Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Oficial de Justiça

Bem-vindo/a ao DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL publicação periódica independente com 6 anos de publicações diárias especialmente dirigidas aos Oficiais de Justiça



oficialdejustica.blogs.sapo.pt
DIÁRIO DIGITAL DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DE PORTUGAL (DD-OJ)
As publicações desta página podem ser encontradas diariamente em diversas plataformas:
oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt oficialdejustica.blogs.sapo.pt

GREVE EM CURSO:
Está a decorrer entre o dia 22JAN e o dia 21DEZ de 2020 a greve decretada pelo SOJ ao trabalho fora das horas normais de expediente, em dois períodos de cada dia: um período de 1 hora entre as 12H30 e as 13H30 e outro período de 16 horas, depois das 17H00 até às 09H00 do dia seguinte. Esta greve abrange todos os Oficiais de Justiça, sindicalizados ou não, perante qualquer diligência, ainda que tenha caráter urgente, na hora de almoço, existindo no entanto serviços mínimos decretados para o 2º período com um total de 16 horas, depois das 17H00.
Pode aceder por aqui ao ofício da DGAJ contendo a indicação dos serviços mínimos.
...............................................................................................................................

Segunda-feira, 04.11.19

SOJ: Aspetos Reivindicativos Prioritários para o 1º Ano da Legislatura

      O Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ) publicou uma informação sindical na qual aponta as prioridades reivindicativas para este primeiro ano da legislatura (2019/2020). Vai a seguir reproduzida tal informação:

      «O Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ) assume, como prioridades da sua ação reivindicativa, para o primeiro ano da presente legislatura, as seguintes matérias:

      .1) Compensação devida aos Oficiais de Justiça, pelo trabalho que desenvolvem e que não é remunerado, nem compensado e a que se associam a disponibilidade e o dever de permanência;

      .2) Combate intransigente à opacidade nas nomeações e colocações;

      .3) Higiene, Segurança e Saúde no Trabalho.

      Outras matérias há – e muitas mais haverá –, mas existe a necessidade de calendarizar a agenda reivindicativa. Por outro lado, é importante perceber que muitas dessas outras matérias são transversais às diversas carreiras da Administração Pública e já reivindicadas pelo SOJ, no âmbito da FESAP – Federação de Sindicatos da Administração Pública de que é membro fundador.

      COMPENSAÇÃO

      Considera o SOJ, e assim determina a Constituição da República e as Convenções Internacionais, que é devida aos Oficiais de Justiça, pelo trabalho que realizam e que não é remunerado, nem compensado e, ainda, pelo dever de disponibilidade e permanência que asseguram, uma compensação. Salientar que este trabalho é realizado em período de descanso e imposto de forma coerciva.

      Assim, essa compensação terá de ser encontrada no âmbito de um quadro legislativo que – através de um regime de aposentação mais justo, tal como sempre ocorreu no passado, com esta e outras carreiras – faça Justiça à carreira de Oficial de Justiça.

      Sejamos ainda mais claros: o SOJ está fortemente empenhado em alcançar um regime de aposentação mais ajustado à carreira que representa, assim a mesma o determine.

      Esta determinação dos Oficiais de Justiça só será possível através de ações muito concretas de luta sindical. Ainda assim, é de nosso conhecimento que há colegas, mais novos, para quem esta matéria não é relevante. Todavia, importa perceber que é estruturante para a própria dinâmica da carreira. O que “semearmos” hoje, iremos “colher” amanhã.

      OPACIDADE NAS REGRAS DE MOBILIDADE

      O SOJ não se desinveste de procurar alcançar justiça para todos os que representa; defendemos intransigentemente, um processo transparente nas nomeações e colocações, bem como rigor e parcimónia nas comissões de serviço e outras formas de mobilidade. Exigimos decoro!

      Assim, após ter o Sindicato dos Oficiais de Justiça apresentado um abaixo-assinado para que se realizasse uma sindicância aos serviços da DGAJ, em prol da transparência e do respeito devido aos Oficiais de Justiça, assumiu igualmente uma postura proativa, tendo apresentado uma proposta a Sua Excelência, Senhora Ministra da Justiça, para que seja legislado, perante o elevado número de nomeações em regime de substituição, o seguinte:

      “REGIME DE SUBSTITUIÇÃO”

      «São nomeados, em regime de substituição, os Oficiais de Justiça que, colocados na Comarca, detenham maior nota, reportada à fórmula de graduação da última prova de acesso à categoria, ainda que a mesma já não se mostre válida para efeitos de promoção. Em caso de igualdade de nota, constitui fator de desempate a antiguidade na categoria. Nas situações em que nenhum Oficial de Justiça seja detentor de prova de acesso à categoria, deve ser nomeado o Oficial de Justiça de categoria imediatamente inferior, constituindo fatores atendíveis a classificação de serviço e, em caso de igualdade, a antiguidade na categoria.»

