Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 8 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

...............................................................................................................................
| | | - COVID-19
[1] - Compilação de Sugestões de Medidas de Proteção Práticas para Oficiais de Justiça
[2] - Consulte aqui os dados oficiais diários atualizados da DGS e infografias
[3] - Consulte também aqui, em primeira mão, as notícias que a agência Lusa fornece para a comunicação social, entretanto com acesso gratuito

...............................................................................................................................
FERIADOS MUNICIPAIS E SERVIÇOS MÍNIMOS DA GREVE NESTA SEMANA:
- 12ABR-Seg - Alandroal, Monforte e Sabugal. [Greve: 1º dia, com serviços mínimos fixados]
- 13ABR-Ter - Castelo Branco [Greve: 2º dia, sem serviços mínimos]
- 14ABR-Qua - [Greve: 3º dia, com serviços mínimos fixados]
- 15ABR-Qui - [Greve: 4º dia, sem serviços mínimos]
- 16ABR-Sex - [Greve: 5º dia, com serviços mínimos fixados]
& pode ver + no Calendário do Oficial de Justiça 2021
...............................................................................................................................

Quarta-feira, 07.08.19

SFJ avança com 4 dias de Greve

      O Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ) divulgou ontem os quatro dias de greve marcados para coincidir com atos ou prazos relevantes do processo eleitoral.

      - Dia 26 de agosto, segunda-feira, das 00:00h às 24;00h – último dia para entrega das listas;

      - Dia 27 de agosto, terça-feira, das 00:00h às 24:00h – sorteio e afixação das listas;

      - Dia 30 de agosto, sexta-feira, das 00:00h às 24:00h – último dia para suprir irregularidades e

      - Dia 6 de setembro, sexta-feira, das 00:00h às 24:00h – fim do prazo para afixação da relação completa das listas admitidas;

      Diz a informação sindical do SFJ assim:

      «I - GREVE – PERÍODO ELEITORAL

      Perante a desconsideração, continuada e reiterada do Governo, relativamente às questões que nos preocupam e afetam, de que é exemplo máximo a forma unilateral como decidiu cessar as negociações do Estatuto, e que culminaram agora com a intolerável atitude de discriminação e menorização da nossa classe profissional, pela forma como pretendia realizar a integração do suplemento depois de ter decidido pela integração do suplemento de compensação dos juízes e procuradores, em que o respetivo valor mensal passará a ser pago, e bem, na sua totalidade, em 14 meses, em vez dos 12 meses atuais.

      Ou seja, o Governo atua com “dois pesos e duas medidas” para situações iguais, consoante o “peso” institucional da classe profissional. Para uns não existe travão orçamental, para outros a neutralidade orçamental é sempre uma condição exigível!

      E mesmo depois de, em resultado da nossa ação sindical junto dos grupos parlamentares, ter sido aprovada na ultima sessão da Assembleia da República a Resolução nº. 2233/XIII/4.º que recomenda ao Governo “a integração, sem perda salarial, do suplemento de recuperação processual no salário dos oficiais de justiça”, e de posteriormente termos interpelado o Ministério da Justiça no sentido da concretização desta medida o mesmo mantém um silêncio que é revelador da insensibilidade, desrespeito e irredutibilidade.

      Assim, o SFJ delineou a realização de novas formas de luta, nos seguintes moldes:

      - Greve nos Juízos competentes e responsáveis pela tramitação do processo eleitoral em cada uma das comarcas de Portugal, nos dias em que coincidem/terminam alguns dos prazos para os atos a praticar junto do tribunal de comarca.»

      Em complemento a estes quatro dias de greve, o SFJ indica ainda a greve ao serviço fora do horário normal de trabalho e diz assim:

      «II – GREVE AO SERVIÇO FORA DO HORÁRIO NORMAL DE TRABALHO

      Em consonância com as greves acima referidas, relembramos que está plenamente em vigor a greve do SFJ ao período fora do horário normal de trabalho, sem serviços mínimos, a partir das 17 horas, apelando à adesão de todos, independentemente de filiação sindical, em especial no que respeita, neste caso, a todos os dias coincidentes com o processo eleitoral.

      Importa relembrar que esta jornada de luta tem também como objetivo de alertar os nossos concidadãos para os graves problemas do Sistema Judiciário, nomeadamente para as instalações degradadas, a falta de material (consumíveis e equipamentos).

      Por outro lado, há mais de quinze (15!!) anos que o Ministério da Justiça não preenche os quadros legais, cifrando-se o deficit, todos os anos, em mais de mil (1000) Oficiais de Justiça.

