mencionado partido, surge na sequência do outro anterior que faz uma reflexão social sobre o surgimento daquele partido. Neste sentido, o comentário poderá ser entendido como detendo legitimidade e não constituir uma mera manifestação de apologia gratuita, espontânea e isolada.

Assim, compreendendo esta dualidade e o contexto destes comentários, não vemos necessidade, neste caso, de bloquear ou eliminar o comentário em que se faz a apologia de um partido político.
De qualquer forma, solicita-se aos leitores o cuidado de não politizarem esta página e solicita-se que mantenham uma postura o mais apolítica possível. Obviamente que, em determinados contextos, as opiniões e manifestações políticas de cada um são perfeitamente compreensíveis mas, dadas as suscetibilidades e sensibilidades que as mesmas suscitam, muito se agradecia que houvesse alguma contenção. De todos modos, mantém-se a habitual monitorização e cada caso que levante alguma celeuma ou em que se suscite a intervenção da administração da página será sempre objeto de apreciação e da intervenção que julgarmos mais adequada; como se disse, caso a caso.

Agradece-se a todos a boa participação e a saudável exposição dos diferentes pontos de vista, com total respeito pelos princípios constitucionalmente consagrados.

De Anónimo a 22.10.2020 às 09:32

Muito bem apreciado!

Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2020

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Grande barrete os ctt ainda hoje fui reclamar um r...

  • Anónimo

    A colega leu o comentário de Anónimo a 08.11.2020 ...

  • Anónimo

    Para uns TUDO. Para outros NADA.Qualquer dia há ma...

  • Anónimo

    O número deverá ser maior, uma vez que há orgãos d...

  • Anónimo

    Em compensação, autoriza a abertura de um concurs...

  • Anónimo

    Alguma proposta que nos diga respeito foi aprovada...

  • Anónimo

    Anedóticos sao treinadoresde bancada que tudo dize...

  • Anónimo

    Não quer divisões na classe? Não quer ver Oficiais...

  • Anónimo

    Conversa da treta, própria de membro do governo. ...

  • Anónimo

    Não sou contrainteressado nem ao curso de secretar...

  • Anónimo

    Colega o convite a contratação pública foi endereç...

  • Anónimo

    O seu 3º parágrafo desde logo o denuncia! Um dos g...

  • Anónimo

    Este é o melhor discurso para nada ser feito...

  • Anónimo

    O lamentável é ver colegas contra colegas.Mais exp...

  • Anónimo

    Mas o sfj tambem reuniu ou não? Todos temos o dire...

  • Anónimo

    Infelizmente, nada surpreende do que aqui é referi...

  • Anónimo

    É difícil beber do próprio veneno. Mas não foram o...

  • Anónimo

    ops...lembro-me deste tipo de "argumentário" há re...

  • Anónimo

    Pergunto-me que experiência teriam no cargo os pri...

  • Anónimo

    Só me ocorre uma palavra para qualificar o argumen...

  • Anónimo

    até o governo do ultimo pós bancarrota contratou m...

  • Anónimo

    era só seguir a jurisprudência governativa mais re...

  • Anónimo

    Não sabia que agora podia haver reinados na admini...

  • Anónimo

    Ou seja perpetuavam-se ad eternum.Dura Lex Sed Lex

  • Anónimo

    Nao sou contrainteressado no concurso mas o releva...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"






    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................