Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 8 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................
FERIADOS MUNICIPAIS NESTA SEMANA:
- 01MAR-Seg - Tomar
- 02MAR-Ter - Vila Nova de Paiva
- 04MMAR-Qui - Manteigas
- 05MAR-Sex - Ferreira do Alentejo
& pode ver + no Calendário do Oficial de Justiça 2021
...............................................................................................................................

Sexta-feira, 07.06.19

Resultados da Prova de Acesso: 50% de Reprovações

      A prova de conhecimentos para acesso à carreira de Oficial de Justiça realizada no passado sábado teve os seguintes resultados:

      Estavam indicados para realizar a prova 307 candidatos que passaram a seleção inicial que excluiu outros 217 por não reunirem os requisitos que o concurso exigia. Aos 307 admitidos foi admitida ainda mais uma candidata, a título condicional, por ter pendente um recurso sobre a sua decisão de exclusão.

      Assim, ficaram admitidos à prova um total de 308 candidatos que estavam indicados para realizarem a prova nos seguintes locais: no Porto 94 candidatos; em Coimbra 77; em Lisboa contavam-se 63; no Funchal esperavam-se 41; em Ponta Delgada 29 e em Faro eram apenas 3.

      Do total de 308 candidatos admitidos à prova, 80 deles não compareceram, pelo que acabaram a fazer a prova 228 candidatos.

      Destes 228, obtiveram classificação abaixo de 9,5 valores um total de 114 candidatos, incluindo a candidata admitida a título condicional que, assim, ficando excluída, prejudica a análise e decisão do recurso pendente, portanto, obtiveram classificação de aprovação precisamente outros 114 candidatos.

      Curiosamente temos um número exatamente igual de reprovados e de aprovados: 114.

      Recorde-se que o número de vagas a disponibilizar para acesso é de 100, logo, com 114 candidatos aprovados e ainda que às mesmas vagas concorram candidatos do anterior concurso, está em risco o preenchimento dessas 100 vagas, porque, como é sabido, nem todos aceitam colocações em todo o país e haverá ainda muitas desistências, pelo que não é de todo descabido dizer-se que todos os aprovados que aceitem ser colocados em qualquer local do país serão certamente colocados.

      Vejamos agora as classificações concretas obtidas, com a indicação das quantidades de candidatos para cada um dos respetivos valores.

      Valores/candidatos:

               0,5 = 0
               1,0 = 0
               1,5 = 0
               2,0 = 0
               2,5 = 0
               3,0 = 0
               3,5 = 0
               4,0 = 1
               4,5 = 1
               5,5 = 0
               5,5 = 4
               6,0 = 5
               6,5 = 11
               7,0 = 14
               7,5 = 14
               8,0 = 19
               8,5 = 22
               9,0 = 23

               9,5 = 11
             10,0 = 18
             10,5 = 15
             11,0 = 8
             11,5 = 11
             12,0 = 7
             12,5 = 5
             13,0 = 5
             13,5 = 5
             14,0 = 5
             14,5 = 5
             15,0 = 3
             15,5 = 4
             16,0 = 3
             16,5 = 0
             17,0 = 3
             17,5 = 2
             18,0 = 1
             18,5 = 2
             19,0 = 1
             19,5 = 0
             20,0 = 0

      A lista de classificações, alfabeticamente ordenada, está disponível na página da DGAJ à qual pode aceder diretamente através da seguinte hiperligação: “Lista Classificações”.

GraficoResultadosProvaAcesso01JUN2019.jpg

      No gráfico que aqui colocamos pode verificar a dispersão das classificações, especialmente como os resultados se concentram maioritariamente e até atingem o seu pico sensivelmente a meio da tabela classificativa. Ou seja, a maioria dos candidatos obteve uma classificação mediana a tender para a negativa, concentrando-se mais de metade dos resultados nas classificações que se situam entre os 7 e os 10,5 valores.

      Para se poder fazer um juízo comparativo, vejamos o gráfico do anterior concurso de acesso, o de 2017, que abaixo se coloca.

GraficoResultadosProvaAcesso08JUL2017.jpg

      Como se aprecia neste gráfico, relativo às classificações da prova de 2017, embora a dispersão das classificações se mostre igualmente com maior concentração a meio da tabela, no entanto nota-se perfeitamente como as classificações positivas se mostram de forma mais visível atingindo até a classificação máxima. Aliás, em 2017, dos 708 candidatos que realizaram a prova, 251 reprovaram e, portanto, 457 aprovaram, isto é, a taxa de reprovação foi de 35%.

      Poder-se-á concluir que a formação dos candidatos tem vindo a baixar, ou haverá outros fatores, como a circunstância de parte substancial dos atuais candidatos já terem concluído há muito tempo os cursos?