      Salientar – nunca é demais perante tantas interpretações –, o SOJ defende a abertura de concursos para promoção. Contudo, há que encontrar respostas, perante situações em que a validade dos cursos se mostra caducada e, com esse argumento, se aumentam as situações de opacidade e favorecimento.

      HIGIENE, SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

      No que concerne às questões relativas à Higiene, Segurança e Saúde no Trabalho; matérias demasiadamente caras, para não as atribuirmos a devida atenção, deve ser referido que, por ofício datado de 17 de outubro e, em resposta a questões colocadas pelo SOJ, a DGAJ informou o Ministério da Justiça, no dia 2 de setembro, do seguinte:

      «[…] está em plena execução o contrato de prestação de serviços de saúde e segurança no trabalho (SST) celebrado pela DGAJ em 2017, através do qual tais serviços estão assegurados no âmbito de todos os tribunais de primeira instância e abrangendo a totalidade dos funcionários de justiça que aí exercem funções.»

      Apresentou, seguidamente, os dados estatísticos mais relevantes, que se traduzem no seguinte:

      Resultados da vertente Saúde:

      Trabalhadores já abrangidos por consultas: 5765
      Das consultas resultaram:
            Aptos: 6490
            Aptos Condicionados: 541
            Inaptos Condicionados: 20
            Inaptos: 3
            Total: 7054
      Número de relatórios de Segurança:
            Avaliação de riscos: 141
            Relatório avaliação ambiental: 141
            Avaliação do ambiente térmico e qualidade do ar: 141
            MAP: 76
            Total: 423

      Afirma a DGAJ que «[…] destes números, em especial dos relativos à vertente Saúde, ressalta que já foram objeto de consultas de medicina do trabalho 5765 trabalhadores, que originaram um total de 7054 consultas (o número de “aptos” acima referido é superior ao número de trabalhadores abrangidos pelas consultas porque alguns já foram objeto de duas e mais avaliações).

      De salientar, ainda, que a prestação destes serviços de medicina do trabalho inclui a avaliação do perfil psicológico do trabalhador e um exame neurológico sumário, designadamente tendo em conta os fatores de risco profissional existentes, podendo culminar, se assim for entendido pelo médico especialista de medicina do trabalho, em avaliação de aptidões condicionada à verificação de determinadas condições de prestação de trabalho.»

      É importante referir que as “MAP”, a que faz referência a DGAJ, são Medidas de Autoproteção e se traduzem num conjunto de ações destinadas a:

      .1. Prevenir e controlar os riscos que possam visar as pessoas e bens;

      .2. Dar uma resposta adequada a situações de emergência, como por exemplo Sismos, Incêndios, Inundações);

      .3. Garantir a integração destas ações num quadro de prevenção e emergência.

      Relativamente a esta matéria o SOJ vai requerer mais elementos, pois a informação recolhida junto dos colegas diverge dos números e relatórios apresentados pela DGAJ.

      Concluindo, o SOJ irá aguardar pela reunião com a Senhora Ministra da Justiça – o programa do Governo está ainda a ser discutido –, para avaliar das políticas que preconiza o Governo para a nova legislatura. Tal não obstará a que desencadeie as ações conducentes à discussão e aplicação das matérias que reivindica, em prol da carreira dos Oficiais de Justiça, como é seu dever.»

SOJ.jpg

      Pode aceder a esta informação sindical aqui reproduzida através da seguinte hiperligação: “SOJ-Info”.

por: GF
oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

Temas/"Tags":

às 08:04


3 comentários

De Anónimo a 04.11.2019 às 10:55

Depois de 4 anos a enrolar com o estatuto, era de esperar que para o primeiro ano da nova legislatura fossem colocar o estatuto como prioritário. Não se entende...

De oficialdejustica a 04.11.2019 às 12:59

De repente parece isso mesmo. Então e o Estatuto? Mas depois compreende-se perfeitamente, desde logo depois do conhecimento obtido nos artigos que temos vindo a publicar durante a última semana sobre este assunto.