      Não menos importante, é também o dever que temos de manifestar a nossa oposição e alertar para a perigosa “paixão” com que este Governo está a Desjudicializar e Privatizar a Justiça!

      São disso evidentes e lamentáveis exemplos, a passagem de Execuções para a Autoridade Tributária e a próxima decisão já assumida pelo Governo de entregar a privados (Solicitadores) as Execuções em que foi concedido apoio judiciário ao cidadão e onerando, assim, de forma acrescida, o erário público e prejudicando o cidadão.»

      Por fim, a informação sindical do SFJ aborda ainda a questão do Movimento Ordinário Anual em curso e dos escalões, conforme a seguir se reproduz:

      «III - ESCALÕES E MOVIMENTO

      Contra tudo o que reivindicamos, e colidindo com o bom funcionamento dos tribunais, de acordo com o projeto de movimento ordinário de 2019 não foram realizadas promoções para as categorias de Escrivão de Direito, Técnico de Justiça Principal e Secretário de Justiça no último movimento. Tal é inadmissível!

      Também sobre esta injustificada decisão da DGAJ, o SFJ entregou uma reclamação/pedido de esclarecimento ao Ministério da Justiça (com conhecimento à DGAJ). Estranhamente, a DGAJ respondeu e divulgou em simultâneo a sua resposta, mas a entidade a quem foi dirigida a reclamação – Ministério da Justiça – ainda não respondeu!

      Obviamente que, considerando a resposta da DGAJ, vamos avançar para o procedimento contencioso!

      Com a falta de preenchimento dos quadros o Ministério da Justiça tem cativado mais de 14 milhões de euros por ano à custa dos Oficiais de Justiça que abnegadamente e com brio profissional, têm sustentado este sistema deficiente, em que nos exigem que cumpramos objetivos, tendo para tal, de trabalhar por nós e pelos mil Oficiais de Justiça que faltam nos tribunais portugueses.

      O SFJ interpelou ainda a DGAJ sobre os motivos do não provimento no escalão devido com a recuperação parcial de tempo e cujo primeiro 1/3 de contagem deveria ter tido efeitos a 1 de junho, desde logo chamando a atenção de que não basta dizer que irão pagar os retroativos. Em devido tempo alertámos a tutela para a urgência de se preverem estas situações, não sendo normal, nem aceitável, que sempre que uma medida que minora a perda de rendimento dos funcionários entra em vigor, haja «problemas com os sistemas informáticos»…»

      A informação sindical do SFJ termina com as seguintes expressões, destacadas em maiúsculas:

      «Basta de trabalhar de borla! Exigimos respeito do Governo!» e «Nem mais um minuto de trabalho após o horário normal de trabalho!!!»

      Pode aceder a esta informação sindical aqui citada e reproduzida através da seguinte hiperligação: “Info-SFJ-06AGO”.

Relogio.jpg

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:07


5 comentários

De Anónimo a 07.08.2019 às 11:54

”(…) todas as promoções efetuadas sem autorização ministerial são nulas, fazendo incorrer os seus autores em responsabilidade civil, financeira e disciplinar.
Como se sabe, o despacho da Senhora Secretária de Estado da Administração e do Emprego Público, datado de 2 de abril de 2019, no qual foi fixado também o número máximo de 240 promoções para o ano de 2019, limitou-se às categorias de escrivão adjunto e de técnico de justiça adjunto.
Deste modo, e ao contrário do que vem afirmado, existe impedimento legal para a realização de promoções às categorias de secretário de justiça, escrivão de direito e técnico de justiça principal.”


https://dgaj.justica.gov.pt/Portals/26/Not%C3%ADcias/Oficio%2044-08-2019A.pdf?ver=2019-08-07-083518-230

De Anónimo a 07.08.2019 às 16:07

As greves boas e as más.
O primeiro ministro encontra-se muito irritado com as greves ora apelidando-as de selvagens (no caso da grve dos enfermeiros) ora apelidando-as de injustas e incompreensiveis (no caso da greve dos motoristas) apelando à "revolta" dos cidadãos.
Por sua vez o Senhor Presidente da República, de uma forma mais prudente, referiu que apesar de algumas reivindicações poderem ser legítimas, o seu resultado pode ter o efeito contrário, virando a população contra os grevistas.
Greves boas e as más.
Fica aqui uma sugestão para que a população em geral compreenda uma greve boa e que se indigne contra o Ministério da Justiça.
Enquanto Oficial de Justiça encontro-me preocupado com o facto de o orçamento de estado não ter uma dotação de verbas suficientes para pagar quantias devidas a titulo de cumprimento de decisões jurisdicionais, como recentemente foi divulgado no relatório do CSTAF.
Os Oficiais de Justiça, diáriamente no atendimento do publico em geral, são o rosto da Justiça e o muro das suas "lamentações".
Penso que está na altura de apresentar um pré-aviso de uma greve boa, reivindicando uma alteração orçamental no sentido de o dotar de verbas suficientes para cumprimento das decisões jurisdicionais.
Uma decisão desta natureza teria a concordância da população em geral incluindo de sua Excelência o Senhor Presidente da República.
Os cidadãos e a nossa democracia necessitam de mais este esforço dos Oficiais de Justiça.