      O que é facto é que de 35% de reprovações, agora passamos para 50% e os restantes aprovados não excedem de forma segura o número de lugares a preencher, o que faz com que se corra o risco de não se conseguir preencher todos os lugares destinados às novas entradas, o que é preocupante e é preocupante já hoje mas é preocupante também para o futuro.

      Urge rever o Estatuto, como bem se sabe e há muito se reivindica, e urge rever, claro está, a forma de admissão, porque é necessário não só preencher os quadros, deficitários, mas também iniciar quanto antes a renovação dos Oficiais de Justiça, classe muito envelhecida e pronta para se aposentar.

      Por fim, fica aqui a nota para os 114 candidatos ora aprovados: depois desta fase segue-se a realização de um Movimento Extraordinário onde cada um apresentará uma lista das suas preferências, ordenadas pelas localidades que prefira, podendo apresentar duas ou três ou duzentas, para a carreira judicial (Escrivão Auxiliar) e para a carreira do Ministério Público (Técnico de Justiça Auxiliar).

      Nem todas as localidades que vai preferir terão lugar para ser ocupado, pelo que é conveniente apresentar uma lista o mais alargada possível, porque se não houver lugar em nenhuma das localidades que colocar poderá não ser colocado em lado nenhum ainda que tenha uma alta classificação na prova. Por isso, aqueles que detêm a mais baixa classificação (9,5) podem perfeitamente ser colocados enquanto que outros com classificação superior podem não o ser se tiverem requerimentos mais limitados.

      Tendo em conta esta característica das colocações, há que saber que as classificações só por si não determinam nada, apenas a prioridade de análise dos requerimentos das opções apresentadas.

      Outra questão que também foi colocada por e-mail prende-se com a previsibilidade da conclusão deste procedimento concursal, atendendo a que muitos dos candidatos detêm empregos que devem avisar com antecedência.

      Não é possível indicar nada de concreto mas, tendo em conta a experiência e o conhecimento dos anos anteriores e o facto de estar a decorrer um movimento que colocará Oficiais de Justiça no início de setembro, setembro que será o mês em que muitos Oficiais de Justiça farão dois anos de permanência no atual lugar em que estão colocados, arriscamos a afirmar que o movimento extraordinário poderá ser realizado durante ou após setembro, sendo previsível que as colocações possam ocorrer ali à volta do mês de novembro.

      Por isso, não vale a pena despedirem-se já, sendo certo que na altura em que sair o projeto de movimento, poderão despedir-se logo nessa altura uma vez que o movimento definitivo publicado em Diário da República costuma demorar logo cerca de um mês desde esse momento, o que dá tempo para a maioria avisar com o tal mês de antecedência, podendo até deixar uma semanita de férias para essa altura, se for possível, para ajudar nos prazos se for necessário.

      Nesta página iremos acompanhando as várias fases deste concurso, dando explicações e dicas para cada momento, como vem sendo hábito não só neste concurso mas desde há anos para todos os concurso, sem prejuízo de, também como habitualmente, poderem usar o nosso endereço de e-mail geral para as questões que queiram colocar e quaisquer explicações adicionais.

PreparadoParaCorrer.jpg

      Tal como diariamente aqui vimos recordando, está em curso uma greve diária, com interrupções por 20 minutos, todos os dias, de manhã e à tarde, bem como fora do horário normal de funcionamento das secretarias, especialmente na hora de almoço, e que durará até às eleições de outubro próximo. Não há serviços mínimos decretados para os três períodos iniciais do dia, tendo sido decretados serviços mínimos apenas para o período após a hora normal de saída dos tribunais e dos serviços do Ministério Público (depois das 17H00).

      Quem fizer esta greve todos os dias, ao final do mês não terá relevante corte no vencimento, aliás, para perfazer 7 horas, que corresponde a um dia de trabalho, é necessário fazer greve durante 21 períodos de 20 minutos, isto é, durante muitos dias. Assim se pode aguentar uma greve durante muito tempo, com manifestações diárias em todos os tribunais e todos os dias de manhã e todos os dias à tarde durante meses. Neste momento só resta esta hipótese de manifestação diária aos Oficiais de Justiça.

      O aviso prévio da greve está disponível para acesso direto através da hiperligação aqui incorporada, tal como o acórdão do Colégio Arbitral, igualmente acessível através da hiperligação direta aqui também incorporada.

GreveSOJ05JUN05OUT2019.jpg

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:07


23 comentários

De Anónimo a 07.06.2019 às 20:27

Venha esse sangue novo enriquecer a profissão. Alguns veteranos conseguem fazer greve todos os dias, completamente todos os dias, mas com a particularidade de receberem no fim do mês o salário integral.
Há gente que não produz para salário de 5 euros por dia e recebe perto de 1.300 € e ainda criticam quem trabalha.
É a justiça na casa da justiça.

