Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 9 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt
Bem-vindo(a) à página do Diário Digital dos Oficiais de Justiça de Portugal. Aqui encontra todos os dias informação com interesse geral para o mundo da Justiça e em particular para os Oficiais de Justiça. Desfrute!
...............................................................................................................................
NOVO
DECLARAÇÃO DE EXCLUSÃO DE RESPONSABILIDADE PESSOAL PROFISSIONAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA
Aceda ao documento em “Word” através da hiperligação incorporada. Baixe por transferência, preencha, assine, coloque em Pdf e envie para os e-mails indicados (corrija o da sua comarca). Esta ação comporta diferentes efeitos pelo que a participação de cada um e de todos os Oficiais de Justiça representará, sem dúvida, algum efeito. Pode saber mais AQUI e também AQUI

...............................................................................................................................
FERIADOS MUNICIPAIS NESTA SEMANA:
- 23MAI-Seg - Celorico da Beira e Portalegre.
- 25MAI-Qua - Mirandela e Santana.
- 26MAI-Qui - Alcanena, Alenquer, Almeirim, Alter do Chão, Alvito, Anadia, Ansião, Arraiolos, Arruda dos Vinhos, Azambuja, Beja, Benavente, Cartaxo, Chamusca, Estremoz, Golegã, Loulé, Mafra, Marinha Grande, Mealhada, Melgaço, Monchique, Mortágua, Oliveira do Bairro, Quarteira, Salvaterra de Magos, Santa Comba Dão, Sobral de Monte Agraço, Torres Novas, Vidigueira, Vila Franca de Xira e Vila Real de Santo António.
- 29MAI-Dom - Trancoso.
& pode ver + no Calendário do Oficial de Justiça para 2022
...............................................................................................................................


Sexta-feira, 21.01.22

Por que razão os salários têm subido tão pouco em Portugal?

      Muitos apontam diversos motivos para a fraca subida dos salários e alguns apontam o dedo aos impostos e contribuições pagos pelas empresas, como sendo a causa que impede as empresas de aumentarem os salários. No entanto, Portugal fica abaixo da média da UE quanto a esses impostos e contribuições, a par da apresentação de enormes lucros das empresas.

      Assim, terá que haver outros fatores que expliquem a precariedade salarial dos portugueses.

      “Um dos fatores mais relevantes é, sem dúvida alguma, o declínio da organização coletiva no trabalho. A percentagem de trabalhadores sindicalizados caiu de 60,8% em 1978 para apenas 15,3% em 2016.

      O enfraquecimento dos sindicatos tem-se traduzido em menos poder negocial perante os patrões.

      O segundo fator é a desregulação laboral e a precarização do trabalho. Portugal já é um dos países da UE com maior peso dos contratos precários e os efeitos têm-se feito sentir nos salários. Quem o reconhece é a própria Comissão Europeia, num estudo publicado em 2015.

      Em Portugal, a fração do rendimento total que é recebida pelo trabalho tem vindo a cair desde a adesão ao Euro, com uma ligeira inversão durante o período da Geringonça.

      É que a evidência empírica aponta para a existência de uma relação entre a desregulação laboral e a redução da fatia do bolo que cabe aos trabalhadores nas economias avançadas. Foi isso mesmo que foi identificado por três investigadores do FMI, que não é propriamente progressista.

      É verdade que Portugal tem baixa produtividade, porque depende de setores de baixo valor acrescentado (turismo, restauração ou imobiliário). Esse problema resulta de o Estado ter abdicado da política industrial e deixado o desenvolvimento nas mãos do mercado.

      Mas isso não chega para explicar a estagnação dos salários, que não têm sequer acompanhado a produtividade, o que beneficia empresas que vivem de salários baixos em vez de investir e inovar. Sobretudo porque o Governo tem poder de intervir nos fatores que têm travado os aumentos salariais.”

      Em suma, o individualismo e a falta de solidariedade entre os trabalhadores, caídos nas armadilhas divisionistas de outros estados de poder: político, económico e financeiro, têm resultado neste estado de coisas; na situação atual.

SindicalizacaoPT(1978-2016).jpg

      Fonte: “Esquerda.Net”.

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas/"Tags":

às 08:01


13 comentários

De Anónimo a 21.01.2022 às 09:01

É triste assistirmos a este declínio da sindicalização, assim só se dá ainda mais força desleal ao Patronato, quer seja o Estado quer sejam os Privados....triste realidade, mas eu enquanto OJ não me resigno e sou sindicalizado com muito orgulho.