De Anónimo a 07.08.2019 às 16:29

Só descansam quando criminalizarem as greves e estatuirem um regime legal para o lobbying, por sua vez.
O dinheiro manda. E muito.
Esta greve está a mexer com os media de forma impressionante. Na SIC até referiram que vai afetar escolas ???!!! (estamos em agosto).
Quando todas as prioridades se invertem dá nisto. TV´s passam os dias a mostrar peças em que é evidenciada a preocupação dos produtores de tomate, de leite, das peixeiras e fruteiros, etc. Coitados, só eles são portugueses. Os camionistas e suas famílias deixaram assim de ser portugueses. Porque não calam e comem, porque fazem barulho, que chatice !!
Por outro lado, hoje morreu um nasciturno a caminho de LX por não haver no Algarve incubadora. Isso já não é preocupante ?
As farmácias não têm medicamentos, qual Venezuela. Isso não preocupa e não é grave???
Mas que estado é este? Qual é a sua agenda? A quem servem, afinal?


De Anónimo a 08.08.2019 às 11:47

Pois é. O sector da produção de bens agro alimentares é muito importante para os consumidores tal como o da indústria da comunicação é importante para os políticos.

Enquanto os consumidores puderem dispor de bens alimentares e de gasolina para os seus pópós, os políticos sabem que ninguém se vai preocupar com os cidadãos que não têm justiça.

De Anónimo a 07.08.2019 às 16:31

A justiça não se agradece e a greve não se ostraciza, são DIREITOS!

Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
MEDIDAS e Sugestões de Proteção Prática para Oficiais de Justiça
Veja a compilação de sugestões recebidas até ao momento e envie o seu contributo para o e-mail:
OJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

..................................................
PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

..................................................
Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................

..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
808 24 24 24 - SNS 24 / Saúde 24
(custo de chamada local)
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Boa Noite,Em 1º lugar agradecer o papel important...

  • Anónimo

    O que reserva?

  • Anónimo

    O que reserva?

  • Anónimo

    Os auxiliares que não façam greve, não...Vão ver o...

  • Anónimo

    "16 - R – Sim, vale a pena repetir e repetir até...

  • Anónimo

    Acabariam de vez as desculpas para não adesão à Gr...

  • Anónimo

    Delegados não lhes faltam.

  • Anónimo

    Sugestão,Piquetes anti fura greves nas entradas.Só...

  • Anónimo

    Greve já. Ainda que o plenário "Marquês" tivesse m...

  • Anónimo

    Enfiando a carapuça vendida pelo comentário das 02...

  • oficialdejustica

    As desculpas para não fazer greve são muitas e ao ...

  • Anónimo

    Ninguém vai fazer greve.Mas vão andar todos à bole...

  • Anónimo

    Os serviços mínimos são para quem, querendo fazer ...

  • Anónimo

    Na próxima semana vamos também exigir serviços mín...

  • Anónimo

    'e só nesses, para garantir, exclusivamente', por ...

  • Anónimo

    Foram decretados serviços mínimos garantidos para ...

  • Anónimo

    Claro, quem não está de greve está a trabalhar nor...

  • Anónimo

    E os oficiais de justiça são obrigados a fazer o t...

  • Anónimo

    Razões pessoais é o que se diz quando não se quer ...

  • Anónimo

    https://observador.pt/2021/04/09/covid-19-fenprof-...

  • Anónimo

    O plenário que foi um FLOP.12 a 16 de Abril vou ma...

  • Anónimo

    Dimitiu-se Administrador Judiciário da Comarca do ...

  • Anónimo

    ... são 17.00h. Começaram a contar as horas extra ...

  • Anónimo

    Eu escrevia...Afinal, este é um espaço de partilha...

  • Anónimo

    Não diria melhor.Não há vontade para tal.Porquê?Te...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"






    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................