De Anónimo a 07.06.2019 às 21:22

Uma casa a arder. Não há ninguém a verificar em que compartimento ela arde e porque arde. Não há ninguém a indagar quem trabalha e quem vive de expediente ou de favores.
Este esquema manhoso é injusto para quem trabalha e tem hábitos de trabalho.
Corram com quem nunca teve hábitos de trabalho, corram com quem vem passear-se num edifício público onde se faz justiça e apenas vem perturbar quem trabalha.
Corram com quem já perdeu ou nunca teve dignidade.

Não há órgãos de gestão nos tribunais? O que estão a fazer? A dormir?????

Os novos funcionários, sem margem de dúvida, são brilhantes.
São muito trabalhadores e
chegam aos Tribunais muito bem preparados, sobretudo aqueles que entraram via licenciatura da U. Aveiro.
Façam um favor a quem trabalha senhoras administracões:
Mandem para casa quem está a perturbar os serviços ainda que lhe paguem o salário igualzinho.
Ai proteste..proteste..


De Anónimo a 07.06.2019 às 21:34

Faltou dizer que a verdade é tão pura como a água cristalina.
E este assunto é um caso de POLICIA.
Há muita maneira de ROUBAR.

De Anónimo a 07.06.2019 às 22:41

Vender presuntos e queijos na feira no período da tarde é algum crime?
O salário já está garantido, desde a data da aceitação do lugar, portanto é...é....só pôr a cabeça a funcionar.
Crime é na tua profissão, trabalhares desde as 8 da manhã às 22 da noite.
Crime é fazerem-te assédio moral.
Crime é ver ao teu lado um colega a quem o estado paga igualzinho a ti, quando este se está borrifando para isto tudo, porque sabe de antemão que as consequências só recaem sobre quem trabalha.
Crime é....ser trabalhador!!!
Crime é a falta de treino do comandante de aeronave que faz despenhar o aparelho, com uma centena de passageiros a bordo, quando todos os comandos do aparelho estão funcionais.
Crime é a ausência de gestão séria e no interesse público destas casas.
Crime é qualquer tipo de corrupção.



De Anónimo a 08.06.2019 às 23:25

E tomates, também é crime tê-los ?
Na nossa profissão, não necessitamos de anónimos, mas sim de oficiais de justiça com H muito grande.
Hoje mais do que nunca.
Cumprimentos,
João Nabais.

De Anónimo a 10.06.2019 às 16:50

Precisamos de um líder, a roçar o estilo de José Castelo Branco.
Uma mulher com tomates no sítio.
Esta figura existe, vive neste planeta embora imigrado nos USA.


De Anónimo a 07.06.2019 às 22:22

Já que se licenciou na U de Aveiro, leia o ARTIGO: "Trabalhadores mais velhos: sete mitos, sete realidades – por Andreia Vitória (Univ. de Aveiro)".

De Anónimo a 07.06.2019 às 22:51


Licenciei e pretendo ir mais longe, espero pela oportunidade, já que entretanto não parei na vida e com muito sacrifício adquiri outras habilitações-
Ser-se ambicioso, com regras e sem passar por cima de ninguém, é tão normal.

De Anónimo a 07.06.2019 às 23:37

Se pretende ir mais longe comece por ler o artigo sugerido.
Dá-lhe mais conhecimento e maturidade.

De Anónimo a 19.06.2019 às 16:04

ahahahahahahha. Os funcionários licenciados na U. de Aveiro estão bem preparados??? deixa-me rir. Suponho que sejas licenciado nessa licenciaturazeca. Sabes, ainda bem que não és tu que estás na gestão dos tribunais, nesse caso estaríamos bem pior.

De Anónimo a 19.06.2019 às 20:38

Somos todos colegas. O importante é que cada um de nós dê o melhor que pode e sabe, nunca se poupando a esforços para que a máquina funcione bem.

De Anónimo a 19.06.2019 às 22:43

Caro ou cara.
Só existirá gestão administrativa dos Tribunais quando alguém medir a produtividade individual de cada funcionário.
Há outra gestão a fazer?
Quem souber que o diga.
Angustiante. Muito angustiante.

De Anónimo a 19.06.2019 às 23:35

Tenho a impressão que a gestão dos tribunais, como lhe chama, funciona bem em 99% dos Tribunais.



De Anónimo a 20.06.2019 às 15:37


É só ver o trabalho feito. Só diligências realizadas são mais que muitas, tudo com atas assinadas e rubricadas com SELO BRANCO aposto, para que conste.
Além de Secretários a chefiarem o lado administrativa e funcionários para trabalharem em processos, recrutados pela Administração o que mais falta faz?.
Faz falta, além de mais, pagar o salário justo àqueles que trabalham.!


De Anónimo a 08.06.2019 às 23:19

Anónimos, identifquem-se.
Depois falámos.
Cumprimentos.
João Nabais.

