Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 7 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.
...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................

Sábado, 11.07.20

Reforçar, Preparar e Dispor de Oficiais de Justiça

      «A Comissão Europeia anunciou que a previsão de quebra do produto interno bruto deste ano se situará perto dos 10 por cento. Por sua vez, em algumas regiões como o Algarve, há grande probabilidade das taxas de desemprego atingirem valores impensáveis. As consequências da crise económica terão um grande impacto no sistema de Justiça, em especial em alguns setores como os juízos de execução, comércio e trabalho. O aumento das insolvências, das dívidas por cobrar e dos despedimentos é inevitável. Se não tivermos noção desta realidade não nos poderemos preparar para a avalanche processual que se avizinha. A única forma de superar este desafio passa por uma boa gestão dos recursos humanos e aperfeiçoamento da legislação processual. Se não o fizermos os tribunais ficarão bloqueados, tal como aconteceu noutras crises no passado.»

      Assim o afirma o presidente do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) na sua habitual coluna de opinião na Revista Sábado. E continua:

      «No ano de 2017, respondendo a um apelo de Sua Excelência o Senhor Presidente da República, a Associação Sindical dos Juízes Portugueses, o Sindicato dos Magistrados do Ministério Público, a Ordem dos Advogados, a Ordem dos Solicitadores e Agentes de Execução e o Sindicato dos Funcionários Judiciais, trabalharam conjuntamente para obterem soluções que permitissem melhorar o sistema de Justiça português. Em Janeiro de 2018 realizou-se uma cimeira em Troia, onde as associações mencionadas aprovaram cerca de 90 medidas para a Justiça. A maioria substancial dessas propostas de alteração legislativa centram-se essencialmente na Justiça económica. Decorridos mais de dois anos verifica-se que o trabalho efetuado não foi tomado em consideração.

      O bom funcionamento da justiça económica será determinante para vencer a crise que se avizinha. Apesar dos bons resultados alcançados pelos juízos de execução e comércio nos últimos anos, espera-se que nos próximos tempos exista uma entrada anormal de processos que poderá bloquear os mesmos, o que implica a impossibilidade de cobrança de dívidas por parte dos credores e a morte de muitas empresas. Se não atuarmos de forma preventiva, não será possível solucionar o problema. Tal como no combate aos incêndios, o trabalho prévio é essencial. No que diz respeito à gestão de recursos humanos compete ao Conselho Superior da Magistratura e ao Conselho Superior do Ministério Público dimensionar bem os quadros dos magistrados, face ao previsível aumento do número de processos.

      Por sua vez, o Ministério da Justiça terá de colocar os Funcionários Judiciais necessários em cada Juízo. É importante que exista uma boa articulação na gestão dos recursos humanos, uma vez que os mesmos interagem entre si. A colocação de um número elevado de juízes num determinado juízo será pouco produtiva se não existir um número adequado de Oficiais de Justiça.

      Para além deste ponto, há muitas medidas legislativas que poderiam simplificar e agilizar a tramitação dos processos, bem como eliminar constrangimentos que entorpecem a marcha processual e contribuem para o atraso da justiça.

      A reforma do Código de Processo Civil de 2013 é um bom exemplo de como se conseguiu desbloquear uma fase processual que impedia os processos de avançar. Antes dessa reforma, existia um despacho que saneava todo o processo antes da sentença e definia a matéria a provar em julgamento. A elaboração desta peça processual era inclusivamente mais complexa que a elaboração da sentença, o que fazia com que uma boa parte dos processos parasse ainda antes de chegar a julgamento. Esse despacho foi suprimido e substituído por outro mais simplificado, o que fez aumentar a celeridade processual e o juiz concentrar a sua decisão na matéria substantiva a decidir.

      No processo executivo, a venda através de leilão eletrónico também veio resolver o problema de não se conseguirem vender bens por falta de proponentes. Há ainda muitos aspetos do processo civil que importa aperfeiçoar e convinha que tal ocorresse antes da avalanche processual acontecer. Cabe ao Ministério da Justiça tomar a iniciativa nesse domínio, uma vez que os acordos para o sistema de justiça elaborados pelas profissões forenses constituem uma boa base de trabalho que poderá ser ainda melhorada. Se tivermos uma atitude passiva face ao que irá acontecer, depois não nos poderemos queixar.»