A revisão do Estatuto é um dado adquirido; vai mesmo acontecer. Aliás, todas as carreiras especiais vão ser revistas, antes de mais porque o Governo tem um objetivo primeiro: acabar com as progressões automáticas, como as que agora têm os Oficiais de Justiça a cada 3 anos e as outras carreiras com outra periodicidade. Isto é um dado assente, está no programa do Governo, aqui divulgado na semana passada (na segunda-feira) e foi anunciado ainda ontem no artigo aqui publicado sobre a entrevista da nova ministra Alexandra Leitão, a quem o Governo concedeu uma nova pasta própria para tratar do assunto: o novo Ministério da Modernização do Estado e da Administração Pública.
Vai ser esse o ministério que vai realmente alterar o Estatuto, a par de todos os demais estatutos das carreiras especiais, aliás, esta vertente da Administração Pública, antes inserida no Ministério das Finanças e agora independentizada como ministério próprio, já estava presente nas anteriores e infecundas negociações, sendo muitas vezes o principal e até único entrave.

Portanto, o que os Oficiais de Justiça têm que reivindicar agora já não é a revisão do Estatuto (aliás, se calhar, mais valia reivindicar que não fosse revisto, porque a versão final vai ser mais prejudicial do que esta); ou seja, não é mesmo preciso reivindicar a revisão do estatuto, o que se tem que reivindicar é o detalhe das alterações mas isso é quando chegar esse momento, caso a caso, artigo a artigo.

De Anónimo a 04.11.2019 às 13:30

pois ... em vez de envolver 2 ministérios agora vai envolver ... 3

Comentar Artigo



BandeiraPT oficialdejustica.blogs.sapo.pt
.................................................. INICIATIVAS COMPLEMENTARES:
..................................................
Acordos & Descontos para Todos - Lista de descontos para Oficiais de Justiça oferecidos por empresas privadas.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Legislação e Publicações Relevantes - Lista com seleção diária de legislação e outras publicações relevantes em Diário da República e noutras fontes.
Consulte a lista aqui
saiba+aqui

..................................................
Lista de Alojamentos
Anúncios de Procura e de Oferta de alojamentos para Oficiais de Justiça. Contacte pelo e-mail dedicado:
ProcuraAlojamento@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
.................................................. Grupo WhatsApp para Oficiais de Justiça
A comunicação direta de, para e com todos. Saiba+Aqui

.................................................. Lista de Anúncios para Partilha de Carro
Boleias e partilhas de lugares nos carros, sejam diárias, aos fins-de-semana, para férias ou ocasionais, anuncie a disponibilidade e contacte pelo e-mail dedicado:
PartilhaDeCarro@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
.................................................. PERMUTAS para Oficiais de Justiça (Lista de Permutas)
Veja os pedidos existentes e envie os seus para o e-mail dedicado:
PermutasOJ@sapo.pt
Consulte a lista aqui

saiba+aqui
.................................................. Histórias de Oficiais de Justiça (Compilação)
Envie histórias, peripécias, sustos, etc. para o e-mail dedicado:
HistoriasDeOficiaisDeJustica@sapo.pt

saiba+aqui

..................................................
Estatuto dos Oficiais de Justiça EOJ - Para assuntos relacionados com o Estatuto em apreciação use o e-mail dedicado:
Estatuto-EOJ@sapo.pt

veja+aqui
..................................................
Endereço Geral da página - Para assuntos diversos, use o endereço de e-mail geral:
OJ@Sapo.Pt

..................................................
Veja por aqui + informação sobre o Perfil / Autoria da página
+
Veja também por aqui o Estatuto Editorial e a Direção desta publicação
..................................................
Dúvidas sobre a Justiça?
Ligue para a Linha Justiça
(MJ) (chamada gratuita):
800 910 220
(das 9h às 19h nos dias úteis)
saiba+aqui e veja também o portal da Justiça em justiça.gov.pt
..................................................
Linha de Emergência Social:
Apoio da Segurança Social e do Ministério da Justiça:
144 (Linha Gratuita 24 h)
saiba+aqui
Linha da Segurança Social:
300 502 502 (das 09h às 18h)
..................................................
Outras Linhas de Apoio:
800 209 899 - SOS Voz Amiga
(das 16h às 24h) (gratuita)
808 237 327 - Conversa Amiga
(das 15h às 22h) (gratuita)
239 484 020 - SOS Estudante
(das 20h à 1h)
222 080 707 - Telf. Esperança
(das 20h às 23h)
800 990 100 - SOS Pessoa Idosa
(das 10h às 17h) (gratuita)
..................................................

Meteorologia

Porto
Lisboa
Faro

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2019

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Para Contactar:

Para mensagens breves pode usar a caixa de mensagens abaixo (mensagens instantâneas) ou usar o endereço geral de e-mail: oj@sapo.pt para mensagens maiores, com imagens ou anexos ou se quiser uma resposta.