De Anónimo a 21.01.2022 às 09:53

Por outras palavras...só temos o que merecemos. Abdicamos numa dúzia de anos de direitos obtidos com sangue de manifestantes, por esse mundo fora.
Verdadeiros choninhas que só nos preocupamos com a nossa vidinha. E agora..tocou-nos !!
Pois é...
Quanto artigo, nunca se realizou tanta riqueza no planeta como nos dias de hoje. Onde anda?
Não é nas mãos de quem trabalha, de certeza. Bem o sabemos.
Queremos imitar um sistema individualista liberal americano, sem perceber que é um sistema decedente em toda a sua linha.
O país que tanto insistimos em imitar está decadente. Tanto moralmente, como culturalmente, como inclusivamente a nível financeiro.
Não há modelo liberal decente quando nesse país se trabalha e mesmo assim se vive no limiar da pobreza !!
Quem trabalha tem de viver de forma digna!!
Não sou a favor de desempregados profissionais, obviamente. É dos meus descontos que se lhes paga.
Mas sou a favor de estados sociais que se preocupem verdadeiramente com a dignidade humana e que não tenham medo de taxar ricos.
No nosso país, acontece ao contrário. Os pobres e os ricos, são os que verdadeiramente têm ajudas do estado. Uns, com esmolas, outros com a ajuda fiscal e permissão de levar dinheiro para off-shores.
Pagam os burros de carga da classe média, claro!! Alguém tem de aguentar o peso disto tudo.
A Europa é que tem de dar o exemplo de como evoluir como cidadãos. Não os chineses, os russos, ou os americanos.
Não temos nada a aprender com essa gente.

De Etan Cohen a 21.01.2022 às 10:53

Não vê como anda muita gente escandalosamente enganada, ou quer ser enganada, quando atribui a uma agremiação de uns homens que surgem sempre "tesos", eretos, cara ruim, grave e séria, uma intenção de voto 5/6 % , esse mesmo movimento que nunca fala nos impostos que muitos deviam pagar, incluindo um conhecido presidente de um clube, que o seu líder, que "chega" a ser tão ameaçador para os "rendimento mínimo que têm mercedes à porta das barracas" andou anos a defender no CM...acha, ou acham, que a prioridade mesmo desse tal chega, que faz disso caricatura e lema de campanha, deviam ser os do rendimento mínimo ou aqueles que ou não pagam ou pagam sempre por baixo os seus impostos e que depois exigem SNS de luxo e tratamento igual, educação gratuita para os filhos e aplaudem a IL que acha que os portugueses pagam muitos impostos, quando a nuance é mesmo: sim, alguns pagam, os trabalhadores por contra outrem, como os OF, ...ah...e mais uma coisa, RR já definiu que a sua prioridade ao nível dos impostos é baixar o IRC e o IRS ficará, como sempre para as calendas, enfim, veja lá as prioridades de cada um...

De Anónimo a 21.01.2022 às 12:10

Toda a direita, da extrema à moderada, está refém do capital e de paradigmas económicos que já se viu serem socialmente e moralmente injustos.
E quando a maioria das empresas neste planeta e país tem no seu maior rendimento, não a produtividade, mas os baixos salários, quando fortunas são feitas dessa maneira, nada tenho a opor que se lhes retire mais do que aos outros.
São fortunas feitas à custa do sofrimento, da escravatura de uns.
Então, já que não pagam salários decentes, paguem mais impostos para que justiça seja feita.
Quanto a esse fascistazeco que refere, representa gente mal formada e de mal com a vida. Frustrados até ao tutano e por isso com as veias carregadas do veneno ideológico racista, xenófobo, ignorante e intolerante. Conheço alguns cujo discurso é exatamente o desse indivíduo. Muito ódio com políticos e com a democracia e sociedade em que vivem...era matá-los a todos e tal...mas depois trabalham ao negro e não pagam um tostão de impostos. Mas exigem do estado tudo e mais alguma coisa!!
A esse Hitlerzinhos e Mussolinis apenas tenho a dizer...para a p..que vos pariu !!!
Não há homens deuses na terra, seus imbecis!!
E muito menos essa figura triste que faz uma saudação meio centurião romano, meio nazi.
Muito cuidado !!!

De Anónimo a 21.01.2022 às 13:56

E a CORRUPÇÃO????