      Fonte: reprodução do artigo de opinião de António Ventinhas. Presidente do SMMP, publicado esta quinta-feira na revista Sábado.

Cerebro-Exercicio.jpg

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas/"Tags":

às 08:01


2 comentários

De Anónimo a 11.07.2020 às 09:03

A título de exemplo, abandone-se a ideia arcaica da penhora de "tarecos" na residência efetiva do executado quando o mesmo possua automóvel, rendimento laboral, saldo bancário, participação em sociedade. Veriam a celeridade a aumentar. Mas...a penhora de "tarecos" mostra o quão a justiça é musculada (camião à porta, polícia, advogados, vizinhos, o "circo" todo montado) e dispendiosa.

Quando verdadeiramente quiserem "acabar" com os processos falem com quem sabe, os Oficiais de Justiça! (agora vulgarmente tratados por senhores funcionários (públicos, presumo, mas os Srs. Juízes também o são, ou não? ) ).

De Anónimo a 11.07.2020 às 21:57

O SFJ publicou hoje na sua página mais qualquer coisinha para justificar o injustificável.

Revisitei vários comunicados do SFJ e em nenhum, encontrei qualquer estratégia ou afirmação de que o regime especial de aposentação deveria ser objeto ne negociação conjunta com a revisão dos estatutos.

Pelo contrário, o que vi foi aquando do descongelamento das progressões, a exigência e disponibilidade do SFJ em negociar a compensação do tempo não contabilizado, para efeitos de aposentação.

Mas já nos começamos a habituar a estas reviravoltas e jogos de cintura para desculpabilizar uma estratégia inqualificável de uma estrutura sindical.

Na hora da verdade, socorre-se sempre o partido!

Todos se lembram!

SFJ - Informação sindical de 4 de janeiro de 2019

"... Temos de reservar a “Bomba Atómica” para o momento certo e adequado, que será o que causar maior impacto.

Sem dúvida que, não existindo resposta positiva aos nossos anseios, faremos uso dessa “arma”.

A" bomba atómica" transformada numa garrafa de oxigénio para este Ministério da Justiça!

Continuem assim!...

Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Vai ser "bonito", vai, a partir de Setembro. Com o...

  • Anónimo

    Já não é novidade este ziguezague!Inicialmente com...

  • Anónimo

    Não abandonem, EXIJAM.

  • Anónimo

    Abandone-se tal Sindicato inoperante. Sem sindicos...

  • oficialdejustica

    Boa noite Ana!Não, não há nenhuma previsão. Há nec...

  • Anónimo

    Para assistente técnico têm saído alguns aos quais...

  • Ana

    Boa noite, Há alguma previsão para abertura de nov...

  • Anónimo

    Onde para o SFJ?!... Este inexplicável silêncio pr...

  • Anónimo

    LIDERANÇA PRECISA-SE , PODE SER QUE SEJAM ESTES.O ...

  • Anónimo

    A ser assim, qualquer dia sujeitamo-nos a um episó...

  • Anónimo

    A preocupação deve ser exclusivamente os processos...

  • Anónimo

    Luís Miguel Caldas diz que a preocupação não deve ...

  • Anónimo

    A arte esquecida nos tribunais é a desenvolvida di...

  • Anónimo

    A arte esquecida nos tribunais é a desenvolvida di...

  • Anónimo

    Eu apostava no "69", a chamada pescadinha de rabo ...

  • Anónimo

    Concordo. Os botas de elástico de sempre. São como...

  • Anónimo

    Pois. E mesmo assim querem passar esses "técnicos"...

  • Anónimo

    ... é o venha a nós. Responsabilidade social é zer...

  • Anónimo

    Mas isso foi com o que veio acabar o governo de Pa...

  • Anónimo

    O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público...

  • Anónimo

    Obrigado colega pelo seu comentário.Pelo menos eu ...

  • Anónimo

    Delegar, delegar, delegar nos OPC e nos Oficiais d...

  • Anónimo

    URGENTE - Preciso de saber os números do euromilhõ...

  • Anónimo

    E porque não?Desde que negociado e com contraparti...

  • Anónimo

    👍




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"






    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................