Mensagens Instantâneas

Na caixa de mensagens abaixo pode enviar qualquer tipo de mensagem de forma simples e rápida. Basta escrever, carregar no botão "Enviar" e já está. Estas mensagens são anónimas, não são públicas nem são publicadas. Como as mensagens são anónimas se quiser resposta indique o seu e-mail.

Mensagens

Subscrever para receber e-mail

Pode receber no seu e-mail cada artigo aqui publicado, para isso basta indicar o seu e-mail e depois ir lá confirmar a subscrição na mensagem que lhe será enviada. Simples, automático e recebendo cada artigo logo que publicado. .................................................

Escreva abaixo o seu endereço de e-mail:

Não esqueça ir depois ao seu e-mail confirmar a subscrição (se ocorrer avaria comunique).


Comentários

Pode comentar cada artigo e responder a comentários já existentes. Os comentários podem ser anónimos ou identificados e o conteúdo não é previamente (mas posteriormente) verificado.
Para comentar os artigos selecione "Comentar".
Os comentários são públicos. Para mensagens privadas use a caixa de mensagens ou o e-mail.
Os comentários ou respostas colocados pela administração da página surgem identificados como "oficialdejustica" e clicando no nome acede ao perfil da página. Não se identifique com nomes e de forma igual ou parecida com a referida designação.
Os comentários e as críticas não devem atingir pessoas mas apenas ideias. A discussão deve ser saudável, construtiva e digna. Serão eliminados os comentários que se julguem inadequados.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Como este já houve muitos mais e com tendência a a...

  • Anónimo

    Quando muitos de nós começarem a tomar a decisão q...

  • Anónimo

    Para secretários! então os novos não vão ser despr...

  • Anónimo

    mais que consabido. mais importante do que refleti...

  • Anónimo

    Existem grandes interesses ocultos para os lugares...

  • Anónimo

    Existem grandes interesses ocultos para os lugares...

  • Anónimo

    Convém ter uma comadre ou a "coisa" se quiserem, p...

  • oficialdejustica

    Sim, é possível. Peça pelo e-mail geral: OJ@sapo.p...

  • Anónimo

    seria possível enviar exemplares para ter uma idei...

  • Anónimo

    Há quem tenha descontos no tempo e fica para trás;...

  • Anónimo

    Não percebo a ordenação das listas. Quem chega mai...

  • Anónimo

    Muito bom artigo, como sempre. Este blog já fez ma...

  • Anónimo

    O mais alarmante é a média de idade dos Oficiais d...

  • Anónimo

    Aveiro sim, o resto, com as devidas exceções, deix...

  • Anónimo

    A Nazaré tem muitas coisas bonitas.Bem mais a Nort...

  • Anónimo

    Hoje por acaso ao passar por este comentários de 2...

  • Anónimo

    Anda tudo a surfar...Isso é que dá dinheiro à malt...

  • Anónimo

    Férias precárias!

  • Anónimo

    NEM MAIS.!Tem toda a razão colega.Férias em época ...

  • Anónimo

    Eu no meu caso, nem na alta nem na baixa!!!

  • Anónimo

    Quero poder ter férias em qualquer altura do ano.N...

  • Anónimo

    Deduzir que vai ser realizada uma intervenção a qu...

  • Anónimo

    Precisa-se de administrador com reconhecido mérito...

  • Anónimo

    Pluralismo a bem de um sindicalismo democrático! ...

  • Anónimo

    Quem melhor que os Srs. Magistrados sabem o que se...




oficialdejustica.blogs.sapo.pt

Ligações

Ligações de INTERESSE:

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações a LEGISLAÇÃO

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  • Em alguns casos, pode não ver todo o documento mas só a primeira página. Baixe o documento para o ver e ficar com ele na totalidade.

  •  
  • _______________________

  •  
  • Ligações a DOCUMENTOS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • Ligações dos TRIBUNAIS

  •  
  •  
  • ________________________

  •  
  •  
  • POR e PARA Oficiais de Justiça

  •  
  •  
  • ________________________


    Onde encontrar o Ofici@l de Justiç@?

    Os artigos aqui publicados são distribuídos por e-mail a quem os subscrever e são ainda publicados no Facebook, no Twitter, no "Blogs Portugal", no "Reddit" e no WhatsApp, ou seja, em 7 plataformas diferentes:

    1- Sapo (oficialdejustica)

    2- Facebook (OficiaisJustiçaPortugal)

    3- Twitter (OfJustica)

    4- Blogs Portugal

    5- Reddit (OficialJustica)

    6- WhatsApp

    7- Assinantes por "e-mail"






    Para além das outras possibilidades de comunicação, se pretender comunicar por e-mail, use o endereço abaixo indicado:

    OJ@SAPO.PT

    .......................................................................................................................