De donzilia santos a 21.01.2022 às 13:59

Tendo em conta o último parágrafo do texto e o gráfico, é o que tenho vindo a dizer.As pessoas, os Oficiais de Justiça cada vez mais pensam só em si, mas exigem tudo dos outros.Há muitos anos, quando tinham muito menos que hoje, necessitaram de se juntar num sindicato forte (SFJ), com milhares de sócios,que com poder ia exigindo alguns direitos aos governantes.
Obtidos a pouco e pouco, com muitas greves, a certa altura, parece que, talvez os mais novos nāo sentiram a necessidade de se associar.
É assim: penso em mim, nada pago para sindicatos, outros que o façam e se conseguirem algo mais, também me se será dado.Puro egoísmo.Com anos e anos a pagar, nunca dei por mal aplicado tal dinheiro e a minha riqueza/pobreza estaria igual se nāo pagasse. Nāo é cada um, individualmente, que pode negociar com os governos aquilo que exige.Os Sindicatos fazem-no por nós.Qualquer associação exige pagamento aos associados.Qual é a dúvida?
Associem-se, porque quanto mais sócios um sindicato tiver, mais força pode ter em termos de negociaçāo.
Aqueles que mais criticam, muitas vezes sāo os que nada contribuem para nada melhorar, nomeadamente quem deixa de ser sócio.
Por isso, força aos Sindicatos, reinventem-se os que ainda nāo desistiram,porque qualquer dia, não havendo poder reinvindicativo por falta de sócios, o caminho está livre para a imposiçāo do que quer que seja por parte das entidades patronais.
Os Oficiais de Justiça têm de se unir muito mais se acham que estāo a ficar para trás e lamúrias nāo valem!

De Anónimo a 21.01.2022 às 15:29

Verdade

De Anónimo a 21.01.2022 às 16:29

20 anos a negociar a integração dos 10%, sim senhor belo exemplo de luta sindical

De Anónimo a 21.01.2022 às 17:38

Se não houvesse Sindicato não havia 10% para negociar. Concordo com a opinião da "donzília santos".

De Anónimo a 21.01.2022 às 17:40

20 x 1 000 000€ (quotas) = 20 000 000€

É muito ganho para tão sofrível obra.

Dividido por 8000 Oficiais de Justiça....

De Anónimo a 22.01.2022 às 19:24

Há 20 anos nos tribunais, sindicalizada praticamente desde que entrei, 5 nos e tal eventual e os restantes como Escrivã Escrivã auxiliar. Greves, fi-las todas creio, desde as parciais à de uma semana inteita.
Aquilo que entendo é que SFJ não tem feito tudo pelos seus sócios, eu não posso contentar-me com os 10% conforme os temos tido, até porque um subsidio de recuperação, hoje em dia, já não faz qualquer sentido. Assim como também não concordo com as equipas de recuperação e o que SFJ deveria combater, porque assim de nada vale cumprir religiosamente o horário e invocar a greve de 1999.
Também gostaria de perceber porque razão o SFJ aceitou que o vencimento dos FJ deixasse de estar subordinado ao vencimento dos magistrados, seguramente estariamos todos a levar para casa muito mais que os miseros 10%.

De Anónimo a 23.01.2022 às 01:39

Onde se lê subordinado, leia-se indexado.

De Anónimo a 21.01.2022 às 17:33

Resposta:

Se se aumentar o ordenado mínimo, menos sobra para a prestação do Tesla, para as almoçaradas diárias e obras em casa à custa da empresa, diga-se, do IRC, ou seja, do contribuinte, que somos todos nós!



Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Subscrição por e-mail
Receba todos os dias o artigo do dia no seu e-mail. Peça para:
oficialdejustica.oj.portugal@gmail.com

saiba+aqui

..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos.
Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2022

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Resulta assim, que existem muitos Oficiais de Just...

  • Anónimo

    Tudo em frangalhos, menos os srs politicos e gover...

  • Anónimo

    O acto de nomeação de Juizes Sociais para um Trib...

  • Anónimo

    Lamentável!

  • Anónimo

    Imperdível o acompanhamento desta anedota.

  • Anónimo

    Juízes sociais

  • Anónimo

    Vamos dizer isto: se ele nomeou juízes tribunais p...

  • Anónimo

    Vamos todos morrer! seja com esta pandemia com co...

  • Anónimo

    e assim vai o mundo dos governantes deste ministér...

  • Anónimo

    Governantes trafulhas é o que temos tidochega! te ...

  • Anónimo

    Foi hoje votado o OE na especialidade ... E mais u...

  • Anónimo

    De acordo com a teoria xuxa, a integração du suple...

  • Anónimo

    "SFJ divulgou a proposta do PSD de alteração ao Or...

  • Anónimo

    Ao comentador da "sociedade doentia e assética". É...

  • Anónimo

    muito bem

  • Anónimo

    A OMS simplesmente recomenda o seu uso em determin...

  • Anónimo

    com tanta aldrabice por parte de quem nos tem gove...

  • Anónimo

    Não vai passar, o Sr. Costa não vai deixar. Pode f...

  • Anónimo

    Todos os países do Mundo não; na Coreia do Norte n...

  • Anónimo

    Tem toda a razão e a OMS (Organização Mundial de S...

  • Anónimo

    Entao segundo percebi, quem for pessoa de bom sens...

  • Anónimo

    Psst, façam pouco barulho, não acordem os sindicat...

  • Anónimo

    Não acredito nada na tutela, está ministra é de fa...

  • Anónimo

    Os OJ exigem respostas rapidamente! Estão fartos d...

  • Anónimo

    Colega, desculpe-me a dúvida, mas foi um concurso ...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"





    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................