De Anónimo a 10.06.2019 às 15:22

Não se identificam e fazem muito bem. Num habitat de caciques, é a única maneira de ter liberdade de expressão. Caso contrário caiem na mão dos caciques, que a partir das 10 da manha, depois de darem os despachinhos a cumprir aos outros, nada têm que fazer a não ser fazer-lhes a vida negra!

De Anónimo a 10.06.2019 às 16:16

Mas que cacikada.aproveite o feriado e vá dar um mergulho. relaxe.

De Anónimo a 10.06.2019 às 17:14

Pegue nos despachinhos como lhe chama, coloque-os em cima da mesa do seu chefe ou da sua chefa e vá dar uma uma voltinha.
Quando regressar perceberá que por detrás dos despachinhos que hesita em cumprir, está muito trabalho de equipa.
Afinal estes só lhe chegam se outros fizerem mover a máquina. Porque despachinhos vc alivia em meia hora. Ainda assim será preciso supervisionar o que não fez.

De Anónimo a 13.06.2019 às 22:55

Venha para aqui, onde existem, em média, 100 papéis por dia para tratar e distribuição média diária de 4 processos/dia, que vai ver o cumprimento dos despachinhos.

De Anónimo a 14.06.2019 às 00:26

Isto deve ser a brincar. 4 processos por dia!? Que trabalheira! Ufa!!



De Anónimo a 14.06.2019 às 12:55

Deve, deve. Com 2 auxiliares apenas, tente brincar assim.

De Anónimo a 07.06.2019 às 23:03

Apenas para recordar "Sindicato: Greve dos juízes teve adesão de cerca de 90%
20.11.2018 19:23 por Jornal de Negócios
Segundo a ASJP, cerca de 2.000 juízes terão aderido à greve"
Conclusão: já têm o estatuto remuneratório aprovado.
Uniram-se e venceram.
Infelizmente, ao contrário, alguns oficiais de justiça e dirigentes sindicais têm dividido a classe com atitudes e comentários patéticos, comportando-se como "baratas tontas" e os resultados estão à vista.
Eu sou melhor que tu!
O meu curso é melhor que o teu!
Eu sou mais novo!
Eu sou mais velho!
A universidade onde estudei é a melhor!
O meu sindicato é melhor que o teu, etc, etc.
Tanta infantilidade e ingenuidade.
Alguém viu exemplos como estes nas greves dos Magistrados judiciais, dos professores ou de outras classes profissionais?
Para bem da classe dos oficiais de justiça apelo à união de todos.

De Anónimo a 08.06.2019 às 00:17

O salário não pode ser pago a quem vem fazer férias nos Tribunais nos dias de trabalho.
Senhor Direto peça contas às administrações dos Tribunais sobre quem trabalha e quem não quer trabalhar.
É complicado assim?

Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2019

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Não batam mais na justiça que é ceguinha e doentin...

  • Anónimo

    Já só faltam 30 dias para o prazo fixado na Lei do...

  • Anónimo

    https://observador.pt/2021/02/28/procuradores-avan...

  • Anónimo

    Conversa, mais conversa, mas ação, NADA.Peço encar...

  • Anónimo

    E para quem trabalha em público ou privado, também...

  • Anónimo

    O actual presidente do SFJ, antes de ser eleito, d...

  • Anónimo

    O observador05-01-2021:"Mário Belo Morgado, secret...

  • Anónimo

    Sobre os problemas da nossa classe:Compreendi onte...

  • Anónimo

    País ao Minuto05-09-2019:"Ficou encarregue da past...

  • Anónimo

    Já só faltam 33 dias para o prazo fixado na Lei do...

  • Anónimo

    porque se se demite, o próximo a ter que assumir a...

  • Anónimo

    Sempre retirei da minha experiência e já o tinha d...

  • Anónimo

    Concordo.Concordo com a ideia de que os louvores s...

  • Anónimo

    esta ministra é mais um desastre no ministério. só...

  • Anónimo

    Tudo isto é verdade. Mas, a pergunta que se impõe...

  • Anónimo

    Palavras, palavras e mais palavras. Palavras esque...

  • Anónimo

    Nao fumes menos que nao é preciso!🤦‍♂️

  • Anónimo

    Qualquer "patrão" português que possa fazer o trab...

  • Anónimo

    Completamente de acordo com o artigo. Há que desta...

  • Anónimo

    "injustiças de uma administração governativa que, ...

  • Anónimo

    Desculpe, mas não consigo entender que mensagem qu...

  • Anónimo

    Já não é graxismo ou lambebotismo que se diz!! Ago...

  • Anónimo

    Volto a parabenizar: Bem haja este blog!

  • Anónimo

    Ainda não viram que querem nos aproximar cada vez ...

  • Anónimo

    Lamento não concordar, mas à luz da realidade o q...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"






    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................